21.2.11

Cá se fazem, cá se pagam!


“Jogámos num clima de intimidação permanente…”

“…As regras básicas não são minimamente respeitadas…”

“…A UEFA devia tomar mais atenção e ter mais presença, é inexplicável como estas coisas acontecem sem reflexos disciplinares…”

“…Um ambiente de terror determinante para o Olympiakos continuar por cima…”


- declarações de Jesualdo Ferreira, após a derrota por 2-1, sofrida pelo Panathinaikos, seu clube actual, no último sábado, perante o seu rival, o Olympiakos.

Quando li estas declarações, nem queria acreditar.
Como é que é possível que após ter permanecido durante três anos num grémio em que para vencer valeu tudo (e continua a valer), inclusivé, recorrendo permanentemente à guerrilha suja, sem escrúpulos, pactuando com “climas de intimidação”, “com desrespeito pelas regras básicas”, “com ambientes de terror” e marimbando-se para a UEFA – o manguito transformado mentirosamente em sinalética sobre estratégia de jogo, gozando com a comissão disciplinar europeia dessa entidade, foi mais que evidente, e só lhe valeu um jogo de suspensão - venha agora com esta desfaçatez armar em virgem ofendida?

Das duas uma, ou Jesualdo Ferreira tem a memória curta, curtíssima, tendo chegado à Grécia com uma amnésia profunda, ou chafurda numa hipocrisia louca.

Após estes queixumes caricatos de um primata que dizia, desbragado, que “ganhar títulos no clube condenado por corrupção era como escovar as dentolas”, assobiando para o lado perante os desmandos selvagens e terceiro-mundistas de uma corja corrupta e de turbas ululantes de supermorcões cadastrados munidos de calhaus, bolas de golfe, isqueiros e outras armas de arremesso, é dever de todos os Benfiquistas dizerem-lhe alto e bom som, e em qualquer lugar, que indivíduos com a sua postura e o seu carácter são indignos de pisar o chão sagrado da Luz.

Há os que ainda valem um vintém, mas este, nem um dracma dos antigos!

GRÃO VASCO


2 comentários:

PluribuSLB disse...

Em grande. Grande Grão Vasco.

Isto de colunas vertebrais maleáveis, ora curvadas ora empertigadas, têm de ser revelado.
Demasiados anos andámos, sem que a censura popular atingisse estes seres invertebrados.

Espero sermos vivos para o assistir, mas estou convicto que estamos no fim de uma era (maldita). Os ventos de mudança aí estão. Que este modo de estar seja erradicado brevemente (o que eles estrebucham!!).

Um abraço de um visitante diário.

Viva o Benfica!! Que a tudo isto resistiu como exemplo para todos.

the_passenger disse...

É muita cara podre deste Juju Pepsodent... Pois é, meu caro, custa muito provar do mesmo veneno de que se beneficiou, não é? Temos pena (ou talvez não, não temos pena nenhuma, para ser sincero...) mas agora só resta encaixar e não chorar...

Gostava de ver o que a UEFA tem a dizer sobre o Porto-Benfica do ano passado, já que este Juju Pepsodent apela a que a UEFA tenha mais atenção a estes casos... mas dessa vez não choraste nem pediste às altas instâncias para se pronunciarem, pois não Juju? Aí deu-te jeito as bolas de golfe e os isqueiros do teu lado da barricada.

PS: Vai morrer longe. E pensar que este invertebrado treinou o Benfica em tempos...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...