24.4.15

Juiz em causa própria…



Quem conhece o cadastro de Jorge Sousa como árbitro, sabe que a sua nomeação para o jogo da Luz no próximo domingo não foi por acaso. A escolha foi óbvia em função, não da sua isenção mas pelo seu histórico, com toda a canzoada azul e bronca e anti-Benfiquista da comunicação social a apregoar aos quatro ventos o superdragão do Lordêlo como o sucessor natural e o herdeiro legítimo do legado de Pedro Proença.

 

Jorge Sousa irá fazer o que sempre fez quando apita jogos do Benfica e neste caso com uma agravante – medir antecipadamente o poderio e a capacidade do Benfica versus o comportamento e performances do seu adversário, e em função da evolução dos acontecimentos, no decorrer do jogo, aplicar a golpada na hora exacta, sabendo que só assim poderá ser salva a época do seu grémio de coração. E aplicar a golpada será mesmo marcar o penalty que dará à agremiação corrupta da Palermo portuguesa, vulgo fcp – a possibilidade de atingir a liderança no campeonato nem que seja no tal minuto 92’, momento de tanto orgulho para uma cambada cuja memória selectiva é directamente proporcional à sua filha-da-putice.

 

O Benfica, JJ e os nossos jogadores sabem muito bem o que terão de fazer. Jogar para a vitória, não deixando respirar os seus inimigos e marcar depressa. Da parte dos adeptos o apoio será incondicional e gigantesco.

 

Todos sabemos o que nos têm custado momentos como este. Sabemos que haverá Jorge Sousa, o elixir milagreiro – o “Póvaxx” - que tantas vitórias trapaceiras (e tantos carecas…) tem dado ao grémio conhecido internacionalmente pelas suas mascambilhas corruptas, as habilidades e as exortações aciganadas, as parvoíces hispânicas de “ um topo gigio amexicanado”, as tretas dos pseudo jornalistas a mando de execráveis cerqueiras conhecidos pelos goebbells da Pocilga e seus lacaios, as encenações de despedidas provincianas e de recepções encomendadas alimentando utopias e branqueando tragédias, candidatura de ocasião, estatísticas manipuladas grosseiramente, enfim, as canalhices habituais compradas em supermercados e transformadas em peças museológicas de estimação no prostíbulo de D. Trogalho onde se cantam hossanas aos pintos corruptos desta vida, ocultando os bilhetes acalheirados de famílias inteiras para o Brasil e “deusas” como as hannahs danieles, celinas fonsecas e cláudias cristianos de araújos e demais proxenetas.

 

Portanto, meus Caros Companheiros Gloriosos, cabeça fria e inteligência emocional durante o desafio, em detrimento do coração e decerto que a vitória será nossa!

 

 

PS – Na conferência de imprensa de previsão ao jogo de domingo, espero que haja algum jornalista corajoso que pergunte àquele animal basco que deambula como uma marioneta, precàriamente e à toa pela Palermo portuguesa, se consegue ligar o nome de Jorge Sousa à frase em latim - in propria causa nemo iudex!

 

“Jorge Sousa – juiz em causa própria”

 

 


GRÃO VASCO


4 comentários:

Papoila Saltitante disse...

Meu caro já estava com saudades dos teus post... mais uma vez concordo em absoluto, é sempre um prazer ler os teus artigos.
O que mais me entristece é que mesmo na BTV andam a falar bem deste arbitro super-dragão... enfim, basta ao Benfica jogar o que sabe para vencer o jogo no domingo, assim o espero.

Obs.: Obrigado por as correcções no meu blog.

Jamal disse...

Este senhor quer por o Benfica a jogar com 10 o mais depressa possivel vale uma aposta?

Os jogadores do Benfica tem que ter muito cuidado e fazer um jogo focado na vitória e não responder ás provocações dos jogadores do porto.

GRÃO VASCO disse...

Caro Papoila,

Conta sempre comigo!

Saudações Gloriosas.
GV

Mikos disse...


Passo por aqui amiúde,leio mas raramente escrevo,porque assino todas as cronicas por baixo,elas são, exatamente o que penso sobre o desporto em Portugal,que não passa de um antro de mafiosos e corruptos em que a lei teima em não colocar no seu devido lugar.A comunicação Social servida por invertebrados e cobardes que não se atrevem a fazer ondas porque os dentes estão pela hora da morte.Ontem na televisão Pública RTP Informação,no 4-3-3,o moderador o Alexandre Santos (Um lagarto confesso) foi desencantar o Vitinho Pereira lá na Grécia e em vez de perguntar caso fosse isento,como achava que ia decorrer o jogo,a pergunta foi feita assim com total sem vergonha "Vitor o que tem que fazer o Porto para ganhar na Luz"?É preciso dizer mais alguma coisa?

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...