18.1.15

Penafiel, o regresso ao passado!



Ontem à noite, o regresso ao passado em Penafiel!

Sinistro!

Mais uma vez o futebol foi jogado à lama!

 

Penafiel!

Terra de oliveirinhas.

Terra marcada pelo ferrete da corrupção no futebol nos inícios dos anos 90.

Terra do Penafielgate.

Terra onde lourenço pinto, “o maquiavel” do grémio da fruta e da Palermo portuguesa estigmatizou o apitadeiro algarvio Francisco Silva para a vida toda, ao escolhê-lo como vítima estúpida de uma atroz mascambilha.

Terra escolhida para a realização de um caso de corrupção na tentativa de branquear escândalos sobre escândalos na arbitragem, pagando um pequeno delinquente pelos maiores bandidos, mentores dessa inenarrável escandaleira. Uma estratégia obscura e tenebrosa que teve a sua génese em elementos do grémio ligado aos cheques para árbitros, aos quinhentinhos, aos silvaninhos, às viagens ao Brasil pagas aos árbitros e respectivas famílias – as famigeradas calheiradas - à “fruta para dormir”, a prostitutas e “deusas” brasileiras, ao 14º andar da torre das Antas, ao Apito Dourado.

 

Ontem, os protagonistas foram outros.

Artur Soares Dias & sus muchachos, um apitadeiro que em pleno Antro da Corrupção teve o atrevimento de oferecer a sua camisola a um seu “admirador” que se encontrava entre o público presente. Rui Quinta, um prosélito da doutrina do Apito Dourado integrante da execrável pandilha do Freixo. E Lopetegui, um lambe-botas aparvalhado que também “lambe” fruta, com um descaramento próprio de um ignorante de triste figura.

 

E foi assim.

Três golos do grémio da fruta corrupção & putêdo, vulgo fcp, que foram três tiros de morte na verdade desportiva.

 

Ontem, num campo de futebol em Penafiel cantou-se o hino à mentira, à coacção e à corrupção. Relembrou-se, encenou-se e ressuscitou-se um passado vergonhoso, onde como sempre, o grémio condenado por corrupção tentada teve um papel de estrela principal.

 

Os penafidelenses, o povo penafidelense não tem culpa nenhuma disto!


GRÃO VASCO


2 comentários:

Anónimo disse...

E VÃO 3 JOGOS COM COLINHO SEGUIDOS
PARA OS CALIMEROS:
QUE GRANDE ANDOR VERDE

O RIO AVE FOI A ÚLTIMA VITIMA
«Não podemos tolerar o que se passou», diz diretor desportivo
Miguel Ribeiro, diretor desportivo do Rio Ave,
foi o porta-voz da indignação vila-condense
no final do encontro com o Sporting."

VERDADE DESPORTIVA?????
EHEHEHEHEHEHEHEH


ENTRETANTO
CARREGA JESUS NESSE ARTISTA
QUE JÁ SE QUEIXAVA ANTES DO JOGO
QUERIA JOGAR POR FORA
COM SERMÃO ENCOMENDADO

«Treinador do Marítimo quis jogar por fora e ficou bloqueado»
- Jorge Jesus

Na antevisão ao jogo com o Benfica, Leonel Pontes
alertou para «os bloqueios e faltas» os encarnados
no ataque. Após a partida nos Barreiros, que terminou
com goleada (4-0) da equipa visitante, Jorge Jesus diz
que o treinador do Marítimo que ficou... «bloqueado».

«O treinador do marítimo quis jogar por fora
e isto tem de ser jogado por dentro.
Foi isso que ele disse e ficou todo bloqueado»,
disse Jorge Jesus em conferência de imprensa,
depois de fazer a análise ao jogo.

O SENHOR ESTAVA COM UM GRANDE MELÃO
DEVE TER PROMETIDO ALGUMA COISA A ALGUEM
E NÃO CUMPRIU

Anónimo disse...

DEDICADO AO SR JORGE MENDES

«Bola de Ouro para Ronaldo é um absurdo» - Cruyff
Redação
A- A A+

Johan Cruyff, figura de peso da história do futebol holandês e do Barcelona, considera um «absurdo» que Cristiano Ronaldo tenha conquistado a Bola de Ouro, uma vez que o internacional português teve uma participação discreta no Mundial.

Para Cruyff, que venceu o prémio em 1971, 1973 e 1974, Toni Kroos, médio do Real Madrid e da seleção alemã, fez mais do que Ronaldo para merecer a distinção de melhor jogador do mundo.

«Ao mais alto nível, é tudo uma combinação de talento individual e títulos. Desse ponto de vista, é absurdo que, pelo segundo ano consecutivo, tenha sido dado o prémio a um jogador que não jogou de forma excelente nem venceu a maior parte dos títulos. Em 2013, o Bayern Munique ganhou tudo o que havia para ganhar, e ainda assim Cristiano Ronaldo venceu o prémio ao invés de Toni Kroos ou qualquer outro jogador do Bayern. Em 2014, Kroos foi novamente determinante na equipa que venceu o Mundial, e ainda assim ele não ficou nos três finalistas. Ronaldo foi simplesmente um espectador no Mundial. Já não consigo levar este prémio da FIFA a sério», disse Cruyff, em declarações ao diário holandês De Telegraaf


«No meu tempo possivelmente havia jogadores melhores que Ronaldo e Messi» - Figo
Redação
O antigo internacional português Luís Figo, que passou por clubes como Barcelona e Real Madrid na sua carreira, teceu elogios ao compatriota Cristiano Ronaldo e ao argentino Lionel Messi, mas defendeu que, na altura em que ainda jogava, a fasquia estava mais elevada.

«Messi e Ronaldo são jogadores que marcam a diferença por estarem acima dos demais. No meu tempo, tive a felicidade de jogar ao lado de grandes jogadores e de defrontar grandes jogadores, possivelmente melhores que Ronaldo e Messi», disse Figo, durante uma ação promocional.

Para o português, há «um domínio, quase um monopólio, das duas equipas mais fortes de todos os tempos, o Real Madrid e o Barcelona», embora o antigo jogador formado no Sporting admita que Chelsea e Bayern Munique podem intrometer-se na luta pelo título de futebol europeu.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...