4.3.11

Títeres & mercenários


Tal como em África e em outros locais do mundo, o santuário dos Brácaros assiste já há alguns anos a muitas acções subterrâneas de títeres manipulados do exterior.

Com a aproximação das hostes Gloriosas, desencadearam hoje a habitual guerra subversiva de agitação e propaganda, tentando incendiar ambientes e criar climas de hostilidade bem suja, através de comunicados que servem como cortinas de fumo às manigâncias de quem detém verdadeiramente o poder – o cacique da Madalena.

O norte está infestado destes pequenos “bokassas” ao serviço da causa corrupta e mafiosa. Neste caso e como Benfiquista, jamais esquecerei esses títeres, apoiados em mercenários cujo soldo é pago em parte por Palermo e em outros, cujos serviços foram por si assegurados, precisamente uma semana antes da visita do Glorioso.

A esses bandalhos que se acoitam no coio da Falperra, pagos pela Irmandade da Fruta, o Benfica e os Benfiquistas terão a obrigação de os desmascarar e responder sem contemplações em toda a linha, tendo sempre presente a condição deles – mercenários.


GRÃO VASCO


1 comentário:

Master Groove disse...

Bravo, Grão Vasco...

vais ver que temos a "amarelinha" na Falperra!!!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...