19.3.12

Grunhidos de cêrdo



A vara saiu à rua. Foi passear e até tirou uma foto de famiglia que embeleza e de que maneira a folha online do censor. Não, não confundam, não é a que encima o post.
Todos juntos, como numa camioneta de carreira para a Madalena. Destaque para as sapatilhas deles. Calçam-lhes bem as patas. As do cêrdo-mór até têm atacadores azuis, a condizer. Ai, brasuca, a quanto obrigas!...

“Genial, presidente, genial!” – como dizia o outro, o seu delfim.


E o título?
Queres dizer a taça?
Não, o título da foto!
Ah! O título da foto, ok… Já está – “a parolada foi a basket”!
Assim está bem.

No final as declarações e a baba. Ou melhor, o falso ronco do cêrdo-mór.

O cêrdo grunhiu, e com os grunhidos lá vieram os avisos subliminares ao Bitó dos Pífaros para Paços.
Lá, onde são feitas as cómodas da Madalena e as alcovas de Santiago, é preciso um Proença ou um Sousa. Andam os dois mal do pote. Vai o Artur ou o Vasco, porque o Xistra já não pode…
Lá, sim, lá é que é preciso, porque amanhã, na Mouraria aquilo não faz parte, nem interessa para o orçamento. É só para entreter. Neste ano miserável de tostões curtos, o que está a dar é o campeonato, senão para o ano, népia!
Ah, pois é! É que as tranches belgas, as dívidas nas amadoras e as contas pendentes estão a cair…

Assim, para a Luz, tanto faz. Onze “guardas-abéis” ou onze “pidás"…

Grunhidos curtos, é certo, pois os “cêrdos”, com alguma surpresa não estão sòmente acossados pelo “Satã da Mouraria”. Os “brácaros”, concebidos à sua imagem e semelhança estão a morder-lhes as canelas e espreitam o ceptro. E lá estarão, à espera dos seus homólogos na Pocilga da Falperra, onde falta a luz a meio e só há água fria. E não esquecendo que ainda haverá também uns ananases ácidos para digerir na Madeira, propriedade do sogro do presidente da liga…

A sul, o silêncio é de ouro, mas ensurdecedor que baste no túnel da Pocilga, onde faz mais ruído e ressonância que uma turbocompressora.
Ai, que o “Orelhas” está a tramar alguma!

Mas, descansem os morcões mais ansiosos. Se o “apito” falhar, não será só o cêrdo-mór a roncar. A marabunta de bácoros do Freixo lá estará, em côro, para sacudir a imundície.

Se calhar, mesmo com os “infiéis” ainda na Europa, irão ficar com ela agarrada à pele!


GRÃO VASCO

1 comentário:

roleta disse...

Muito bom :)

Amanhã Benfica vs Porto um jogo que parece estar a ser desvalorizado por alguns mas que na minha opinião terá impacto na classificação do campeonato...

é para ganhar.. Viva o Benfica!!!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...