24.12.10

Requiem por uma ratazana


Na minha adolescência conheci um nobilíssimo ancião que pela sua sabedoria e vivência passei a admirar, sendo durante muitos e muitos anos, um dos meus principais conselheiros.
Um dia, num momento de grande serenidade e reflexão, agarrado à sua bengala e ao seu inseparável charuto, virou-se para mim e perguntou-me:
- Ouve lá, ó catraio…sabes o que é um canalha?
Apanhado um pouco de surpresa e na minha ingenuidade de novato, respondi simplesmente:
- É um indivíduo capaz de fazer mal aos outros.
O velho olhou para mim e com um ar muito sério, franzindo o sobrolho, disse-me:
- É muito, mas mesmo muito mais do que isso. É um animal selvagem que pode estragar a tua vida, a dos teus, aquilo em que acreditas, aquilo porque lutas, aquilo que defendes, aquilo que é teu, em segundos, espezinhando-te, aldrabando-te, usando a mentira, a traição, a difamação, a suspeita, a insinuação e a chantagem.
Ao longo da tua vida vais encontrar alguns destes espécimes que poderão dar cabo de ti em três tempos!
São as piores ratazanas que existem à face da Terra!


Nunca me esqueci deste e de mais alguns outros episódios, que para mim foram lições para a vida.

Conheci e conheço realmente alguns canalhas. Entre eles, um grosso punhado de alto calibre que verdadeiramente causaram e causam estragos que jamais puderam ser reparados.
Para essa corja vai o meu manifesto desejo que arda eternamente nas labaredas do inferno. Mas mesmo aí tenho dúvidas que o diabo os lá queira.

Vem isto a propósito das biqueiradas, do achincalho, do vilipêndio, dos ataques sórdidos que uma dessas ratazanas recentemente desaparecidas brindou o Glorioso anos e anos a fio.
Pouco me interessam que os episódios da sua vida privada tenham sido bons ou maus; pouco me interessa que tenha sido um bom chefe de família – Al Capone, Dom Vito e Michael Corleone também o foram; pouco me interessa se viveu uma vida à sombra do nome de seu pai, ou se fez alguma coisa pela cidade que o acolheu ou se tratou mal algum colega do grémio a que pertencia, ou se não soube reconhecer as dádivas que em determinado momento lhe salvaram a vida. Não foi por isto que se deu a conhecer.
O que sei, o que li, o que vi e o que ouvi, foram factos mais do que suficientes para o identificar, não como um adepto pugnando pela luta leal e urbana, mas sim pelo seu radical anti-Benfiquismo - uma postura sectária e trauliteira, sempre expressa num ódio infinito levado ao extremo, usando o truque sujo da insinuação, da provocação, da mentira e principalmente do encobrimento de factos, tentando sempre escondê-los na lama onde sempre chafurdou, não esquecendo o recente episódio de apelo à violência que foi abafado pelos media afectos à quadrilha corrupta.
Este bicho começou a emergir, quando apareceu em fotografias de grupo com os seus primeiros compagnons de route – giorgios, abéis, lourenços, ílidios, sousas, adrianos e quejandos – depois em programas de televisão e intervenções públicas onde acabava sempre por exibir o seu ódio e rancor ao Benfica.
Confrade emérito da Irmandade da Fruta foi ao longo desta trintena de anos conivente com toda a chafurdice e sabujice que ainda continua a imperar no reino da bola no pé.

Como pessoa de bem, questiono-me como é que é possível despontar um sentimento tão cruel e de tanto desprezo pelo passamento de tal ratazana?

Realmente aquele nobilíssimo ancião tinha razão. Ao definir um canalha, estava a querer dizer-me que os há devidamente credenciados e especializados em determinadas áreas. Este é um flagrante exemplo de quem, usando determinados métodos na principal faceta da sua vida, se tornou numa das maiores e mais refinadas ratazanas de Palermo.

O requiem aconteceu. A Irmandade da Fruta não falhou. Nem o seu fiel e laureado representante no governo, nem a corte bracarense. À parte desta quadrilha, lá estavam meia dúzia de papalvos, mas nesta matéria não quero meter a foice em seara alheia, nem aludir aos maus-fígados de outra gente.

Palermo está de luto!
Que continue a estar. Tem fortes razões para isso.



GRÃO VASCO


8 comentários:

(sub)TIL disse...

Passei para deixar beijinhos e desejar BOM NATAL...Abraço dado com o coração!
VIVA O S.L.B..SEMPRE!!!

aNNóNNimo disse...

É por isso que não creio em Deus!

Não cumpriu com o meu pedido, enganou-se, porra!

Não era este.

A este devia tê-lo deixado ficar parvo, caquético, desmemoriado e a babar-se de boca ao lado, 'enterrado' numa cadeira de rodas ...

ou terá sido ao contrário?

ÁguiaEterna disse...

Espectacular este texto do ENORMÍSSIMO Benfiquista GRÃO VASCO.Espectacular pela sua excelência de escrita e verdadeiramente VERDADEIRO- passe o pleonasmo - o seu conteúdo.
Oh Enorme GRÃO VASCO, quando o NOSSO BENFICA tiver alguém com metade da tua INTELIGÊNCIA na Sua cadeira da Presidência, então sim, poderemos ASPIRAR e CONSEGUIR um Futebol Português limpo de CORRUPTOS, e o NOSSO BENFICA como o Maior candidato natural a ganhar o Título principal e os demais, e a ser um verdadeiro potencial candidato a ganhar qualquer Prova Europeia.
Benfica sempre. Os corruptos deviam deixar todos a face do Planeta, pois só o estão a CONSPURCAR.
Viva o NOSSO Eterno, Glorioso e Inigualável BENFICA, SEMPRE,SEMPRE SEMPRE .... Ad eternum.

Marciano disse...

Muito boa! que andava ali a fazer o Seara? figura de parvo concerteza.

vmpaulinop disse...

GRÃO VASCO

O MEU MUITO OBRIGADO PELA EXCELENTE, OPORTUNA, VERÍDICA E SENTIDA DESTA EXPOSIÇÃO. TENHO PENA DE NÃO CONSEGUIR PROSAS DESTA QUALIDADE, TÃO VERDADEIRAS E EXTRAORDINÁRIAMENTE BENFIQUISTAS.
LI OS DEPOIMENTOS DE ALGUNS ADEPTOS DOUTROS CLUBES, INCLUINDO BENFIQUISTAS (???) E ACHO QUE ESTÃO DEMENTES E/OU SÃO MUITO HIPÓCRITAS E CÍNICOS. QUEM SEMPRE TENTOU PREJUDICAR E ACHINCALHAR O GLORIOSO NÃO PODE BENEFICIAR DA NOSSA COMPREENSÃO, CONDESCENDÊNCIA E PERDÃO.
UM GRANDE ABRAÇO PARA O GRÃO VASCO.
BENFICA SEMPRE.

BT26 disse...

Desculpem o offtopic:

Os jogadores infantis dos corruptos não puderam participar no torneio cidade dos campeões por intoxicação alimentar.

Pergunta inocente, será que lhes deram amarelinha a provar?

Benfica sempre.

Master Groove disse...

Grande Grão Vasco,
um abraço de agradecimento por transmitires de forma perfeita, o sentimento de 70% da população Portuguesa.

GuachosVermelhos disse...

Já falta pouco para se encontrarem todos no inferno para suecada da ordem...
Mas por cá e com muitos anos de vida (suja) pela frente não faltam esbirros prontos a continuar a(s) suas obra(s)
abraços

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...