6.7.10

"O velho, o João e o burro"

O velho, o João e o burro, já sem a carroça, a caminho de Palermo



Desde aquela cena em que os “bravos da Pocilga”, se encheram de brios, mais parecendo um reles grupo de canto coral, tendo como solista principal, o espírito santo do Nuno, ladeado pelo Tigre da Malásia e pelo bronco da Marvel, e cantaram que eram o Fruta, Corrupção & Putedo, ainda não tinha visto cena mais hilariante.

É verdade!
Ontem, vi um burro a puxar uma carroça, e um carroceiro importado de Bergamo, Itália, ministeriàvelmente enfarpelado – um autêntico analfabeto encartado – a tentar guiar a carroça e a empurrar o burro, quando a carroça só tem marcha-atrás.
Ou seria o burro a empurrá-lo a ele?

- No, “Is my lóve”, isn´t my love, no! – balbuciou o encartado quando foi investido.

Lá saltou o primeiro fora da carroça, mas...voltou a tempo de reentrar!

E o velho, como sempre, a levar o burro pela arreata. Da capital para Palermo. E a carroça a ficar cada vez mais para trás…

- Ó João, “mortinho” para sair, não é? – perguntou maliciosamente o velho. E categòricamente rematou:
- Salta para o lombo do burro que ele leva-te!

Lá foi o segundo fora da carroça!

Chegada a Palermo. Com o burro pela arreata e com o João “mortinho” por entrar na Pocilga. E mais uma vez, o velho esfregando as mãos pela conquista da pérola que ele tanto cobiçou.
Meia volta que se faz tarde e retorno à capital. Sempre com o burro pela arreata.

Pode ser que no trajecto de regresso ainda salte mais algum fora da carroça… - riu-se baixinho o velho danado. E continuou:
- Assim queira o carroceiro puxado pelo burro. Ou é o contrário? Já nem sei…

A confusão é tanta para aquele asinino de crina ruça, que há um ditado que lhe assenta melhor que a albarda:
- “Burro velho não aprende línguas”.

Resta saber se o “morcego” importado de Guimarães vai fazer ou não do grémio do visconde falido, o grémio corrupto B ou C.

Ah, Giorgio, Giorgio, estás velho, mas continuas o incorrigível do costume!

GRÃO VASCO

5 comentários:

Potenza disse...

Olá Grão Vasco.

É a primeira vez que venho a este Glorioso blog e deixa-me dizer que gosto bastante.
Os meus parabéns a ti e a todos que nele participam.
Considero de facto engraçada toda esta questão do "anão", devido a vários factores.
1 - Não havia lagartixa submissa que no início da época passada não referissem que o "anão" e a "velosa" não valessem pelo menos 30 milhões cada um ...
2 - Não havia lagartixa submissa que não tenha feito berreiro pelo facto de o "anão" não ir ao Mundial.
3 - Os corruptos assumidos condenados compram um mergulhador "anão" para uma posição de força no meio campo por 11 milhões mais alguns "bocados" de outros jogadores, quando tem no seu plantel várias opções precisamente para esse lugar.
4 - Os corruptos assumidos condenados e media avençados exultam com o brilhantismo do negócio, ao passo que no ano passado o Javi Garcia era "caríssimo" e uma "opção de alto risco". Javi Garcia que é internacional em practicamente todos os escalões em Espanha foi muito mais barato do que o "anão", e nem mesmo os media avençados conseguem dobrar assim tanto a espinha para referirem que não se tratou de uma excelente contratação.
5 - Quando pensava que o jeb tinha batido no fundo com a contratação do Costinha, eis as declarações que ele proferiu ontem relativamente a toda esta situação.
6 - Tanto os adeptos das lagartixas submissas como dos corruptos assumidos condenados mostram-se contentes com o desenrolar dos acontecimentos. A unica justificação para tal é a total satelização da agremiação do urinoláxia para com os corruptos de contumil.
7 - Como ainda não me pronunciei relativamente ao Mundial, devo destacar o excelente Mundial que a cebola podre está a fazer. Não é por acaso que o Uruguai está nas "meias".
8 - Para todos aqueles que ainda não perceberam o que o Queiróz e o Madail andam a fazer na selecção, penso que a negociata do anão dissipa toda e qualquer dúvida.

Um grande abraço para ti, Grão Vasco, e para todos aqui do blog.

Viva o Benfica !

Saudações Benfiquistas.

antonioSLB disse...

Olá Genial Grão Vasco

É um prazer enorme voltar a ler um "Bocage dos tempos modernos", textos cheio de ironia e de sátira, a par do Gwaihir da Tertúlia Benfiquista, os escritores de toda a esfera benfiquista que mais me fazem rir à gargalhada. Já tinha saudades, após o que se passou, infelizmente, no Antitripa. Já coloquei nos favoritos, sei que vais continuar a defender sempre o nosso Glorioso Benfica como até aqui, peço que não me leves a mal o tratamento menos formal. Espero também que não te importes de te fazer um pequeno reparo, por favor não escrevas os advérbios de modo com acento, essas palavras acabadas em "mente" não o levam.
Os meus parabéns pelo novo blog, vamos para a luta, ela vai ser dura como sempre, mas o Glorioso merece tudo de nós
E PLURIBUS UNUM
E O BENFICA É MAIOR QUE PORTUGAL

GRÃO VASCO disse...

Glorioso AntonioSLB,

Grato pelas tuas palavras.
Fico contente pelos textos que escrevo poderem proporcionar-Te essa boa disposição que referes.

Não levo a mal esta Tua abordagem, antes pelo contrário. As sugestões ou correcções são sempre bem vindas, meu Caro.

Quanto à acentuação que referes em relação aos advérbios de modo, quero dizer-Te, para Teu esclarecimento, que como sou crítico em relação a muitos aspectos do acordo ortográfico, escrevo as frases e as palavras como aprendi na minha escola primária, no secundário e nos livros que li e leio. E assim, os advérbios que derivam das palavras exdrúxulas, que como sabes têm acentuação (assim ´ ou assim ^) na antepenúltima sílaba e que dão origem a advérbios de modo ficavam (antigamente) com o acento grave (assim `) nessa sílaba. É assim que eu as escrevo e que continuarei a escrevê-las.
Se precisares de mais alguma esclarecimento, terei muito gosto em abordar este tema contigo. Para todos os efeitos obrigado pelo reparo, mas realmente hoje, infelizmente, escreve-se de toda a maneira e feitio, com palavras, que como estes advérbios de modo derivados de palavras exdrúxulas proporcionam. Mas não me leves a mal. Continuarei a escrver à Portuguesa e não à brasileira. Manias...
Um Abraço e...
TUDO PELO BENFICA!!!

GRÃO VASCO disse...

Glorioso AntónioSLB,

Mesmo as palavras graves também tinham e para mim continuam a ter esta regra. Dou-te o exemplo seguinte:
- Fácil (a palavra)
- Fàcilmente (a palavra derivada, e que é um advérbio de modo).

Portanto, e para complementar o comentário anterior, a regra não é só para as palavras exdrúxulas. Também se aplica nas palavras graves que têm acento agudo.

Um Abraço.

TRAMONTANO disse...

LOgicamente que e para mim muito estranha a atitude de submissao da lagartada em relaçao ao clube corrupto ja que pela reaçao contundente em relaçao ao jogador depreende-se que nao estava interessado na sua saida.

Ajoelharam perante o chefe e crucificaram o peaosinho.

Logicamente que tendo havido concluio e tao miseravel o compoatamento dos corruptos como do bebe chorao.

Para mim gente deste caracter no GLORIOSO, "jamais"

Boa GV, força

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...