30.12.12

Um “perigoso” à solta…

 

Atenção Companheiros!

 

Não, não é nenhum daqueles ucranianos, russos, moldavos ou chechenos psicopatas que às vezes vemos no canal do National Geographic, superalgemados, com correntes nos pés e nas mãos, num daqueles presídios inimagináveis dos países de leste. Este é mesmo português, funcionário público, tem 37 anos e é de Vila Nova de Famalicão. É o inefável Cosme Machado!

 

Mais logo, a partir da 16 horam teremos em Moreira de Cónegos, no relvado do estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, Cosme Machado, um malabarista do pífaro muito perigoso, simpatizante do grémio das barracas de praia do Freixo e que não enjeitará a ocasião para actuar em conformidade – isto é, PILHAR O BENFICA!

 

Estejamos bem atentos e actuantes!


GRÃO VASCO

4 comentários:

Anónimo disse...

Acho bem melhor que os benfiquistas que residem e votam no concelho do Porto comecem a preocupar-se com quem vão eleger em Outubro próximo. O inefável de Gaia perfila-se na mesma linha do Fernando Gomes e do Nuno Cardoso para ser eleito e beneficiar o antro, da mesma forma que o fez em Gaia. Benfiquistas e contribuintes acautelem-se pois se o plano for avante é o nosso fim!

Averapina disse...

Caro amigo Grão Vasco,ñ vai ser mais logo k temos de ficar preocupados com este animal,mas sim um pouco mais la pra frente,logo só vai servir pra "nos" tapar os olhos,logo fará uma arbitragem ao seu normal estilo(falta de qualidade,pra n dizer outra coisa),vamos esperar pra ver se ñ será assim... abraço

tomé disse...

A análise do comentador Pedro Gomes ao mau momento do Sporting, depois da derrota com o Rio Ave para a Taça da Liga.

O futebol que a equipa do Sporting apresenta é o reflexo da desorientação, da ansiedade, da insegurança, do nervosismo, da ambígua barafunda de quem lidera quem, que se infiltrou no grupo dos jogadores.

Os jogadores nesta época e neste curto espaço de tempo já foram “orientados”, por quatro treinadores. Os resultados estão à vista? Desastrosos, os piores de sempre na história do clube.

Os jogadores sentem-se órfãos de liderança, não sabem quem manda. É muita gente a mandar. Não sabem se continuam ou se são dispensados. Outros o que desejam é sair deste filme de terror. Na realidade observa-se que os jogadores não têm confiança, estão desmotivados e sobretudo desorientados!

A falta de vitórias, as contínuas alterações na equipa. Em todos os jogos o Sporting apresenta uma equipa diferente para ver se desta vez é que é? Isto, psicologicamente, é um erro crasso, pois gera um ambiente de desconfiança e de descrédito que despersonaliza os jogadores.

Não admira que no jogo de ontem, para além do excecional Rui Patrício, Ricardo Esgaio fosse o jogador mais calmo, mais confiante e o mais esclarecido. Porquê? Porque entrou recentemente na equipa principal e ainda não está contagiado pela onda de descrédito que afoga mentalmente os seus colegas.

Pede-se aos jogadores que lutem, que tenham atitude competitiva, que corram. Mas eles parecem estar entregues a si próprios, correm mas não sabem para onde devem correr. Cada um tenta jogar individualmente, ignoram o coletivo. Parecem estar perdidos no campo. É urgente que alguém, um guia conhecedor do mapa do futebol, reúna e tranquilize o grupo, e lhe indique o melhor caminho!

Averapina disse...

A esse comentadeiro so uma frase: - "Cá se fazem ,cá se pagam"...ainda n eskeci o k este mamiforo disse kuando foi na epoca da "operaçao coraçao" lançada pelo 1º destruidor da ekipa do Benfica(manuel damasio),portanto,so tem o k merece,e n vai ficar por aki "sr"pedro gomes...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...