17.8.12

Manipulação bandida


A campanha nojenta continua.

De forma a induzir o público leitor, ou mesmo aquele que só olha para a sua capa nos escaparates, esta publicação ordinária que actua sistemática e subversivamente contra o Benfica e suas Gentes e que sem vergonha nenhuma se assume como o órgão oficial do fruta, corrupção & putêdo, vulgo fcp, coloca ardilosamente a palavra AGRESSÃO na sua capa de hoje. Chamo a atenção de que há duas capas diferentes uma para o sul e outra para o norte (até nisto!).

A fórmula é simples mas eficaz dando a imagem de que Luisão é um agressor. Em letras minúsculas refere que é o que consta no relatório do árbitro. Mas o que interessa é fazer passar para a opinião pública a palavra AGRESSÃO e colá-la a Luisão.


Um bando de cobardes que não fizeram o mesmo com Álvaro Pereira e outros casos ocorridos, pois neste caso convém ocultar a verdade e passar a habitual esponja azul e bronca.

O grémio da fruta, corrupção & putêdo não poderia ter melhor veículo de contra-informação e propaganda anti-Benfica, pois eles sabem melhor do que ninguém que a informação é uma arma fundamental nos tempos que correm, ao invés dos responsáveis do Benfica que não conseguem acertar as agulhas nesta área crucial da vida do clube.

Para quando a revolta dos Benfiquistas, perante mais esta bastardice de uma corja sem escrúpulos, espelho de um país sem rei nem roque?

GRÃO VASCO

5 comentários:

Manuel Oliveira disse...

Caríssimo Grão Vasco, tens toda a razão, grandessíssimos fdp é o que eles são!

Abraço Glorioso.

Jotas disse...

Caro Grão Vasco, de facto, o linchamento público do nosso capitão tem sido uma palhaçada, sobre isso vou transcrever um texto meu que representa aquilo que penso dessa cambada deFinalmente o campeonato vai começar, com isso pode ser que acabe o linchamento público a que Luisão tem sido sujeito por parte de uma comunicação social, absolutamente asquerosa e que continua a mostrar sinais de subserviência aos interesses instalados no futebol português.

O caso Luisão, tem sido para essa gente o maior e mais grave problema de sempre no futebol português, mais que ser castigado, exige-se punição exemplar, então o que saí sistematicamente no jornal "Record", é uma vergonha, ora são directores adjuntos, como foi o caso de hoje de um tal António Magalhães, ora são directores de redacção, toda a gente que trabalha naquele jornal que hoje não é mais do que um brilhante representante do sistema instalado no futebol português e uma inestimável corporação ao serviço dos meandros e lados obscuros do futebol português.

Se assim não fosse, por casos de muito maior gravidade, teria visto pelo menos tratamento semelhante e não vi, foram sempre moderados no caso apito dourado, nunca os vi em momento algum com crónicas a exigir punição disciplinar exemplar, exigindo que se abrisse uma página mais limpa no nosso futebol e essa seria uma origação sua e muito menos os vi linchar publicamente os corruptos do futebol nacional, como por exemplo, mais recentemente, não vi desses senhores que agora apressadamente enxovalham Luisão, branqueando a cotovelada do arbitro ao Maxi e a sua enorme apetência para o teatro, a mesma preocupação, nem a mesma insistência em que se apurasse de forma rigorosa e com punições a quem se refugiou numa fundação denominada "Porto Gaia", para encher os cofres do Porto com milhões vindos dos bolsos do portugueses, incluindo os deles, sobre isso, os Antónios Magalhães e seus discípulos não emitiram uma única palavra, para mim, isso é um caso de muito maior gravidade, até porque é um crime.

Mas enfim, já vamos estando habituados a isso, à falta de isenção, à pouca vergonha e seriedade da grande maioria dos jornalistas de hoje, provavelmente porque o seu rendimento mensal será maior assim.

Nunca fui a favor de actos de violência, mas a verdade é que se calhar esses senhores são demasiado bem tratados pelo Benfica e pelos benfiquistas, até porque foi por terem sido tratados com actos de violência e agressões sem precedentes, que eles passaram a andar ao colo com o clube do regime de corrupção que grassa no futebol português, se calhar é assim que gostam de ser tratados." jornaleiros vendidos: "

Red Sniper disse...

Não há volta a dar-lhe, saiu o Manuel Tavares para a direcção do JN, e subiu um tal José Manuel Ribeiro com 20 anos de jornalismo portuense.E entretanto o Tadeia já foi à vida...
Curiosamente, pesquei hoje esta pérola ...

Torneio de Golfe ZON | O JOGO

Troféu Pôncio Monteiro : Homenagem ao carismático dirigente do FCP

Anónimo disse...

APOIADO

BENFIQUISTA DO CORAÇÃO disse...

APOIADO

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...