22.5.13

O camelo do João Gobern



http://www.rtp.pt/play/p326/e117843/pano-para-mangas

 

Impante na atroz e desesperante infantilidade urbana da sua isenção de profissional da informação e tenrinho como as nutridas carnes do seu lombo piramidal, o camelo do João Gobern resolveu, vá lá saber-se porquê, convidar formalmente o camelo do Carlos Abreu Amorim para um passeio pelo Magreb.

 

O périplo foi tão amistoso e tão cordial, que o camelo do João Gobern presenteou o seu homólogo do Freixo com uma bela jantarada à luz da lua, onde não faltou sequer o couscous, a tagine e o brinde com chá de menta, especialidades gastronómicas locais que tão bem se enquadraram nessa idílica e inesquecível noite no deserto. Só faltaram umas fleumáticas fumaças pós-prandiais de tabaco mesclado em mel, a sair dos tão afamados cachimbos de água.

 

Grandes camelos, sim senhor!

 

O camelo do João Gobern nem sequer levou a mal as diatribes e os abusos de linguagem tresandando a ódio, que o camelo do Carlos Abreu Amorim bolçou a noite inteira. Porventura não o ouviu nem leu convenientemente – no deserto, o barulho é infernal e a noite escura como o (a)breu. Afinal, como camelo isento que é, esquecendo-se da sua condição gloriosa, preocupando-se mais com a defesa da sua avantajada imagem do que com a verdade, tudo aquilo não passou de mais um fait-divers de um camelo provinciano em busca de fama em paragens sub-magrebinas.

 

Mas, bem vistas as coisas e depois de tudo o que aconteceu, o camelo do João Gobern perdeu uma boa oportunidade para estar calado. Tal como muitos que se preparam para as longas travessias no deserto do Saahara, meteu água. Mas foi tal o exagero que até o camelo do Carlos Abreu Amorim se riu de tanto salamaleque e de tanta estupidez de um camelo engraçadinho.

 

Como sempre, um camelo fracote, irrecuperável, a dar uma no cravo e outra na ferradura. Os Benfiquistas, os Autênticos, dispensam a sua condição.

Não sei se os camelos dão banho aos cães, mas é uma boa altura de ir fazê-lo, de preferência para o deserto…

 

 

GRÃO VASCO


6 comentários:

Anónimo disse...

cuidado com os animais ! Mustapha Rabah Madjer (Arabic: مصطفى رابح ماجر‎; born 15 February 1958 in Hussein Dey, Algiers) is a retired Algerian o do calcanhar dos andrades deve estar a votar fogo pelos poros dos porcos...

olha la sff da uma vista de olhos !..aqui:

http://depoisfalamos.blogspot.pt/

na minha edeia este grunho merece cacete ....

red_1904 disse...

desculpem voces ja assinaram a peticao ?
se ainda o nao fizeram porfavor facam e divulguem aus vossos amigos pelo nosso Benfica
isto nao e nenhuma armadilha foi um amigo que teve a inicativa porfavor facam
comprimentos benfiquistas

http://www.peticaopublica.com/PeticaoListaSignatarios.aspx?pi=P2013N40566

Anónimo disse...

Caro Consócio Grão Vasco:

Permita-me, em primeiro lugar, referir-lhe que fiquei muito surpreendido e honrado ao constatar que me teria destacado num ‘post’ do seu Blog.

Assim sendo, informo-o que o pedido que aí me fez foi o elixir/revitalizante de que carecia naquela tarde de domingo.

Mentir-lhe-ia se não lhe dissesse que fiquei comovido e visivelmente emocionado com o pedido que me fez (de puxar pelos nossos e trazer o caneco). É que eu sinto na sua escrita o vigor e a bravura das nossas “camisolas berrantes”, bem como toda a valentia de todos nós, os Autênticos, quando puxamos pelo nosso Glorioso.

Motivos profissionais impediram-me de lhe remeter este comentário antes da minha partida para Amesterdão (que se deu a altas horas da madrugada de quarta-feira, em direcção a Faro, a fim de voar para o país das Tulipas).

Em todo o caso, informo-o que puxei o que podia pelo nosso Glorioso, ao ponto de ficar sem voz – pois prometi a mim mesmo que lhe haveria de trazer a taça/caneco – naturalmente, acompanhada de toda uma reportagem (fotográfica e de vídeo) - para que com ela nos brindasse no seu Blog…..deste modo, cheguei mesmo a berrar a plenos pulmões na arena de Amesterdão: “ANDA BENFICA, OLHA QUE É O GRÃO VASCO QUE PUXA POR TI”…….infelizmente, não foi desta que conseguimos…..ficará para a próxima certamente…..

Posteriormente, já no domingo, na Catedral, chorei compulsivamente no final do jogo com o Moreirense, tendo mesmo que ser amparado por um dos nossos, que ali assiste comigo aos jogos ao longo destes últimos anos. No fim, a bela da bifana e da imperial serviram para retemperar forças.

Agora, é domingo no Jamor! Lá estarei, embora receoso com o Super Dragão que enviaram …..enfim, a somar à nota negativa do H. Miguel, é o futebol que temos…..o “futeluso” como diria o nosso consócio Alberto Miguéns.

Talvez fosse a hora de retirar o apoio concedido ao “nando” das facturas……este futebol mete nojo, mas o pior é que, a avaliar pelos festejos, não envergonha a quem ganha…. é caso para dizer: então assenta-lhes bem a vitória!

SAUDAÇÕES GLORIOSAS,

P.S. li, como não poderia deixar de fazer, todos os seus últimos textos que estão, à semelhança de todos os outros, absolutamente excepcionais. Quanto aos camelos, o melhor é mesmo irem para o deserto dar banho a quem quiserem…… (creio que este pequeno episódio reflecte bem a importância deste seu “PENSAR” o Benfica, pois não posso deixar de notar a enorme diferença que medeia um simples insulto como “LABREGO” – como fez a maioria da Blogosfera - , deste seu riquíssimo texto)…..Continue, pois pela minha parte, cá estarei sempre para o ler…..

P.P.S. Como diz o Afonso de Melo, no Jornal Benfica, este sentimento “provoca uma profunda melancolia, que não sai de dentro, não sai, não sai...”. Não sei se gosta da obra musical do Astor Piazzolla, mas desafiava-o a ouvir este “Oblivion” – que quer dizer “esquecimento” - disponível neste link do youtube:

http://www.youtube.com/watch?v=i5tc57Gmfjw

É assim que eu me encontro: de coração partido…………………

rui disse...

pois realmente com benfiqueiros destes e outros como o seara a voz benfiquista vai perdendo razão de ser

RIVUS disse...

Caro senhos, Grão Vasco: aplaudo o seu texto e, deixe-me que lhe diga, fiquei profundamente desiludido com esse tal Gobern que se diz benfiquista. Que mal teria feito este Clube para abrigar (e aceitar) gente desta?

Anónimo disse...

Esse senhor camelo é Benfiquista? com que nº de sócio? sem isso não passa de um simpatizante, ou a rtporto ia contratar um Benfiquista como comentador? isso acho que está proibido para aqueles lados por motivos óbvios, as verdades doem.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...