4.6.12

O capacho do Al Capone do Freixo

(ou o artigo de opinião de um javardo derrotado pela Verdade Desportiva)


Em tempos foi um oposicionista pífio. Pelo seu atrevimento caiu em desgraça. O colégio mafioso dos ayatollahs do Freixo e respectiva corja corrupta decretou-lhe uma fatwa. Os talibãs da Ribeira fizeram o resto – atiçaram-lhe os cães. Segundo consta, o dele foi mesmo envenenado. “Serviço” limpinho e asseado…

Em função de avisos tão sérios arrepiou caminho, reabilitando-se perante o capo-mór.

A estória é sabida, mas vale sempre a pena relembrá-la.

Num fim de tarde “à facas-longas” resgata-se da maldição – sob a capa da infâmia e da mentira, mistura-se com os delinquentes da Ribeira e com um fervor calculista inicia a célebre “vigília dos alienados”, mais conhecida pela “vigília dos corruptos”. Está no seu habitat natural.

Mas há que fazer mais. Há, sobretudo, que mostrar à escória predominante, o zêlo de um esbirro, a fidelidade canina de um safardana – assim, abandona em directo e de uma forma teatral a sua condição de “paineleiro”, não aceitando as verdades, aproveitando para glorificar a canalhice e o lenocínio por omissão ou branqueamento, recusando pùblicamente que se fale em escutas comprometedoras que arrasam a “organização” e o seu “chefe”.

É a cereja no topo do bolo.

Os cretinos preparam-se hipòcritamente para o alcandorar ao posto de “arauto da fruta” – recebe das mãos do Al Capone do Freixo a aberração mitológica em ouro, um dos maiores símbolos da corrupção.

Está reabilitado. Agora, agora sim, é mais um títere de cerviz dobrada que a desfaçatez e a pouca vergonha “construíram”, pronto para chafurdar na lama pestilenta e mafiosa do Freixo, com o beneplácito de um director barrigudo mama-croquetes das festas centenárias de 28 de Fevereiro no casino Estoril.

Está de pazes feitas com o capo-mór, livre dos símios da Ribeira. Já pode ter um cão, nem que se pareça com uma vil ratazana.

Jogando com a parte pôdre, promíscua e cúmplice de um sistema judicial cada vez mais desacreditado, clama hoje, desvairado, por um processo à Voz da Verdade.

Só faltava mais esta!

Aqueles que como ele confundem mafia com democracia, que falam do antigo regime apagando os nomes de Ângelo César e Urgel Horta e as suas imagens fazendo a saudação fascista a Salazar em representação do seu clube, ladeando Óscar Carmona, apologistas do crime organizado, da trapaça, da canalhice, do revisionismo barato e provinciano, exemplos flagrantes e actuais de uma sociedade paralela e clandestina a norte, obscura, sem princípios nem valores, minada pela corrupção, virem clamar justiça contra aqueles que com coragem e alto e bom som disseram o que ninguém tinha tido ainda a ousadia de dizer até à semana passada, só merecem a valeta ou a sarjeta. Nada mais do que isso.

De “merceeiro das vigílias” ao já “foi…” vão um ódio cego, uma azia transbordando a fel, um fedor insuportável.

O melhor capacho que o Al Capone do Freixo alguma vez poderia ter tido.

O que faz um título de basquetebol ganho “sem espinhas” pelo Benfica no antro do terror…


GRÃO VASCO

3 comentários:

Anónimo disse...

Isso mesmo Grão Vasco. Sem papas na lingua.

.

Águia Eterna disse...

Caro e Enormíssimo BENFIQUISTA Grão Vasco, é evodentíssimo que tens ABSOLUTA razão.
Não é preciso ser muito inteligente para sabermos que te referes a esse EXECRÁVEL QUEIXO de ELEFANTE um tal de rui moreira que se fez muito "OFENDIDO" por o GRANDE BENFIQUISTA António Pedro Vasconcelos ter dito no programa da RTP-porco "Trio D'Ataque" as VERDADES sobre as TRAFUlHICES do seu clubeco, o tal de fóculporco, e que o fizeram abandonar o dito programa ao melhor estilo de RATAZANA disfarçado de pessoa com princípios de verticalidade e seriedade.
A esse rafeirola que nos seus escritos TUDO, mas mesmo TUDO DETURPA e mente com todos os pregos que tem na bocarra corrupta, só para agradar aos acéfalos dos adeptozecos do seu clubeco, desejo o pior que a Vida lhe possa oferecer.
todas as piores DOENÇAS E ATÉ A MORTE, p+ois é o que estes anti-BENFICA e anti-VERDADE DESPORTIVA merecdem. clubeco do regime é o fóculporco desse abencerragem. Campeonatos por decreto??!! Esse indivíduo deveria ser OBRIGADO a ter de PROVAR ISSO EM tribunal. Isso e o facto de dizer que o Nosso BENFICA era o clube de regime. NADA MAIS FALSO.
se tivéssemos um PRESIDENTE A SÉRIO, esse EXECRÁVEL ESCUMALHA teria que assentar o rabinho no BANCO DOS RÉUS.
Infelizmente temos um presidentezeco, cego, surdo e mudo e sobretudo MEDROSO E COVARDE, que não é capaz de nada fazer para DEFENDER O NOSSO BENFICA, como Ele tanto precisa e sobretudo TANTO E TANTO MERECE.
Estou pronto a fazer-me SÓCIO de uma ASSOCIAÇÃO DE ADEPTOS EM DEFESA DO BENFICA, para DEFENDER O NOSSO CLUBE contra todos esses cães RAFEIROS que atacam o clube porque sabem que o BENFICA não tem quem o DEFENDA. Nem que a cota seja de 20 ou 25 euros por mês.

PRECISAMOS DE UM PRESIDENTE E DE UMA DIRECÇÃO A SÉRIO, COM FIRMEZA, COM INTELIGÊNCIA, COM FORÇA, COM TOMATES, ENFIM COM TOTAL BENFIQUISMO para OBRIGARMOS TODOS OS GRANDES FILHOS DA PUTA A RESPEITAREM O MAIOR E MELHOR CLUBE DE PORTUGAL, o Nosso Eterno e Glorioso BENFICA.

Um abraço a todos os que amam e defendem o GLORIOSO BENFICA TODOS OS DIAS DAS SUAS VIDAS.
Benfica, sempreeeeeeeeeeeeeeeee.

Anónimo disse...

Crise financeira na Europa relacionada com corrupção


Por Redação
A- A A+


A ligação entre a crise financeira e a corrupção é apontada num relatório da organização Transparência Internacional. Grécia, Itália, Portugal e Espanha são os que menos se esforçam para combater a situação.

«Dinheiro, Política e Poder: Riscos de Corrupção na Europa» é o relatório, apresentado esta quarta-feira, em Bruxelas, que destaca que as estreitas ligações entre as empresas e os governos favorecem o abuso de poder, o desvio de fundos e a fraude, pondo a estabilidade económica em causa.

No documento, a organização diz ter detetado "uma forte correlação entre a corrupção e os défices fiscais".

O relatório detetou «uma forte correlação entre a corrupção e os défices fiscais», numa análise às práticas anticorrupção de 25 países - os 27 Estados-membros da UE menos Áustria, Chipre, Luxemburgo e Malta, que inclui também a Noruega e a Suíça.

O mesmo estudo concluiu que Grécia, Itália, Portugal e Espanha lideram a lista de países «com sérios défices nos seus sistemas de integridade».

Segundo inquéritos realizados na Europa, citados pelo relatório, 74 por cento dos europeus considera que a corrupção é um grande problema nos seus países e muitos governos não são suficientemente responsabilizados pelas suas finanças públicas e por contratos que representam valores anuais de 1,8 biliões de euros na UE.

Só dois países protegem adequadamente os denunciantes de eventuais retaliações, enquanto 17 países não têm código de conduta para os deputados.

O acesso à informação está na lei, na maioria dos países estudados, mas enfrenta obstáculos em 20 países: taxas excessivas (Irlanda), longos atrasos (República Checa, Portugal, Eslovénia, Suécia) ou falta de conhecimentos sobre a legislação relativa ao acesso à informação (Alemanha, Portugal e Suíça).

Segundo o relatório, a Dinamarca, a Noruega e a Suécia são os países mais protegidos contra a corrupção. No caso de alguns países da Europa de Leste - República Checa, Hungria e Eslováquia, houve uma grande redução da corrupção desde que aderiram à UE.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...