10.2.12

A solução vitoriosa


O dossier dos direitos televisivos sobre os jogos do Benfica é, talvez, a questão mais delicada e difícil que Luís Filipe Vieira teve até agora como presidente do Benfica.

Não vou atolar-me no emaranhado que será o clausulado do contrato com a Olivedesportos, nem fazer cálculos de audiências televisivas aos 15 jogos que o Benfica tem por época para o campeonato da Liga, nem sobre publicidades estáticas no estádio da Luz, nem tão pouco falar em desperdícios “banais” como são os 5 milhões por Enzo Perez e demais minudências…

Há sim uma determinada visão estratégica com duas ou três linhas fundamentais que quero partilhar com os Caros e Gloriosos Companheiros.

No Benfica, toda a Oposição aguarda com expectativa a decisão de LFV em relação ao dossier Olivedesportos. Curiosamente, os seus apoiantes também.

Se questionarmos o Benfiquista comum, sócio e adepto como eu, sobre este tema, a sua opinião é mais que conhecida e há muito tempo. E é maioritária.

LFV tem uma noção tão exacta desta questão, que durante a sua entrevista televisiva desta semana na RTP 1, não abriu o jogo, limitando-se a dizer que haveria duas opções e que o “número” para a renovação do contrato com a Olivedesportos já o teria na sua cabeça.

Seja qual fôr o “número”, há mais questões que LFV não abordou e que são tão importantes como o tal “número” – as eleições no Benfica, em Outubro, a sua continuidade como presidente e a estratégia a desenvolver perante o condicionamento de uma cláusula do actual contrato com a Olivedesportos, em que qualquer que seja a verba acordada no futuro, logo o inimigo sediado em Palermo beneficiará de um contrato actualizado no valor de 80% do que aquele que for feito entre o Benfica e a Olivedesportos.

LFV ao efectuar qualquer acordo que seja com o amigo, conhecido pelo “Murdoch de Penafiel” e também amigo do pior inimigo do Benfica e de LFV, poderá estar a hipotecar a sua continuidade como presidente do Benfica.

LFV sabe isso tão bem, tal como o “número” que tem na sua cabeça.

E sabe também que qualquer que seja o “número”, a decidir-se por essa opção, estará a beneficiar o seu inimigo “mortal”.

Só não entendo muito bem a “pressa” para resolver este dossier. Admito que talvez tenha a ver com uma futura iniciativa da Liga - através das medidas que o seu novo presidente, em consonância com quem o apoiou, quer implementar - ao tentar negociar os direitos televisivos dos clubes das duas ligas na globalidade e assim o Benfica por antecipação, salvaguardar aquilo a que efectivamente tem direito pela sua dimensão e mercado, não desbaratando milhões para inviáveis "sem-abrigo" não geradores de receitas, chefiados pelos fiúzas deste país.

Em suma, a solução vitoriosa, para o Sport Lisboa e Benfica, para os Benfiquistas e para LFV é, na minha modesta opinião, a Benfica TV.

Custe o que custar!


GRÃO VASCO

2 comentários:

Águia Skywalker disse...

Apoio, reitero e subscrevo!

Custe o que custar, o Benfica sairá beneficiado.
E acredito que não faltarão outros beneficiados, a começar pelos detentores da plataforma de suporte(MEO-PT), e não faltará quem queira "associar-se" à marca poderosissíma que é o Benfica.
E podem até dizer que não percebo nada disto, veremos...

Águia Eterna disse...

Caro GRÃO VASCO, como todos sabemos o o futebol do Nosso Benfica está representado por uma SAD. Ora como se sabe uma SAD é uma empresa, e neste caso até uma empresa cotada em Bolsa. Queria que alguém me explicasse como é que alguém exterior a essa empresa/SAD - neste caso a Liga, que não é mais do que uma espécie de associação de clubes - tem o direito de negociar direitos de televisão ou até qualquer outros, em nme da referida empresa/SAD, se não for da própria vontade dessa empresa/SAD, que assim seja.
Caro amigo, o BENFICA, através da sua SAD é DETENTOR ÚNICO E LEGAR de todos os ACTIVOS DESSSA SAD, sejam eles direitos televisivos, passes de jogadores ou o que quer que seja. Por isso não é possível que a tal Liga tenha alguma vez o direito de negociar os direitos do BENFICA como se os mesmos pertencesssem à Liga. O que a Liga pode fazer é negociar em conjunto os direeitos de diversos clubes ou Sads desde que esses mesmos clubes ou sades estejam de acordo. Os que não estiverem NUNCA PODERÃO SER OBRIGADOS a tal coisa que seria no mínimo uma PREPOTÊNCIA e uma anexação DOS DIREITOS DE QUALQUEL clube ou sade que não estivesse interessado em negociar conjuntamente.
Parece-me que os BENFIQUISTAS se assustam com qualquer coisita. INFELIZMENTE.
Olha, amigo, para mim o NOSSO BENFICA DEVIA MANDAR esses PORCOS da sporcosTV às malvas e passar a transmitir os seus próprios jogos, nem que por exemplo a sporcostv oferecesse 20 milhões e nos primeiros anos a BENFICATV só pudesse pagar ao Benfica SAD 15 milhões, e com os anos seguintes esse valor poderia crescer se tudo fosse bem planeado. Os cinco milhões a menos no exemplo que dei eram fácilmenta absorvidos com a dispensa de alguns jogadores a mais no palntel e uma gestão masi criteriosa e fazendo uma verdadeira campanha para que a Nossa CATEDRAL tivesse sempre no m ínimo 50.000 espectadores. Valia bem o esforço e a sporcos tv sem o BENFICA iria perder muito dinheiro e também já não poderia para ao fóculporco o que eles agora recebem.
Esta é a minha OPINIÃO. Gostava de ver o que tens para dizer, tu, caro GRÃO VASCO, a quem reconheço capacidade e competência na análise desta e de outras questões.
UM ABRAÇO. VIVA O NOSSO ETERNO E INIGUALÁVEL SPORT LISBOA E BENFICA.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...