17.8.17

Chiça!... O litro do cuspe está caro!



…E por este andar ainda vai subir mais!



GRÃO VASCO


16.8.17

A cobra cuspideira “matou” o Arouca



A chuva de perdigotos passou a partir de hoje a chamar-se vapor de cigarro electrónico.

Afinal o CUSPE compensou!


GRÃO VASCO


As verdades escondidas do insolvente



Este é a capa do livro que Chico Trampas, “O Insolvente”, tem publicado regularmente, com edições especiais de curta tiragem, para aqueles que só agora começaram a debutar naquele grémio cujos equipamentos têm um padrão às riscas azuis e brancas, tipo barracas de praia e que durante 30 anos a fio se dedicou ao tráfico da “fruta”, à corrupção e ao putêdo e a todo o tipo de manigâncias, roubando títulos atrás de títulos no panorama desportivo e futebolístico nacionais.

Na sua apresentação desta semana na TV corrupta da Palermo portuguesa, para disfarçar a coisa e servindo-se disso como exemplo, Chico Trampas referiu-se a um tal encosto de cabeça do Luisão a um árbitro qualquer como sendo coisa de gravidade extrema.
O pior foi quando mostrou a capa deste livro e todos observaram uma turba ululante e ameaçadora de selvagens azuis e broncos em perseguição de José Pratas. Mas a coisa não ficou por aqui. Em vários capítulos, verificou-se que tudo isto contribuiu para um clima de terrorismo, a norte, que perdurou mais de uma trintena de anos e que ainda hoje tem os seus resquícios. Histórias como aquela em que o árbitro Carlos Valente levou um par de chapadas de uma alternadeira, mulher de um dirigente corrupto, nos corredores dos balneários da Antas quando César Brito encavou o grémio da fruta com duas batatas que deram o título de campeão nacional ao Glorioso de Portugal ou a agressão de Deco a um árbitro, atirando-lhe com uma das suas chuteiras à cabeça são exemplos flagrantes de que o terrorismo, a coacção, as ameaças, a infâmia, a mentira, a trapaça, o crime moraram sempre nesse antro medonho do Freixo da Palermo portuguesa que é covil do dragão. A tramóia que engendraram para inculpar Francisco Silva das chantagens que o grémio da fruta fazia sistematicamente com os árbitros, os quinhentinhos de Guímaro, as simulações de sodomia que encenavam nos corredores do estádio antigo, o GPS do papaputas e a casa iluminada da Madalena, as ameaças às famílias dos apitadeiros, tudo está nesse livro de “boas maneiras”.

Luisão, afinal, comparado com esta corja de autênticos terroristas do desporto e do futebol é um menino de coro.

O resto, à terça-feira, no canal corrupto, é palha e vianda para alimentar burros e porcos de uma estrebaria onde um gajo se suicidou com uma pistola no bolso …e que nunca foi encontrada.


GRÃO VASCO

15.8.17

Um bronco-analfabeto da côr-do-ranho



Têm sido várias as tiradas do Manuel Fernandes… mas o que ele diz tem tanta validade como eu dizer que é o pior comentador televisivo e que foi dos piores funcionários do Sporting.
Estes comentários vêm afectar a equipa. Ajuda a branquear dois anos terríveis no Sporting, e neste momento está muito preocupado? Não o preocupou ter tido jogadores como Boulahrouz, Pranjic...
Ele sabe que a sua credibilidade ajudou a branquear durante dois anos os problemas. O Manuel Fernandes é uma vingança clara de uma situação que eu já ultrapassei há muito tempo e ele não... Vir atacar o património do Sporting, o trabalho que estamos a fazer de forma como não fizeram quando cá esteve..."bruno de carvalho, presidente do lagartêdo.

Entre aquela cangalhada toda de cinquenta anos de frustrações, confusões e quinze anos de abstinência, vislumbro no Expresso dos bardamerdas o último atrelado. Lá, porcinos barrigudos e de pêlo albino às marradas, acotovelando-se, cagando o estrado aos roncos, encafuados em míseros pijamas às riscas verdes e brancas, vão esgravatando e esfocinhando contra o Benfica. Eles urram, roncam, ladram, cospem, estrebucham, esperneiam nesse chafurdo imenso. Tresanda o cheiro a merda de pocilga e a falsidades. Nesse lodo, nessa lama, jogar a porcaria para cima do Benfica é o passatempo dessa vara incorrigível.

Agora é o disco do computador do mestre dos folclórios e fabricante de peaners que afinal é uma disquete que continha os segredos de um mágico falhado e que foi manipulado por um técnico a quem o Benfica pagou uma fortuna para fazer o trabalhinho de a descodificar.
Até dão vontade de rir, tantos delírios!
Só falta dizer agora que afinal, o cérebro do Rod Stewart da Amadora foi roubado por osmose pelo Pedro Guerra e pelo Paulo Gonçalves, acabando por ser transplantado à sorrelfa pelo médico benfiquista Bento Leitão e colado com cuspe electrónico no encéfalo do Rui Vitória e que tenha sido por isso que este “limpou” mais dois campeonatos para o Benfica!
Para os cartilheiros do fôsso vale tudo! Mas mesmo tudo!
E o pior exemplo desta vara de porcinos é um bronco-analfabeto que no seu destrambelho vocifera e cospe à toa, todo um chorrilho de disparates. Mostrando um desrespeito deplorável, um ódio e uma raiva cega ao Benfica.
O labrego de Sarilhos Pequenos, na sua pequenez, não consegue sair do atrelado. Entrou, saiu humilhado e difamado, e entrando novamente, mandou às malvas a dignidade e a decência. Agora e já há algum tempo a sua postura é mais canídea – pulguento, põe-se em bicos de pés nos quartos traseiros com a língua de fora e lambe, sempre que pode, a mão ao dono!


GRÃO VASCO


Lá vai ela…



Este é o bilhete-postal ilustrado que foi enviado ontem à noite por Seferovic, Rafa e Pizzi, para aquela rapaziada discriminatória, xénofoba e racista da direcção do Chaves que veste de azul corrupto e da cor-do-ranho, reles anti-Benfiquistas que pelo seu ódio ao Glorioso e que pelo seu mau-receber e hostilidade, proibiram os adeptos do Benfica de entrar com os adereços identificativos do seu Clube – cachecóis, bonés, camisolas, etc. – na bancada dos sócios flavienses, acicatando ainda mais os seus prosélitos, não simpatizantes do Benfica. É assim que se tenta criar um clima de cortar à faca com o objectivo de condicionar de todas as maneiras o jogo de forma a evitar que o Benfica vença. Ontem, tiveram o azar de chupar o golo aos 92’ – outra vez aos 92’? – de ouvir o clamor brutal e final das Gentes Gloriosas e de ter uma noite mal dormida e cheia de azia, onde nem o bicarbonato de sódio fez efeito. Foi a mesma coisa que depois de terem sido bombardeados por artilharia constante durante 90’ terem morrido gordos aos 92’ com uma valente trancada na cornadura.
Nem o superdragão Sousa lhes valeu com mais uma prestação manhosa e premeditada!

Para eles vai o meu desprezo total.
A Luz espera-vos, na certeza de que se o procedimento não for coerente e igual em relação a todos os clubes que joguem no Municipal de Chaves, as retaliações por parte de todos os Benfiquistas serão proporcionais ao acto canalha que a direcção do Chaves cometeu.

Esta atitude miserável de anti-Benfiquismo primário causa e causou mal-estar entre os Benfiquistas de Chaves e entre os próprios Flavienses que têm simpatia por ambos os clubes ou mesmo que admiram o Benfica como uma Instituição que honra o nome de Portugal pelo Mundo. Com tantos adeptos do Benfica no estádio, o Clube maior que Portugal mostrou a sua força e deixou uma mensagem bem clara – as canalhices moram no norte, na Palermo portuguesa, mas não são o Norte! O Norte é Benfica!

Lá vai ela, a redondinha!
…E mais três pontos no bornal!
Siga!



GRÃO VASCO


Melão à Seferovic



Dizia o Luisinho fruteiro que “se o jogo fosse daqui a algumas jornadas seria diferente”.
Pois terá essa grande oportunidade quando defrontar o seu grémio de coração azul e bronco e o grémio do lagartêdo.
Aí sim, aí é que eu quero ver se tem tomates para ganhar esses jogos.
Mas de “ses” está o mundo cheio. E a verdade é que se a avó do Luisinho tivesse tomates provavelmente teria sido o seu avô!
Até lá, ele e uma corja que pulula pelos esgotos do futebol, e refiro-me à pandilha de talibãs da fruta e do cuspe vão ter de engolir umas boas talhadas de melão à Seferovic!

Também podem oferecer umas duas ou três ao manhoso do Jorge Sousa. Uma palavra para o apitadeiro - indecente!

Sábado lá vem outro andrade imbecil. Siga!


GRÃO VASCO



14.8.17

Tudo por tudo para lixar o Benfica!



Se no Benfica contra os brácaros na Luz, Carlos Xistra foi “acompanhado à guitarra”, na cabine do VAR, pelo impoluto Fábio Veríssimo – que ontem em Tondela fechou tanto os olhos à violência, que até deixou o jogador fruteiro Felipe em jogo até ao apito final - “esquecendo-se” ambos de marcarem 2 penaltys contra o Sp. de Braga, logo à noite em Chaves, iremos assistir a outra sessão de Fados do Fontelas, com este artista ex-superdragão, o “consagrado” Jorge Sousa a ser acompanhado por dois fiscais-de-linha de duvidoso calibre e no VAR, por esse rouxinol do lagartêdo de nome Tiago Martins.
Não esquecer que na Supertaça, Arturinho a Dias foi acompanhado pelo VAR Hugo Miguel.

O Benfica terá de jogar muito para vencer este jogo. Muito mesmo!
Aqui fica o alerta, pois esta 2ª jornada já indicou vergonhosamente que o lagartêdo e o grémio da fruta tudo farão para tentar apear o Benfica do topo, nem que para isso se marque um penalty escandaloso na espelunca do fôsso do lagartêdo e que se evitem expulsões como a de Felipe em Tondela!

GRÃO VASCO



12.8.17

Penalty! Que isto é um assalto!



Após o apito final de Paixão no jogo de ontem entre o lagartêdo e os chocos que nas estações de rádio e TV, nas “inácios TV’s”, nos facebooks do cuspe, nas emissoras regionais alagartadas, tresandava a uma mescla de vigarice e merda!
Hoje, nos jornais, a mesma canalhice, a mesma filha-da-putice!

Das latrinas desses locais gritava-se bem alto a legalidade do lance que garantiu mais três pontos aldrabados ao lagartêdo. Locutores, paineleiros e outras amibas da cor-do-ranho mexiam e remexiam na porcaria mais evidente das últimas épocas – um apitadeiro completamente condicionado, borrado de mêdo e impelido pela conveniência tinha apitado para penalty contra os chocos aos 86’, receoso da violência verbal e ameaças da pandilha comunicacional do fôsso.
Bas Dost atirou-se literalmente para cima do defesa e aparatosamente fez uma acobracia digna de um artista de circo.
Uma falsidade em que todo o lagartêdo desonestamente incorreu.
Uma falsidade validada pelo VAR.
Vale tudo na tentativa de serem campeões.
Uma roubalheira inacreditável. Uma bost(a)!

Por último uma referência às declarações cobardes de Couceiro.
Outra vergonha numa noite em que o 1º assalto no fôsso do lagartêdo foi legitimado de uma forma absolutamente espúria e mentirosa.



GRÃO VASCO


10.8.17

O expresso do nicolau




O comboio a vapor - vulgo a cuspe - do lagartêdo está empestado destes espécimes. Uns vão na carruagem da frente a imaginar putas de galas e a pensar em como pagar festas de casamentos de arromba e em como “comer mais umas gajas do secretariado”.
Logo a seguir, atrelada e de mão dada, vem uma carruagem dourada, carregada de peaners & folclórios para os papalvos leoninos encherem a pança de ilusões e de paletes de jogadores contratados e a contratar, pois os que agora não prestam já ficaram no relvado adjacente à estação de partida, a treinar à parte e durante otchentcha e otcho minutos. Na terceira, aparece um revisor sem pescoço, semelhante a um matraquilho de feira, ressaibiado como a puta que o pariu, a lançar umas fatwas ao Benfica e a cobrar bilhetes de pequeno-almoço a uma trupe de indigentes mentais e canetas de aluguer, ávidos por uma cacha que lhes garanta umas moeditas ao fim do mês.
É assim o Expresso dos bardamerdas

Mas falta falar dos fogueiros. O exemplar acima mencionado é um deles. Não satisfeito com as alarvices políticas televisionadas e escritas, vem agora armar-se em corrector do VAR arengando umas quantas patacoadas, alertando, aqui d’el rei, que o VAR tem óculos encarnados. Este idiota não tem mesmo vergonha na focinheira. Será que já se viu ao espelho e não reparou que usa óculos tão verdes, tão verdes que o transformam num autêntico pascácio futeboleiro obsessivamente anti-Benfica?
Mas há que ter cuidado com este tipo de espécimes. São do piorio.
De uma ordinarice, canalhice e desonestidade intelectuais quando se trata de falar no Benfica, dos seus jogos ou das suas Gentes. Para esta gajada o Benfica manda em tudo, é beneficiado em tudo e ainda por cima é favorecido pelo VAR.
Seria bom que estes fogueiros tivessem vergonha naquilo que vomitam através de uma simples caneta. Uma mente enviesada e prenhe de inveja faz parte do ADN desta triste gentalha futeboleira.
E lá vão eles, um bando de idiotas que se substituem a cada viagem, pisando o carvão no atrelado logo atrás de uma locomotiva aos soluços há quinze anos, hoje novamente facebookiana, não vislumbrando um horizonte limpo, pegando na pá e lançando constantemente achas para a fornalha, com as fagulhas a pegar fogo a tudo por onde ela passa.

Quando um triste deste calibre se abriga sob um artigo de opinião para vomitar uma série de bacoradas sobre o jogo ontem efectuado na Luz, inventando filmes e omitindo cenas reais, teremos obrigatoriamente de desmascará-lo. O artigo de opinião na tribuna expresso escrito e publicado por este fogueiro da cor-do-ranho, acima mencionado no título e cujo link vos direcciona de imediato para o artigo completo, demonstra bem o fanatismo e a cegueira que o jejum de tantos anos provoca e uma inveja dos êxitos do Glorioso Benfica que o carcome por completo.
É assim, o Expresso dos bardamerdas…


GRÃO VASCO








PS – o blogue Hugo Gil refuta todo o chorrilho de alarvidades deste fogueiro, explicando muito bem o que é e como funciona o VAR e provando como este bando de bardamerdas consegue, baseado em truncagens e falsificação de imagens, construir narrativas absolutamente miseráveis. Vão lá e leiam com atenção o post sobre este tema.

C’a ganda passe, ó Mano!




O FADO DO DESBLOQUEADOR

Uma época grandiosa, viemos aqui desejar,
Atenção Emanuel que a bandeja vai rodar!

Podia ter sido o Soares ou mesmo o Aboubakar,
Mas o que interessava era mesmo, a puta da bola entrar!

No dragão é mais do mesmo
Vai por mim qu'eu não te engano,
Forçou-se assim o destino,
Com letra e música de meu Mano!

GRÃO VASCO


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...