25.10.12

A VITÓRIA DO BENFICA (III)


 

Rangel, um juiz-candidato com mais jeito para “encher chouriços”


“A nossa lista não se pauta por ataques pessoais” – diz o candidato Rangel (transcrição de um título de “A BOLA”).


Rangel vai processar Luís Filipe Vieira (transcrição de um título no “record das petas”).


Na primeira notícia eu diria melhor,

“A nossa lista não se pauta por poucos ataques pessoais”


Estas foram as anedotas do dia!


Em relação a esta sequência de ambas as notícias, das duas uma, já que o homem tem proferido muitas vezes a palavra “bicéfala” – ou padece de um grave problema de deformação profissional e pensa que está nalguma audiência do tribunal, onde pode, quer e manda em absoluto, ou então, está a ensaiar para seguir outra actividade profissional na justiça – o de delegado do ministério público de uma qualquer comarca de província, sita atrás das silvas, nos confins dos montes do país profundo, tal foi o “libelo acusatório” que construiu contra Luís Filipe Vieira, expondo-o em praça pública como de um criminoso se tratasse e com constantes insinuações e ataques ferozes completamente descabidos e ausentes da elevação, ética e dos habituais chavões que se gastam nestas alturas, e apregoados aos quatro ventos por Rangel, com um descaramento tal em que só lhe faltou substituir a toga pelo hábito da Madre Teresa de Calcutá e o martelo pelo cacete.


Francamente!


Então em vez de processar inimigos corruptos do Benfica, como muitos daqueles que incluem o processo “Apito Dourado”, vem ameaçar processar o Presidente do Benfica?


E processá-lo porquê?


Por LFV lhe ter respondido “à letra” e sem mêdo?


Então com uma grande lata, refere que a sua lista não se pauta por ataques pessoais, e ele próprio não tem feito outra coisa desde o início da campanha com um chorrilho de insinuações à mistura?


Lá diz o ditado, “Que bem que prega Frei Tomás. Olha só para o que ele diz, nunca olhes para o que ele faz”.


Mas o homem anda a brincar com os Benfiquistas, ou quê? Sofre de alguma variante de daltonismo?


Será que haverá alguém com massa cinzenta e com bom senso que lhe esteja para aturar estas suas diatribes e estas atitudes discriminatórias?


Então o sr. Rangel malha forte e feio no “desgraçadinho” e depois, por ser juiz não quer levar o troco?


E ainda veio o mandatário Castro pedir uma campanha “sem acrimónia”.


Tenha mas é respeito pelo Benfica e pelas pessoas, pelo Povo Benfiquista que não é parvo e que é aquele que vota!


Ora essa!


GRÃO VASCO

3 comentários:

Manuel disse...

Concordo com tudo!
Ou como dizia alguém:

"Não se pode atirar a pedra e esconder a mão. Não se pode atirar lama para cima das pessoas e sair incólume.
As Casas do Benfica foram ameaçadas - acusou Rangel. Quais Casas? Não disse. Os funcionários do Benfica foram ameaçados - acusou Rangel. Quais funcionários? Não disse. Há pessoas no Benfica que enriqueceram - acusou Rangel. Quem? Não disse.
É feio, muito feio, e vai sair-lhe caro. Amanhã se verá...!!!"





BENFIQUISTA DO CORAÇÃO disse...

ISTO É
PREOCUPANTE

Sexta-feira :
Vitória de Guimarães - Vitória de Setúbal, Hugo Pacheco (Porto).

Sábado:
Beira-Mar - Paços de Ferreira, Pedro Proença (Lisboa).
Olhanense - Moreirense, Manuel Oliveira (Porto).
Gil Vicente - Benfica, Vasco Santos (Porto).

Anónimo disse...


Isto são já as afirmações da derrota.
No desporto como na vida, não se ganha sempre, e por isso temos de saber viver com as vitorias e com as derrotas.
Não acredito que o juiz tenha alguma vez pensado que fosse possivel vencer estas eleições com uma campanha de apenas 15 dias, e ainda por cima foi o que se viu.

Abraço e saudações Benfiquistas,

Potenza

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...