27.1.17

Há muito ‘visco’ em Moreira de Cónegos...



Panoramix nem precisou de importar a matéria-prima das florestas da Gália. A abundância de “visco” nas matas de Moreira de Cónegos permitem, com facilidade, a obtenção daquela poção mágica que dá força de cavalos a quem precisa de correr…

Vão longe os fabulosos tempos de Delano Vieira, mas quem sabe não esquece.


[“Estórias retiradas do blogue “Pulpus Corruptus”

O Augusto Inácio, presente na final de Tóquio, que foi jogado com uma temperatura de -1 ou -2, sobre neve, deu uma entrevista à revista Pública há alguns anos. Diz o seguinte: "Fiz um belíssimo jogo, que me correu bem do princípio ao fim. O encontro foi disputado em condições dificílimas com frio e neve. Mas neste jogo saiu-me tudo na perfeição: fiz bons desarmes, bons cruzamentos, bons remates (...). Depois daquele jogo o meu corpo DEMOROU UMMÊS A REGRESSAR AO RITMO NORMAL (...) NO FINAL FIQUEI MEIA HORA DEBAIXO DO CHUVEIRO QUENTE E MESMO ASSIM O CORPO NÃO REAGIU. NO INTERVALO A TREMIDEIRA ERA TÃO GRANDE QUE NÃO CONSEGUIA MANTER O CHÁ DENTRO DO COPO. ENTORNAVA-SE TUDO".

Há alguns anos, estando eu num stand da BMW em Cascais com um sportinguista ferrenho, meu conhecido, e estando connosco o Ivkovic, antigo guarda-redes do Sporting, a conversa resvalou para o futebol e para as conquistas do FCP. Qual não foi a nossa surpresa quando o Ivkovic nos confidenciou que o Fernando Gomes, o bi-bota, que jogou com ele no Sporting, lhe contou que na final de Tóquio, durante o intervalo lhes deram uma bebida que lhes causou uma aquecimento tão grande no corpo que quando voltaram ao relvado até parecia que a neve derretia! Comparem com as afirmações do Inácio acima. Acham que o Ivkovic estava mentir, ou que o F. Gomes inventou a história ou mesmo que o Inácio estava a inventar? Não, não estavam porque não necessitavam de o fazer. São demasiadas coincidências.]

Tirem as conclusões que quiserem, na certeza de que o Sp. de Braga vai limpar o ceptro como quem limpa o cu a meninos.
Ou não?
Ou vai haver uma “extensão” da poção mágica para domingo?

Têm a palavra os “vampiros”.


GRÃO VASCO


2 comentários:

Anónimo disse...

assino por baixo

Abelourinha disse...

Caro Gv. Entramos num novo ciclo a partir de agora tudo vale, desde mixordias,jogos de mala, paineleiros, lexivias, riscas de fora de jogo,(repare-se que apareceu uma Gold Line da linha de baliza para justificar um lance do 1.°golo do Moreira de Conegos que à vista desarmada não deixava duvidas,tudo para distrair),quanto às duvidas de fora de jogo do 1.°e 3°s golos nada, feitas decisões na hora dos justiceiros da fpf,para castigar esse '' bronco do Vitória que é useiro e vezeiro a insultar tudo e todos''. Nós que já cá andamos à bastante tempo conhecemos os cantos à casa,Macacos Mustafas e quejandos estão no terreno a colocarem as respetivas armadilhas, espero que não sejemos comidos de cebolada,ainda me lembro do primeiro campeonato de Bitor da mosca Pereira como foram os trabalhos realizados nos Jogos de Coimbra e da Luz com o Miguelito e Morcao a faturar respetivamente.Estes dias ficamos a saber da voz do Papa que o Pito Dourado não existiu,foi tudo invenção do Scorcese,só pode. É claro que não podemos dar abebias como demos no All garve, mas o modos operandi está de volta.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...