3.6.12

Bacôcos & “Patrioteiros”



Impagável!

Desde que a TV pública foi tomada de assalto pela corja do Freixo, a norte, temos assistido a verdadeiras obras-primas da comicidade mediática.

Se Hugo Gilberto e Manuel Fernandes Silva, ou melhor “Selva”, & sus muchachos, manipulam os programas desportivos a seu bel-prazer, usando sistemàticamente uma verborreia hábil e pantanosa, não escondendo a cor azul corrupta com que se vestem todos os dias, outros há, que nos fazem sorrir pela imberbe bacoquice mesclada de patrioteirismo a pedir meças à Conceição “Peluda” de soutien verde com as mamas a transbordar e cuecas vermelhas com o escudo no meio representando a bandeira portuguesa a gritar pelo “Beluoso” e pelo “Nani”, ou ao Zé dos Figos com a sua proeminente barriga enfiada na t-shirt da selecção, com o dístico “eu amo Portugal”, besuntada de nódoas roxas do traçadinho a martelo da tasca de lá do bairro.


Hélder Conduto e mais uns quantos repórteres de campo fizeram do jogo de ontem transmitido pela TV pública, um programa cómico que deixou bem patente a ridicularia e a vulgaridade que hoje grassa na RTPalermo.

E o que eles lá em cima, a norte, gozam com isto!


O que ontem vi e ouvi, para além de onze lázaros e igual número de turcos, foi um espectáculo medíocre, que lamentàvelmente varreu todo o meu querido Templo Sagrado e chegou à TV pelas vozes, também medíocres de um bando de bacocos que me fez lembrar as reportagens fervorosamente doentias do santuário de Fátima no tempo da “outra senhora”.

Para a sessão ficar completa, só faltaram a benzedura das camisolas das “quinas” por um Torgal qualquer, ladeado do Al Capone do Freixo e da sua “inocente” netinha – produto de “exportação” do Brasil - e uma procissão de velinhas encabeçada pelos “macacos da Ribeira” em honra de Paulo Bento e de todos os santos da porta – Gomes, Brou, Herculano, Craveiro e quejandos.

“Cristiano Ronaldo prepara-se para marcar o livre. Olha para a baliza, dá uns passos atrás, abre as pernas…” – arrancava o Conduto.
“Mais precisamente cinco passos. Cinco passos atrás” – reforçava o seu comparsa lá em baixo junto ao relvado.

Um mimo!

Só lhes faltou referir para além do “abre as pernas”, o incontornável “cospe para a relva”, “aconchega as partes fodengas”, “tira uns macacos do nariz”, “alça o pernil e ferra a melhor série de peidos da noite” “estica o elástico das cuecas enfiadas no rêgo do cu”, “coça os tomates” e “arranca sete incómodos pintelhos do refego direito da sua púbis”!

Francamente!

Já não bastava ouvir a incrível parvoíce anunciada repetidamente ao longo de vários dias nas RTPalermo’s, sobre o jogo de ontem, desconsiderando inclusive o adversário com uma estúpida frase – “eles nem sabem o que os espera” – ainda apareceram estes “cromos” habituais do anedotário desportivo jornalístico.

Dizia um deles que só faltava “um golinho” para aquele público. Pois nem de propósito, a Turquia fez-lhe a vontade.

Sorri, desliguei o som ao televisor, fui beber um chá preto, genuíno, importado de Trabzon e mandar umas golfadas de fumaça no meu “narguilé” turco.

Já estava enojado com aquela estória toda.

GRÃO VASCO







PS - no final do desafio, vim a saber pelo inefável anti-Benfiquista Tadeia, que os turcos tinham dado três ao grupo de Jorge Mendes e que os piores em campo tinham sido o Coentrão que não substituiu nem o Miguel Lopes, nem o Pepe, nem o Carniceiro de S. Pertersburgo, nem o Rui Patrício como guarda-redes, no primeiro golo da Turquia e o Nélson Oliveira que esteve pouco mais de dez minutos em jogo. Ainda bem que não foi ele a falhar o penalty!

Enfim, um porco de luxo numa RTP que mais parece uma extensão pocilguenta do chafurdo do Freixo na capital.


8 comentários:

Águia Eterna disse...

Caro BENFIQUISTA Grão Vasco, este teu Post, reflete na perfeição o actual "jornalismo" porCOguês.
De facto esses ONTÓFAGOS são isso mesmo, isto é, alimentam-se de ESTERCO de TRAMPA de MERDA, e por isso mesmo só dizem BACORADAS, pois daquelas ABÓBORAS disfarçadas de cabeças não se pode esperar nada de útil.
quanto ao antónio tadeia, esse já há muito que se converteu aos CORRUPTOS. deve ter sido ENRABADO pelo bimbo da bosta e ficou totalmente CAQUÉTICO.
No lance do 1º golo dos Turcos, o GRANDE COENTRÃO, tentou, tentou num ESFORÇO espectacular, emendar o que de muito mal fizeram o miguel lopes, o bruTO alves e o pepe.
De facto começo a ter pena desse dromedário do tadeia.
Façamos uma PETIÇÃO para internar o ABENCERRAGEM no JÚLIO DE MATOS.

BENFICA, SEMPRE, SEMPRE, SEMPRE...
O MAIOR E O MELHORRRRRRRRRRRRRRR.

Águia Preocupada disse...

Por essas e por outras, preferi ver o ténis - Roland Garros -! É menos alienante e poupei-me às tontarias desses imbecis!

Abelourinha disse...

Caro Grão Vasco , ísto está a tornar-se uma comédia,pagamos os impostos para ouvir lorpas desta estirpe, mas temos umas altas entidades que deveriam aconselhar e regular esta comunicação social(não censurar como no tempo da outra senhora) que ainda são piores que os aprendizes de jornaleiros de palermo.

E mais : Hoje no JN no canto superior direito está ESCRITO:Candidatos do Ps Porto gostam de ervilhas e são Benfiquistas,no meu entender por detrás disto está mais uma censura implicita ao Enorme, já começam a contar espingardas e tentar colocar alguém deste ou doutro partido com as cortes azuis na presidencia da camara, pois para esta gente ser Benfiquista é um defeito e então há que dar enfase de que são do Benfica.
Cumpts.

GuachosVermelhos disse...

Muito bom!
Muito bom!
Muito bom!
Aplausos do Guachos.

rui disse...

mas o benfica abriu lhes as portas do estadio pra eles fazer la o programa,alias o Benfica tambem ja deixou o rui santos fazer publicidade no nosso estadio,sao muitos tiros nos pes

Anónimo disse...

Helas, não fui só eu!

O fedor a porco em tudo o que envolve o futebol está a chegar em força também ás estruturas do estado.

Submissão vs revolução!

A escolha é nossa!

GRÃO VASCO disse...

Ó Rui,

Usa a cabeça e não digas asneiras!

Saudações Benfiquistas.

GRÃO VASCO

angolanovermelho disse...

... curioso também o comentário ao tempo perdido nas assistências ao guarda-redes turco, ao Nani e a Coentrão.Comentou-se então que, essas três paragens tiraram ritmo à equipa lusa e que prejudicaram o futebol que estava a desenvolver.
Em que é que ficamos!?... as interrupções prejudicam ou não quem quer ganhar, quem mais tem iniciativa no jogo, quem mais está por cima?
Se assistir jogadores lesionados prejudicam a selecção, apagões de trinta minutos o que trazem? Querem ver que os apagões beneficiaram o Benfica em Braga?...
Concluo que este tipo de prejuizos parece ser um exclusivo da selecção...
Então acrescentem que, para além daquela vergonhosa arbitragem, os apagões também foram determinantes para o Benfica não ganhar aquele jogo.
Ou há moralidade ou comem todos...~
Saudações Benfiquistas

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...