24.2.13

O príncipe Artur e a rainha do Freixo




Em Palermo, no Freixo, tal e qual como em Inglaterra, a rainha é que manda e o príncipe limita-se às suas funções “reprodutoras”.


 


Na sexta-feira no Estoril, a casa real de Palermo, Artur e a “sua rainha” pariram mais um herdeiro – o “Miguelito”.


E ontem no reino do Ladrão, a monarca corrupta do alto do seu camarote real, entre uma bufa pestilenta e um pigarro pífio, decretou:


 


- “Arturinho, enquanto a bola não entrar, marcas os penaltys que forem precisos, ok?”


 


Lembrando palavras recentes da mesma “rainha”, a noite de ontem no antro da pocilga foi mesmo algo de “especial”.


 


Em Palermo, o campeonato está a saque!


No Freixo, a gatunagem e o despautério continuam com os seus protagonistas impunes.


 


A dias, só mesmo o Artur!


 


 


GRÃO VASCO

1 comentário:

anti-gebos disse...

este gebo
do SÒARES
limpou-nos 2 pontos
contra o braga
na primeira jornada

ontem meteu um hidraulico
e inclinou o campo

marcou um penalti
sobre o russo da frutaria
só porque lhe deram
um toque num calcanhar

mas o ano passado
não marcou em alvalade
um atropelamento
ao GAITAN que quase o desfazia em cacos

este gebo devia ser irradiado
por ter duplo comportamento

um quando vê azul frutado pela frente
e outro quando vê vermelho com o qual gosta de implicar

este futebol é uma merdinha
e este gebo um grande artista

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...