7.2.13

“Octopus”



 

Nos últimos anos tem sido sempre assim – o grémio da fruta corrupção & putêdo, vulgo fcp, comete ilícitos, faz batota praticando dislates em série, e no imediato lá aparecem os habituais “anónimos” em acções concertadas, lançando cortinas de fumo, na tentativa de branquear uma organização mafiosa, sem escrúpulos, arrastando tudo e todos para um lamaçal que não tem fim.


 


Com elementos instalados estratègicamente em todos os pontos de um circuito viciado e vicioso, desde o submundo da marginalidade e do crime até ao um labiríntico e promíscuo sector da magistratura, e tendo a sul, como aliada, uma trupe verde-submissa, sua verdadeira criadagem, a organização mafiosa, a norte, continua a actuar impunemente. Impunidade que vai grassando em todos os sectores como uma maleita pestilenta incontrolável – basta constatarmos as movimentações políticas para as câmaras ribeirinhas da foz do Douro.


 


A renovada ascensão do Benfica e o seu cada vez mais notório e progressivo poder desportivo, vai obrigando essa escumalha mafiosa sediada na Palermo portuguesa e toda a sua rede tentacular espalhada um pouco por todo o país, a errar muito mais vezes na vã tentativa de ganhar a qualquer preço.


 


Demorou o seu tempo, mas o Benfica já atingiu novamente patamares que começam a incomodar toda essa mafia instalada no desporto nacional. Em sectores onde não podem vencer, nem que seja com recurso à chicana, pura e simplesmente desistem e concentram forças noutras áreas.


 


A “organização”, tudo tem feito para evitar esta situação, pois desde o início do consulado de Luís Filipe Vieira que a corja, a norte, nunca viu com bons olhos a escolha do novo projecto para o Benfica e do homem que o iria implementar.


 


Assim, Luís Filipe Vieira foi desde cedo confrontado com ameaças e ainda mais notórias quando rebentou o escândalo do “Apito Dourado”.


A sua casa foi “visitada” anònimamente pela mafia, e ele próprio avisado de que o seu atrevimento em afrontar o “poder paralelo” liderado pelo padrinho dos padrinhos, a norte, iria ter custos severos, não só para a sua pessoa, como também para os seus familiares.


 


Com o crescimento do escândalo, sobrevieram mais “anónimos”. Impotentes para abafar as escutas e colocarem as mordaças da infâmia nalguns juízes incorruptíveis e em agentes policiais e judiciais impolutos, “sacaram” de uma pseudoescuta para chantagearem o presidente do Benfica.


Luís Filipe Vieira não cedeu, e mais uma vez, a escória do Freixo defecou na ventoínha, com o objectivo de sujar e ciscar o bom nome de um homem cuja voz se tornou verdadeiramente incómoda e que se assumiu como o principal líder no combate ao lodaçal que a organização “perfeita”, composta pela pior escória jamais vista no desporto e nosso futebol, escourada numa comunicação social prostituída, com opinion makers, paineleiros, jornalistas, repórteres e comentadores mais parecidos com nojentas ratazanas de esgoto.


 


Nesse momento, o desespero tomou conta da bandidagem.


A fuga, de variadas e múltiplas formas foi a solução.


Como soe dizer-se, “quem não deve, não teme”. Não foi o que aconteceu e a debandada para terras de Santiago só veio mostrar que os indícios tinham mais que fundamento.


Assim sendo, e nesse intervalo, as figuras abomináveis da corja de Palermo - alguns com o mesmo traquejo de guardas prisionais e habituados a lidar com uma clientela da qual fazia parte escumalha criminosa e perigosa – tentaram mais um acto rasteiro. Foi entregue, mais uma vez, “anònimamente”, por pressupostos “agentes” da Polícia Judiciária, um dossier com o título “Apito Vermelho”, forjado à pressa e de um modo tão grosseiro e infundado - visava inculpar o Benfica e o seu presidente de actos semelhantes aos ocorridos no “Apito Dourado” (esses sim, provados e confirmados pelas escutas) - que foi logo descartado pelos investigadores.


A corja corrupta da Palermo portuguesa estava indiciada e este dossier forjado foi mais uma manipulação criminosa cuja investigação foi direitinha para as calendas.


 


A realidade, é que o ANONIMATO é algo que sempre aparece quando a “superestrutura” do Freixo erra ou pratica clamorosos ilícitos.


 


Assim, lá apareceu agora mais um “anónimo” a fazer mais uma denúncia junto do Conselho de Disciplina da FPF. Um conselho já há muito descredibilizado, tendencioso, incompetente e com a função de travar o Benfica.


 


O caso Luisão, decidido pelo sector não-profissional do conselho, é disso bem evidente.


A morosidade e a leviandade com que o processo do crime de fogo-posto ao Estádio da Luz pela escumalha do lagartêdo foi conduzido, instigada por um ex-polícia, mentecapto do Paleolítico Inferior, é um caso flagrante de excesso de zêlo da parte desses conselheiros, relegando para os tribunais civis a decisão, só para depois se pronunciar se fôr caso disso. Uma vergonha deplorável!


Bem como a conclusão do processo de indemnização. Ora se houve direito a indemnização é porque há culpados no cartório. Mais um processo para rumar às calendas.


O castigo a Aimar é uma escandaleira inadmissível.


Por fim e agora, a rábula das 72 horas adaptada ao Benfica e a tentativa de sujá-lo com a porcaria importada do chafurdo do Freixo, a norte.


O Benfica respondeu bem e de uma forma lapidar, denunciando o despautério que vai nesse desacreditado conselho.


 


Convenhamos que a realização não é de Francis Ford Coppola, mas lá que tudo isto é um verdadeiro filme “à siciliana”, com sopranos e tudo, não há a menor dúvida!

 

GRÃO VASCO
 

3 comentários:

Anónimo disse...

Caro Consócio:

Uma nota:

Creio que é no livro - "eu, carolina, ou talvez no "descida aos infernos" - que tenho e já li, é feita a descriçãol de como aconteceu a ida a VIGO:

Um bufo da PJ Porto - avisou o Jorge Pinheiro (irmão do Reinaldo T.), após, reuniram em Gaia (num almoço onde esteve o L. dos Apitos, na sua qualidade de Advogado), onde ficou decidido:

Deixar cair o empresario J. Araújo;
O Reinaldo T. dormiria num hotel da cidade nessa noite;
e o porco mor iria a vigo!

Enfim.....é malhar neles sem descando. Os seus textos e a maneira como pensa o Benfica e os problemas do Futebol emportugal não encontra paralelo na porcaria de muita Blogosfera "dita benfiquista".

Saudações Gloriosas,

GRÃO VASCO disse...

Caro Consócio Anónimo,

Grato pelo comentário.
Pelos comentários seus nos diversos posts do Pinceladas, sei que sofre pelo Benfica. Tanto ou mais do que eu,
Este espaço também é seu. Para desabafar e escrever o que lhe der nas ganas, Faça-o sempre que quiser, dando-lhe uma sugestao - use um nickname "à Benfica" e use-o aqui.

Cmpts Gloriosos
GV

Anónimo disse...

Caro GV,

Desculpe os modos.....que grandes filhos da puta!! Ora aí está o proença, lá longe para ninguém lhe partir os dentes.......

Já o careca do cosme vai ao Draguoe.... mais, se o D. Gomes e o B. Paixão não apitarem os corruptos (pois foram vetados em reinuão com o Antonino, o VP e o Antero), desenganem-se, pois o Benfica ainda não controla os apitos......

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...