30.1.15

Um valente “puxão de orelhas”!



No meu tempo de escola primária, os problemas disciplinares e comportamentais da classe eram resolvidos com rapidez e facilidade. Quando algum engraçadinho se atrevia a sair fora dos eixos, o nosso professor agarrava firmemente nas duas orelhas do transgressor – para ele não se colocar em fuga – e com muito jeitinho lá o colocava no seu devido sítio.

Uma terapia eficaz, “à antiga portuguesa” mas que trouxe quase sempre os seus frutos no futuro a longo prazo, para uma maioria significativa dos seus alunos.

Claro que houve sempre os incorrigíveis corrécios e os incuráveis calaceiros. Estes, verdadeiros percursores dos astronautas, de tanto “treino”, já tinham tamanhos calos nas orelhas que se conseguiam aguentar pelo menos, dez segundos suspensos na atmosfera, desafiando já, nessa altura, as leis da gravidade. Casos recorrentes e sem solução, com o professor a passar-lhes guia de marcha frequente para o alpendre ou o pátio do recreio da escola, onde poderiam exercitar as suas habilidades, manuseando uma “fisga”, munidos de castanhas-da-índia, na caça aos pardais. Depois bem, depois, acabavam por ir muito cedo engraxar sapatos ou varrer o lixo das ruas.

 

Vêm estas pequenas recordações da minha infância à minha memória, porque não pretendo ver o Rui Santos, o catraio abusador do Tempo Extra da SIC notícias, de “fisga” em punho a tentar acertar nas orelhas do LF Vieira, no umbigo do Jorge Jesus ou na peida do Luís Duque, engraxando os sapatos ao Bruno Carvalho e recolhendo do respectivo penico corrupto, os dejectos do rei do peido da Palermo portuguesa e do seu esbirro, também companheiro de programa do rapazola, Rudolfo Reis. Também o que agora mais faltava, seria ver essa ridícula figurinha a fazer mais umas tristes cenas na TV.

Quero, isso sim, que alguém ensine esse garotelho a comportar-se sèriamente, sem falácias ou jogos de cintura, com honestidade, evitando manipulações grosseiras e deliberadas, omissões e branqueamentos nos programas da SIC notícias em que participa, principalmente no Tempo Extra, e onde com um desplante incomum e por vezes exibindo aquela sua horrível cremalheira em tons de gozo, vem fintando a verdade desportiva com a hipocrisia das suas verdadeiras mentiras, teorias conspiratórias sobre alianças imaginárias e espúrias e tabelas vergonhosas feitas à medida da sua pequena dimensão física e intelectual.

O seu instinto persecutório em relação ao Benfica é doentio. Raia os limites da indecência, e a forma inflamada como se refere a qualquer caso polémico do Glorioso, não tem paralelo com a brandura e a tolerância verbais com que trata os dos seus outros rivais.

 

Exemplos são aos pontapés. Quanto a tudo isto, o glorioso companheiro da blogosfera benfiquista, o “Coluna d’Águias Gloriosas” tem travado uma incessante luta sem tréguas contra Rui Santos, denunciando-o e escrutinando exaustivamente as suas intervenções dos respectivos programas, através de múltiplas publicações no seu espaço na net. É absolutamente mandatório que todos os blogues Gloriosos procedam em conformidade e participem na denúncia do jornalista desportivo mais abjecto, mais sectário, mais pseudo isento, mais anti-Benfiquista que a SIC tem, desmascarando-o com muitas situações que ele vai manipulando, escondendo e omitindo, com a conivência do seu comparsa de programas.

O que Rui Santos faz constantemente é velhacaria jornalística. Apregoa a maior competitividade do futebol português mas fá-lo sempre à custa de múltiplas alfinetadas ao Benfica, tentando achincalhá-lo e nivelar o futebol indígena por baixo. Ele não pode ver o Benfica na liderança, seja lá do que for – desde o campeonato até aos destinos do nosso futebol. Causa-lhe uma comichão mental imensa e provoca-lhe uma paranóia obsessiva que culmina em sistemáticos delírios verbais sobre Glorioso e suas Gentes. As suas historietas de insinuações baratas, como aquela, por exemplo, referente à lesão lombar do Júlio César, relacionando-a negativamente com o acto de contratação do Benfica, demonstram o calibre do animal.

 

Já não é a primeira, nem a segunda vez que abordo este tema aqui, no blogue. No entanto, tenho-o feito a espaços porque saturei-me de ver os programas do catraio, já que passava a maior parte do tempo a cognominá-lo com os adjectivos mais brejeiros do nosso léxico popular, impróprios para consumo doméstico.

 

A realidade está bem à vista e a indignação de muitos Benfiquistas limita-se a alguns desabafos e pouco mais. A impunidade e o despautério campeiam, pois a SIC notícias mandou, há muito tempo, o contraditório para as calendas e assim o espertalhão vai fazendo o que bem quer e bem lhe apetece nos seus programas.

 

NÃO PODE SER!

 

E para que não ocorram estas infâmias protagonizadas cirùrgicamente contra o Benfica, seria importante que Alguém Deontológica e Éticamente Responsável e Isento naquela estação de televisão colocasse o catraio nos eixos e lhe desse o tal “puxão de orelhas” tão necessário e terapêutico.

 

Não acontecendo esta situação, o Benfica tem uma TV, e muito embora compreendendo as razões comerciais subjacentes a uma postura de salvaguarda das audiências e de não-agressão a outras TV’s, respectivos jornalistas e seus programas, é neste caso inadmissível que perante um chorrilho de falsidades e manobras rasteiras, os nossos responsáveis pela estação e dirigentes – incluindo o nosso Presidente - andem a assobiar para o lado, e deixem passar em claro autênticos atentados ao futebol do clube sem recorrer ao contraditório com um programa proporcional em todos os aspectos no nosso canal televisivo.

 

Aqui fica o meu contributo, na certeza de que as publicações, imagens e outros meios que sejam disponibilizados na Net e respectiva blogosfera Benfiquista por todos aqueles que tècnicamente as coloquem, terão aqui, neste espaço e a partir de agora, as repetições necessárias para o desmascaramento de uma situação que actualmente se tornou insustentável para a maioria dos Benfiquistas.

 

“Para bem do futebol português…”, como diz tantas vezes o miúdo.

 

http://colunadaguiasgloriosas.blogspot.pt/2015/01/o-rui-santos-e-as-nomeacoes-para-o.html

 


GRÃO VASCO


5 comentários:

Anónimo disse...

Completamente de acordo.
Sugiro até, por exemplo, que na nossa BTV, no "há 10 horas" quandos e comenta a imprensa escrita, também se devidam comentar esses programas "paineleiros" a denunciar esse senhor e outros que tais... (vá lá, José Nuno martins, que gosto de ou ouvir, pois chama os bois pelos nomes, sem qualquer receio... oxalá leia este post/comentários.

Pelo Benfica SEMPRE
RA

Anónimo disse...

Há muito que insisto que se deve dar um valente banho e ensaboadela de pau de marmeleiro no caracolinhos para lhe lavar a mioleira que está repleta de esterco!

Anónimo disse...

Grandioso texto
E com grande oportunidade

A sorte desse rapaz que gasta
um metro de fazenda para fazer
um terno
calça, colete e casaco
é não viver em Viseu

É um dos poucos portugueses que nos tira do sério

É um individuo previsivel. Começa a falar e já se sabe onde tudo vai terminar. No ataque ao Benfica ainda que muitas vezes
feito de forma inviezada.

O sr dr Pinto Balsemão ou deve retirar este anti-benfica ou então
tem que colocar alguem que exerça o contraditório e o não deixe a falar sózinho.

Desde já me ofereço voluntário
e não cobrarei um céntimo

É por demais evidente que nestes últimos anos desde que o Benfica esteja na frente da classificação
lá vem a lenga lenga do costume: AS NOMEAÇÕES.

Já todos percebemos que ele quer condicionar essas nomeações para ver se o Benfica teria sempre a apitá-lo por exemplo:
Olegário
Xistra (neste último jogo esteve bem, FINALMENTE)
pROENÇA
sOARES dIAS
O Colina de Braga
etc

Esses é que eram bons
(ele sabe bem porque pede esses)

Ele deseja os Calimeros campeões, a seguir a frutaria, a seguir o Braga, etc e o Benfica NUNCA

porque ele ODEIA o Benfica

Quero que esse senhor denuncie os 6 a 8 pontos que o Sporting tem a mais só nas últimas jornadas

Como é possivel que este "artista" (artista porque tem arte) dos descomentários
fale num penalti do luisão no último jogo e não fale:
-dos 2 penaltis seguidos na mesma jogada cometido por Carrilho na Madeira????
-não fale dos 14,5 passos (esse escândalo que tem passado nos intervalos da chuva) que permitiu um golo em Braga
-não fale nos dois primeiros golos contra o Rio-Ave???
-Não fale no penalti perdoado contra a Académica???

Será que ele não viu??? É cego???

Claro que viu, mas não fala porque atingem o seu amado clube

Deus nos livre se fossem em favor do Benfica

Então e o abraço do sr Inácio ao sr Mota????
depois daquele Paços- Benfica???

SE fosse um director do Benfica a abraçar um apintador o que diria o "artista"

Já alguem viu alguma vez o sr Sheu a abraçar o Mota dos talhos???

Caracolinhos dedica-te à pesca

Fico à espera de denunciares estes MAMANSOS do teu clube

Se o não fizeres mostras a tua falta de isenção

e óbviamente quem não é isento não tem credibilidade para estar a mandar bilhetes numa tv

Se nós fossemos o Dr Balsemão há muito tempo que já estava a tocar tangos no olho da rua

Será que não vai mudar???
Ou pensa que quem está daqui é cego???

O que nos havia de ter saido na rifa!!!!Um grande cromo

Anónimo disse...

ALGUEM DA sic tem que meter este menino na ordem

O Benfica devia pedir para ter um benfiquista a falar sózinho como ele tambem na sic

O programa poderia chamar-se:

CAGARNOTEMPOEXTRA

Anónimo disse...

QUANDO AS VOTAÇÕES NÃO SÃO
FEITAS POR UMA COMISSÃO DE FESTAS OS RESULTADOS DÃO NISTO
:UEFA escolhe Bento como melhor guarda-redes português DE SEMPRE
00:02 - 31-01-2015
A- A A+ Os correspondentes da UEFA decidiram olhar para a história do futebol do Velho Continente e destacar os melhores guarda-redes de cada uma das federações representadas pelo organismo. Manuel Bento foi escolhido o melhor guardião português.

«O falecido Manuel Bento não era um guarda-redes típico. Com apenas 1.73 metros de altura, o número um natural da Golegã compensava com super-reflexos, frieza e atitude destemida. Apelidado de “homem de borracha” pela sua agilidade, fez 63 jogos pela Seleção de Portugal e jogou no Benfica para lá dos 40 anos. Pendurou as luvas em 1992 com dez campeonatos conquistados com as águias», lê-se no site oficial da UEFA, que recolheu o depoimento de Álvaro Magalhães:

«Era uma pessoa humilde e trabalhadora. Não era um futebolista exuberante e faltava-lhe algum sentido de estilo, no entanto, era tremendamente eficaz. Se, por exemplo, tivesse um dedo partido, encontrava outra fora para evitar que a bola entrasse na baliza.»

A UEFA destacou os seguintes guarda-redes:
Albânia: Perlat Musta
Andorra: Koldo Álvarez de Eulate
Arménia: Alyosha Abrahamyan
Áustria: Walter Zeman
Azerbaijão: Kamran Agayev
Bielorrússia: Mikhail Vergeenko
Bélgica: Jean-Marie Pfaff
Bósnia Herzegovina: Enver Maric
Bulgária: Borislav Mihaylov
Croácia: Vladimir Beara
Chipre: Nicos Panayiotou
República Checa: Petr Cech
Dinamarca: Peter Schmeichel
Inglaterra: Gordon Banks
Estónia: Mart Poom
Ilhas Feroé: Jákup Mikkelsen
Finlândia: Antti Niemi
França: Fabien Barthez
Macedónia: Blagoje Vidinic
Geórgia: Otar Gabelia
Alemanha: Sepp Maier
Gibraltar: Tony Macedo
Grécia: Antonis Nikopolidis
Hungria: Gyula Grosics
Islândia: Bjarni Sigurdsson
Israel: Yacov Hodorov
Itália: Dino Zoff
Cazaquistão: Kuralbek Ordabayev
Letónia: Aleksandrs Koliņko
Liechtenstein: Peter Jehle
Lituânia: Vladas Tuckus
Luxemburgo: Jonathan Joubert
Malta: Mario Muscat
Moldávia: Denis Romanenco
Montenegro: Dragoje Lekovic
Holanda: Edwin van der Sar
Irlanda do Norte: Pat Jennings
Noruega: Erik Thorstvedt
Polónia: Jozef Mlynarczyk
Portugal: Manuel Bento
República da Irlanda: Shay Given
Roménia: Ion Voinescu
Rússia: Lev Yashin
São Marino: Claudio Maiani
Escócia: Jim Leighton
Sérvia: Milutin Soskic
Eslováquia: Viliam Schrojf
Eslovénia: Samir Handanovic
Espanha: Ricardo Zamora
Suécia: Karl Svensson
Suíça: Marco Pascolo
Turquia: Rustu Reçber
Ucrânia: Olexandr Shovkovskiy
País de Gales: Neville Southall

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...