16.10.12

Os prostitutos




Não, não é aquilo que muitos estarão a pensar, mas daria seguramente um grande filme.


Este assunto nada tem a ver com as movimentações de ontem à noite, de Benfiquistas A’s ou B’s, tendo em vista as eleições no Clube.


Com serenidade, sem a presença de acéfalos, monocéfalos e bicéfalos, sem mirar os mentecaptos que abundam na Gloriosasfera em ambas as barricadas e descontando as traulitadas mútuas de que são sempre fertéis as ferozes eleições para os órgãos sociais do Sport Lisboa e Benfica – já é uma tradição “democrática” de há muitos e muitos anos, os candidatos esfacelarem-se uns aos outros, neste casos um ao outro - mas esperando pacientemente que surjam as respostas claras e inequívocas às três questões fundamentais que preocupam o Universo Glorioso – o “não” à Olivedesportos em matéria de direitos televisivos, a manutenção do “corte” institucional de relações com o grémio da fruta e do putêdo e distanciamento em relação ao lagartêdo, e a ruptura com a actual direcção da FPF e seus dirigentes da arbitragem - vou aguardar que A’s e B’s se definam categòricamente para fazer a minha opção.


Sem ruídos e evitando enredar-me na teia viscosa e rasteira que prolifera pela maioria dos espaços benfiquistas da blogosfera.


 


No início desta semana o Apito Dourado arremeteu com força. Agora foi a vez de sete prostitutos do bordel da APAF – Apitadeiros Portugueses Amantes de Fruta – brindarem o público com mais um show pornográfico, mas nada que se parecesse com as orgias de Paixão, seus auxiliares e outros que tais, com as putas do Araújo.


Depois de pensarem e repensarem o que fazer, juntaram-se, e naquela promiscuidade vergonhosa em que costumam chafurdar com os pintos corruptos e sinistros de Palermo, lá foram entregar uma queixa contra um glorioso lampião, à entidade supervisora como se de uma violação se tratasse a sete virgens ofendidas e desonradas.


Estas sete putas ladinas e outras tantas que são sodomizadas a torto e a direito, obrigadas a fazer as coisas mais escabrosas, como aceitarem sem piar e às vezes de cócoras, as condecorações e homenagens em Palermo, pelos “servicinhos” prestados, levando nos cornos da gentalha do Freixo quando saem fora dos carris corruptos e mafiosos, vêm agora com aquela lata de verdadeiras rameiras queixar-se de verdades insofismáveis.


Queixas?


Era nos queixos, era… e haveríamos de ver se elas a partir daí não se portariam minimamente como mandam as verdadeiras leis do jogo!

 
 
GRÃO VASCO

2 comentários:

A'guia de Santo Tirso disse...

Bravo , está tudo dito , como sempre brilhante .
Mais uma obra deste artista Benfiquista .

Águia Skywalker disse...

Dedico a minha atenção, e comentário, ao 1º tema do "post", pois o 2º causa-me náuseas.
Brilhante postura e análise elevadíssima, quanto ao presente momento e quanto às 3 linhas mestras que deverão orientar o nosso, digo bem, nosso futuro.
Aguardemos pois serenamente.

Viva o Benfica!!!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...