8.4.14

Ó Cardozo mat’ó bicho!


É 1:34 da madrugada e ainda não consegui ter sono.

O Benfica, esta noite, fez uma exibição de grande categoria.

Aconteceu muita coisa no Estádio da Luz…

 

E as minhas primeiras palavras escritas neste pequeno texto, vão para o adepto anónimo do Benfica que morreu em campo. Sim, este senhor, tão Benfiquista como nós, partiu atraiçoado pela emoção. Que Deus o guarde e que ele possa comemorar lá no anel celeste o desejo e a comoção que o fez partir.

 

Estou admirado.

Há 4h 04’ 30’’ que o Óscar Cardozo não marca e não há um bastardo jornalista/comentarista anti-benfiquista que faça referência a esse jejum de golos.

A orquestra dos mabecos da comunicação social usa todos os métodos rasteiros para desestabilizar o Benfica. Ora é a relação amor/ódio entre JJ e Óscar Cardozo, ou é a saída de JJ do Benfica, ou o eclipse do paraguayo e todo um jogo canalha, contínuo, para tirar o Glorioso do caminho do título.

E quero aqui frisar bem que há alguns malandrins que deveriam ser postos na devida linha – Joaquim Rita, uma verdadeira alimária ortorrômbica que me mete um nojo absoluto, Ribeiro Cristóvão, um rancoroso compulsivo que tentando denegrir e apoucar o Benfica de todas as maneiras, pisa e repisa no seu discurso Jorge Jesus, aludindo sempre a factos do início de época ou a outros mais recentes, esquecendo-se do essencial que é comentar os desafios do Benfica. Esta pandilha que gravita na CS, acolitada vergonhosamente por alguns ditos “benfiquistas” como são o caso de David Borges na SIC, Sousa Martins e a sua palhaça & mabecos amestrados na TVI e na TVI 24, e José Nunes na Antena 1 que hoje foi ao cúmulo de se “incomodar” com os amarelos mostrados pelo Cosme falsete de Braga, porque o achou demasiado “zeloso” em ter exibido logo aos 3’ a primeira cartolina amarela a um jogador do Rio Ave, tem de ser escrutinada e denunciada.

Esta gajada nunca, mas mesmo nunca deveria pisar o chão sagrado do Estádio da Luz!

 

O Benfica, com esta escumalha a chafurdar nos diversos meios da CS vai ter de lutar até ao fim. E exige-se que essa luta seja feita por todos os Benfiquistas.  

 

E lutar contra este estado vergonhoso e sabujo é vê-los na rua, nas TV’s, nos restaurantes, em espaços públicos e apontar-lhes o dedo, sem violência, mas dizendo-lhes na cara que são da pior escumalha que a CS tem e que não merecem sequer consideração de quem os sustenta, pois se não fosse o Benfica, o que iriam comentar eles?

O Mija na Escada FC? O União do Rompe & Rasga?

Haja respeito!

 

Por fim não vou esquecer-me de falar em Nuno Matos, o relatador da Antena 1 que esteve ausente dos relatos do Benfica por algum tempo.

Não sei o porquê de tal ausência. O que é facto é que apareceu por lá um “artista” de nome Paulo Sérgio que já passou por muito lado – Sport TV, especialmente – e que por mais atributos e currículos que apresente é do piorio. Está em todo o lado – TV’s, rádios, relatos, pivot - é quase como um “deus”, tal qual o pastelão de Contumil, Manuel Queirós e quejandos. A sua omnipresença fede. E fede de tal forma que não consigo compreender os sucessivos elogios que ele fez a um péssimo profissional que envergonhou a classe com o célebre “Pato”, essa eminência parda e peganhenta do clube da “fruta”, de nome “antónio tavares-telles” e o tem no seu programa como “paineleiro”. Sabemos que o poder na RTP e em outros sítios estratégicos ainda está nas mãos de muitos andrades morcões, como são os casos de Hugo Gilberto, Manuel Fernandes da Si(e)lva, Rui Loura, António José Leite e uma infindável pandilha de bajuladores anti-benfiquistas que primam pela parcialidade, jogando sempre os seus trunfos em favor do grémio da fruta & do putêdo, condenado em tempos por corrupção.

Mas há que combater isto. E combater é denunciar. Envergonhá-los publicamente, escrutiná-los!

 

Deixo aqui o meu elogio a Nuno Matos. Os seus relatos são plenos de paixão, mas paixão pelo jogo que está a ver. E já não tem sido a primeira nem a segunda vez que na Luz, relata os golos dos adversários do Benfica da mesma forma como relata os golos de Cardozo. Rodrigo, Lima ou outro jogador Benfiquista.

Esta noite relatou os quatro golos do Benfica. E como é seu timbre, empolgou o ouvinte com a sua magia, com a sua voz, com o seu entusiasmo. É por isso que aqui coloco o relato dos seus golos, em especial o 3º, do Óscar Cardozo. O paraguayo bem merecia o pedido de Nuno Matos:

- Cardozo, mata o bicho!

 

E não é que o bicho morreu duas vezes esta noite?

É obra!

 

Até 5ª feira e cuidado, porque cautela e caldos de galinha nunca fizeram mal a ninguém!

 

 

 


GRÃO VASCO

1 comentário:

benfiquista do coração disse...

apoiado

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...