11.12.12

Godiño & Aguilar



Divinal!

Já não me lembro de ter rido tanto como me aconteceu ontem logo a seguir ao fim do jogo em que o meu Benfica espetou “três sêcos” ao lagartêdo.

 

Como sempre, todas as segundas-feiras a partir das 22 horas há circos na TV. Fui ver o da SIC notícias, mais concretamente “O Dia Seguinte”. E por lá revivi um espectáculo único de dois palhaços que me fizeram recordar os meus tempos de infância. Uma parelha inolvidável que integrada num grande circo de Natal passou há meio século pela minha terra.

A parelha chamava-se “Godiño & Aguilar”, respectivamente o palhaço-rico e o palhaço-pobre, dois galegos de 1ª ordem.

 

Pois ontem, para surpresa minha, lá apareceram outra vez essas deliciosas figurinhas que me fizeram rir até às lágrimas.

 

Outro tipo de palhaçadas, é certo, mas tal como as de outrora, sempre muito bem conseguidas, para gáudio das audiências.

 

Na SIC notícias, Aguilar, com umas “trombas” que chegavam de minha casa a Abravezes, bolçando a verborreia habitual, arrotava uma insuportável azia anti-benfiquista por todos os poros. A “coisa” ontem à noite não tinha corrido bem, pois nem Xistra, nem Vasco Santos, nem nenhum daqueles que gosta da fruta e dos chocolatinhos made in Palermo, puderam influenciar o resultado no Fôsso do lagartêdo, e o Benfica afinal tinha ganho sem espinhas o derby tão ansiado pelos corruptos do Freixo e seus vassalos da capital.

Depois, ao ser confrontado com a excepcional defesa a duas mãos de Alex Sandro no jogo do seu grémio com o Moreirense, perguntou abespinhado:

- “Mas onde é que queriam que ele pusesse as mãos?”

 

Foi realmente a melhor “tirada” da noite, a pedir meças à publicitada ironia do peido do seu mentor Giorgio di Bufa.

Há cinquenta anos, o público decerto tê-lo-ia brindado de pé com uma enorme ovação! Lapidar!

 

A seguir, veio todo ufano a terreiro, empunhando e mostrando um livro, como se tratasse da Bíblia ou do Corão, vangloriando-se de que o seu autor, um alegado benfiquista, Domingos Amaral de sua graça - um imbecil a tirar dividendos dos seus escritos à custa do Glorioso – corroborava muitas das teses do grémio da fruta, das viagens e das putas oferecidas a árbitros. Abanava com ele para cima e para baixo como se ele fosse o caminho da sua salvação e da absolvição do seu querido grémio condenado por corrupção.

Acabou, balbuciando umas patacoadas sobre o Barcelona B tentando fazer esquecer ou branquear as barracas com o Apoel – a única equipa cipriota que até hoje derrotou uma equipa portuguesa (grémio da fruta) – e do Artmedia.

 

A verdade, é que contra as expectativas e tal como no circo do Natal de há 50 anos, ontem “levou três na peida, c’até a barriga empinou!”.

 

Um palhaço-pobre, ou melhor, um pobre palhaço, colocado em lugares políticos e desportivos como um mero mandarete, ou voz do dono, digno representante de uma corja que não tem emenda, nem vergonha.

 

Quanto ao palhaço-rico, está mais falido do que rico. Godiño, no flash interview, interpretando fielmente o número que lhe competia, com guião dessa aberração lagartinóide chamada Pedro Sousa, soltou uns desabafos que retratam toda a estupidez e mesquinhice de um palhaço-rico.

“Não ligava a acusações, porque não ia descer tão baixo”.

O que eu me ri, outra vez!

Então ele que foi o primeiro a acusar o seu adversário, dizendo que “Vieira teve mêdo”, que “não é que tenha prazer em falar com ele (LFV)…”, que durante a semana incendiou, provocou, que criou um clima de conflitualidade irracional com impressões digitais à mistura, ao nível de qualquer boçal carroceiro, estava agora a assobiar para o lado?

E que não ia descer tão baixo?

Como, se ele tem estado sempre a bater no fundo?

Ontem, no seu número patético e aparvalhado, que se arrasta tal e qual como a desgraçada crise do grémio do lagartêdo, enfiou o maior garruço de sempre. Mas quem se comporta desta forma chicaneira, mais tarde ou mais cedo tem aquilo que merece. Está a tê-lo!

 

Por mim, esta parelha inaudita, ao contrário daqueles que eu vi na minha meninice, está despedida.

 

Mas no final do espectáculo, ainda houve oportunidade para se ouvir uma “bôca” felina da plateia:

- “Cuidado com a 2ª!”

Com quê? -  perguntou Godiño, invectivando o público.

-“ Não, não é com a 2ª circular, nem com a 2ª da caixa de velocidades do teu automóvel, ó Godiño! É com a 2ª divisão!...- respondeu-lhe furibundo, um careca de barbas, palitando os dentes…

 

Nesse momento a Juve Leo, “em defesa da honra” abandonou a bancada, lançou-se ao Fôsso dos leões (fôsso do lagartêdo) e as luzes do circo apagaram-se.

 

Godiño, imóvel na tribuna do Fôsso do Lagartêdo, permanecia firme e hirto como uma barra de ferro repetindo até à exaustão – “sou o melhor presidente do mundo, temos os melhores jogadores do mundo, tenho o melhor treinador do mundo, tenho o melhor roupeiro do mundo...”

 

Eduardo (Maus-Fígados) Barroso ao ver este final circense fugiu do olho do furacão e refugiou-se no seu hospital, pedindo asilo político a colegas seus lampiões!

 

Mas lá que foi uma noite em cheio, lá isso foi!

 

 


GRÃO VASCO

5 comentários:

Jotas disse...

eh eh eh, as fotos tão divinais.

Aguia_Imperial disse...

O Gordinho Lopes ontem saiu-se com esta:
"Vim para colocar o Sporting onde merece."

Não sei se é para os sportinguistas (sportinguistas e não lagartos lambe-botas de Palermo) rirem ou chorarem.

Anónimo disse...

E não é k vai meter mesmo,é k o lugar deles é na 2ª,de verdade

Frank disse...

Se foi uma noite em cheio,para mim foi, com esses palhacos so assim nos fazem rir a brava,foi o Godinho,o douterzeco ontem nao o vi fiquei com pena,foi o palitos,mas a melhor foi a do alguidar com essas das maos nao e penalti balbuciou ele,ainda gostava de saber o que sera um penalti pra aquela alma,foram as lagartixas a entoar canticos ofensivos apos o golo deles aqueles parvalhoes nem sabem disfrutar quando estao ganhando somente se sentem bem chamando nomes improprios ofendendo tudo quanto seja benfiquista que pena tenho eu do nosso benfica pertencer a este circo que se chama futebol Portugues mas deixa nos vamos rindo eles vao tendo o que merecem,os corruptos nao vao pelo mesmo caminho da desgraca porque mexem com tudo quanto seje aldrabice nao se marcam penalties contra e ajudas daqui,dali e la se vao safando mas um dia vao pagar todas juntas meus amigos neste mundo tudo se paga e voces nao vao ter onde se esconder e so uma questao de tempo,o meu riso ainda sera maior,muito maior que o de ontem.

GRÃO VASCO disse...

Caro e Glorioso Frank,

Absolutamente de acordo com o que dizes.

Saudações Gloriosas

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...