15.2.13

O observador para domingo na Luz



«O Benfica está indignado com a nota positiva (3,9 em 5) atribuída pelo observador Brites Lopes ao árbitro Carlos Xistra no embate das águias com a Académica (2-2).» (in CM)

Sim, não há mesmo vergonha nenhuma. O observador nomeado para o jogo Benfica-Académica, a realizar na Luz, no próximo domingo, é nem mais nem menos Brites Lopes, a alimária que com toda a lata deste mundo deu nota positiva a Carlos Xistra depois da pilhagem a céu aberto que se verificou na 1ª volta do campeonato em Coimbra, marcando dois penaltys-fantasma contra o Benfica.

O malabarista do pífaro é Nuno Almeida do Algarve, um serviçal da fruta, muito, muito perigoso. E os fiscais-de-linha são Paulo Ramos de Setúbal?!? e Nuno Vicente de Santarém?, dois ilustres desconhecidos, tal como eram os dois da Choupana que resolveram ajudar Pedro Proença nas incríveis expulsões de Cardozo e Matic.

Por agora estamos em alerta geral com este malabarista. Será bom que jogadores e JJ estejam de atalaia e não baixem a guarda.



Na próxima 5ª feira, 21 de Fevereiro, na Luz, as dificuldades serão as mesmas de Leverkusen, apesar da preciosa vantagem, conseguida por um virtuosismo de Óscar Cardozo e salva in extremis por Melgarejo, num prodigioso golpe de cabeça, negando o golo do empate aos alemães.

Satisfação pela vitória, mas a vida continua, pois este domingo há novo jogo, neste caso para a competição prioritária - o campeonato da Liga. Ganhar à Académica é absolutamente mandatório. Não podemos ceder um palmo de terreno sequer e conforme disse JJ após a vitória sobre o Bayer Leverkusen, há que ter a noção de que nada "tá" ganho.

Cardozo e Matic, castigados pela ignóbil acção de Proença na Choupana, e André Gomes por lesão, estarão ausentes. No entanto, o Benfica tem equipa e jogadores suficientes para resolver o desafio atempadamente.
A nomeação de Nuno Almeida, com a "brilhante" companhia de Brites Lopes de Santarém, como observador, conforme foi referido no início do post, é mais do mesmo com o retorno aos não internacionais, com a particularidade deste apitadeiro ter normalmente prestações insuficientes, ou mesmo medíocres.

E como após os jogos europeus, e neste caso depois de uma vitória com significativa repercursão, como foi a do Benfica na Alemanha, a par do desgaste físico dos jogadores surge o vício da descompressão e da desconcentração, sempre preocupantes e que por norma traz os seus custos, todo o cuidado será pouco na abordagem ao jogo pelos jogadores Benfiquistas e pelo próprio JJ.

Que se cuidem, pois nada está ganho!




GRÃO VASCO
 





2 comentários:

Anónimo disse...

A arbitragem de Pedro Proença no jogo Tottenham-Lyon (2-1) da Liga Europa recebeu notas críticas tanto por parte da Imprensa francesa como da inglesa. "O Lyon estará neste momento a remoer certamente sobre a arbitragem muito discutível, sobretudo na primeira parte, quando ocorreram dois factos que tiveram peso no resultado", escreve Jean-Baptiste Renet, enviado especial do diário "L'Équipe".

O jornalista refere-se a um penálti não assinalado contra o Tottenham (por alegada falta de Vertonghen sobre Gomis) e ao livre direto que deu origem ao primeiro golo do Tottenham - "uma pretensa falta sobre Dembélé que foi muito, muito pouco evidente", escreve Renet. Estes dois casos do jogo deram origem, naturalmente, a comentários muito críticos por parte do treinador e do presidente do clube francês.

"Vamos ver que tipo de árbitro nos calha na segunda mão. Vamos ver se ele marca os livres que são mesmo livres, se marca os livres que não são livres ou se marca um penálti que é penálti descarado. Vamos esperar para ver", comentou o treinador Rémi Garde. O presidente Jean-Michel Aulas, por sua vez, deixou no ar uma insinuação: "Não gostaria de referir a ligação entre o árbitro português e a nacionalidade do treinador do Tottenham, mas a verdade é que existiu um penálti flagrante sobre Gomis", disse Aulas

BENFIQUISTA CORAÇÃO disse...

«Arbitragem disfarçadamente tendenciosa na 1.ª parte e claramente tendenciosa na 2.ª», diz presidente da Académica

ESTE CARAMELO
VIU UM JOGO QUE NINGUEM VIU

ESTE ARTISTA DEVE TER FICADO
TRISTE PORQUE
TEVE A MALA QUASE NA MÃO
MAS NO FIM LÁ FOI ELA

BOM BOM PARA ELE ERA
OUTRA XISTRALHADA
À MODA DA 1ª VOLTA
OU DO TEMPO DA AGRESSÃO
AO AIMAR COM FALTA ATACANTE

Ó MEU
VAI DAR BANHO Ó CÃO

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...