15.1.12

O 1º óscar para Hélder Malheiro



Nestes momentos de euforia Benfiquista é normal que haja uma tendência descuidada para aligeirarmos ou esquecermos determinados pormenores.

Ontem, o Benfica deu 4, podia ter dado o dobro, e pronto, passa-se uma esponja no nojo do apito e o rapazola passa incólume no “exame” da Luz.

Não!

Por mim, e na sequência do meu post sobre esta “peça”, este malabarista do apito já ficou marcado com a chancela habitual – irá preencher mais um lugar na galeria dos mais procurados do “far west” dos apitadeiros

Pelo que se viu ontem, quem quer singrar na carreira de “apitadeiro” necessita de o demonstrar exuberantemente ao “patrão” Vítor Pereira e aos seus influenciadores, melhor, observadores.

E nada melhor do que 56.155 espectadores e umas centenas de milhar pela TV para o fazer. Hélder Malheiro não desperdiçou essa excelente oportunidade mediática.

O desplante foi vergonhoso. Malheiro usou e abusou dessa desfaçatez. Com os jogadores do Vitória de Setúbal a distribuir “lenha” da grossa e à tripa forra – só como exemplos mais flagrantes e escandalosos, Igor aos 29’ sobre Bruno César e Anderson do Ó aos 32’ sobre Óscar Cardozo – estreou-se só a os 39’ com o primeiro amarelo da noite, mas exibindo-o a um jogador do Benfica, mais concretamente ao “Tacuara”, por desentendimento com Ricardo Silva – um violento caceteiro desde os seus tempos impunes em que jogava pelo fruta corrupção & putêdo.

Hélder Malheiro foi complacente, habilidoso e subreptício. Uma arbitragem cujo objectivo foi o de agradar claramente ao “sistema” teleguiado por “Palermo”.

Por fim, arrancou o óscar de que precisava, um “troféu” de caça para mais tarde recordar – Óscar Cardozo expulso.

Esta expulsão tem a exacta dimensão mediática para o projectar na carreira do apito. Foi um procedimento manhoso, mostrando as “imparcialidades” do costume, mas sempre em desfavor do Benfica.

Se Óscar Cardozo tivesse tentado, e só tentado a simulação, é mais do que óbvio que não teria saltado por cima do guarda-redes setubalense – tê-lo-ia feito, arrastando os pés sobre o corpo do guardião. Desportiva e lealmente saltou e caiu do outro lado.

A análise do apitadeiro foi exagerada, tendenciosa, numa tentativa, esta sim, clara, de simular a sua “isenção” em campo.

Como nota final, refiro que é lamentável que esta atitude do rapazola do apito tenha sido corroborada por um EXECRÁVEL BARDAMERDA num programa televisivo após o jogo - um procedimento abastardado e recorrente dessa "besta alagartada" que já tinha tido início no jogo que o Benfica fez em Guimarães, onde esse aborto de cumentadeiro acolitado por um cerdo com cara de bébé chorão se espalhou anti-Benfiquísticamente a todo o comprimento.

  
GRÃO VASCO

2 comentários:

Águia Eterna disse...

Caro e Glorioso Benfiquista GRÃO VASCO. Estou totalmente de acordo com esta tua análise aos incidentes do jogo BENFICA-v.setúbal, mais concr4etamente à APITADORAGEM HABILIDOSA do tal hélder malheiro.
Tudo o que dizes é a mais PURA VERDADE, mas o que mais me IRRITA é que só nos Blogs e na sua massa anónima de Sócios e Adeptos o Nosso BENFICA tenha quem o DEFENDA e diga a VERDADE das coisas chamando os BOIS PELOS NOMES, e EXIGINDO VERDADE E TRANSPARÊNCIA.
Ai se NÓS BENFICA, em vez de um Vieira que nada sabe dizer a não ser LAMENTAR-SE e "berrar" contra os próprios Benfiquistas quando as coisas começam a andar mal para o lado dele, tivéssemos um PRESIDENTE com a GARRA, INTELIGÊNCIA, PODER DE ANÁLISE E COMUNICAÇÃO, BENFIQUISMO, etc,etc,etc,etc, que tem este Nosso Gloriosíssimo GRÃO VASCO.
Aí sim, tenho a certeza absoluta que os apitadores - escrevo apitadores porque em Portugal não temos Árbitros - pensavam não duas mas mil vezes antes de tentarem PREJUDICAR e ROUBAR o Nosso Inigualável Clube.
Infelizmente por mais que me esforce a tentar ver HOMENS a SÉRIO nesta Nossa Direcção, Homens da FORÇA, GARRA, BENFIQUISMO, etc, etc, etc, de um DUARTE BORGES COUTINHO, JOAQUIM FERREIRA BOGALHO, etc,etc,etc, ... não consigo. O que vejo em representação do Nosso BENFICA, a começar pela sua Presidência é gente minorca, resignada, conformada, medrosa, que vê desde há largos anos o Nosso QUERIDO BENFICA a ser vilipendiado, gozado, roubado, etc,etc,etc, praticamente em todos os jogos e ninguém diz nada de nada. Aceitam tudo como CONDENADOS À FORCA. Caro GRÃO VASCO, sou BENFIQUISTA 100000000000000%, capaz de TUDO pelo MEU BENFICA, e por isso não me revejo nesta gente MEDROSA E INCAPAZ que está na Nossa CADEIRA DO PODER.
Caro GRÃO VASCO, qualquer apitador, mesmo não sendo CORRUPTO, em 10 lances que lhe possam deixar dúvidas por exemplo num jogo BENFICA-fóculporco, apita 9 vezes a favor do porco e só uma a favor do NOSSO BENFICA. Então, pergunta-se: E porquê???!!! A resposta é simplissíssima, e aqui vai ela:
É que os apitadores sabem que se bufarem no apito contra o porco, o bimbo da bosta e toda a sua estrutura fala, fala, fala, berra, berra, vocifera, etc,etc,etc, contra ele, apitador.Pelo contrário se apitar contra o Nosso BENFICA, seja uma ou mesmo 10 vezes em 10 lances, NÓS, BENFICA, como temos um presidente e direcçãozinha que são uns COITADINHOS, CALÁMO-NOS bem caladinhos, com o rabinho entre as pernas, resignadinhos, conformadinhos, etc,etc,etc,..
Depois vimos Nós BENFIQUISTAS SOFREDORES descarregar a Nossa ira, frustração e impotência contra estes ROUBOS e não somos capazes de EXIGIR à Nossa Direcção que DEFENDA EFECTIVAMENTE O BENFICA. Estou farto de ter gente na Direcção que apenas se sabe lamentar e dizer: JÁ ESTAMOS HABITUADOS A SER ROUBADOS". Ora isto é RESIGNAÇÃO, CONFORMISMO, DERROTISMO, etc,etc,etc,
Gostaria de conhecer o teu ponto de vista sobre esta situação.
Um abraço carregado de BENFIQUISMO PURO E SADIO.
BENFICA, SEMPREEEEEEEEEEEEEEEE.

P.S. 1 - Quem não se sente não é FILHO DE BOA GENTE.

P.S. 2 - QUEM CALA CONSENTE.

Os dois AXIOMAS acima citados caracterizam na perfeição o Presidente L.F. Vieira e a sua Direcção.
BENFICA, SEMPREE,SEMPRE,SEMPRE,SEMPRE.

BENFIQUISTA CORACAO disse...

ELE IA COM A LICAO ESTUDAD

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...