26.10.14

A “lesão” de rui santos



É deveras preocupante.

Alguns programas desportivos da SIC Notícias onde rui santos intervém, nomeadamente o Play Off e o Tempo Extra, dão a entender, claramente, que quando são abordados determinados temas, o jornalista miniatura se transforma num galaró tonto, que tal como as suas parentes do sexo feminino não pensam ou pensam pouco. Pelas suas intervenções extemporâneas sobre assuntos que não domina – mas que ele pensa que domina e conhece profundamente - parece padecer de uma lesão cerebral crónica que o afecta gravemente, tornando-o demasiado vesgo, especulativo e acintoso em relação ao Benfica. A “lesão”, òbviamente, parece ser muito mais grave do que a do Júlio César, guarda-redes brasileiro ao serviço do Glorioso.

 

Pois o facto, é que no penúltimo programa Play Off, o minorca fez uma dissertação bastarda sobre a hipotética lesão “crónica” do brasileiro, “esquecendo-se” de recolher a informação fidedigna na fonte mais habilitada para o fazer – o Departamento Médico do Sport Lisboa e Benfica – sustentando as suas diatribes no “diz-se, diz-se” do pasquim do serpa dos croquetes. Asneira da grossa, própria de um fedelho da sua dimensão jornalística. António Simões, urbanamente, avisou-o daquele chorrilho de bacoradas que somadas a muitas em programas anteriores, logo transformam rui santos, uma pequena ave de capoeira, num verme nojento anti-Benfica. A confirmação deste despautério até veio mais cedo do que se pensava. Júlio César está apto para o jogo de Braga o que deita por terra todas as conjecturas e especulações espúrias deste pigmeu jornalístico.

 

É no mínimo curioso que esta “lesão cerebral” que afecta o rapaz, há um bom par de tempo, tem vindo a agravar-se em surtos sucessivos. Às vezes mais espaçados, outras numa sequência rápida conforme os sucessos ou insucessos do Benfica. A realidade é que o Glorioso tem tido um percurso equilibrado com uma outra falha aqui ou ali, o que deixa muita gentalha da CS, com a caneta e a língua a abanarem. É o que tem acontecido com o dito cujo. E à falta de melhor, numa fase recorrente dessa triste maleita do seu encéfalo, o ruizito inventou uma nova moda. A moda das alianças nas reuniões dos clubes da Liga de futebol, em que imagina o Mestre Orelhas de braço dado com o Capo dos capos da Palermo portuguesa. E insiste, insiste, tal como os mentecaptos geracionais blogueiros, um bando de javardos que se acantona numa das sarjetas mais sombrias e asquerosas da blogosfera anti-Benfica. Até mete dó o refrão da sua cantilena demencial. Vê os fulanos saboreando um leitão num restaurante na Mealhada em mesas diferentes, mas pronto, já estão juntos a formar uma aliança! Imagina-os no urinol do Rei dos Leitões a compararem a dimensão dos seus pénis, hummmm, é a aliança a funcionar! Dá com eles a contemplarem diàfanamente o nevoeiro da Pateira de Fermentelos, lá está outra vez a miragem da aliança! O Capo lança uma bufa assassina, o Mestre Orelhas responde-lhe afinfando-lhe com um rasgador, pois toma lá, que é em nome da aliança!

Pois é. Para o pequenote, eles são os noivos promíscuos do futebol luso, tudo, tudo em nome de uma santa aliança para esbulhar o seu grémio, o seu çeportèn do coração que, coitadito, não é tido nem achado para estas coisas da bola. Mas “esqueceu-se”, e daí um dos efeitos da sua lesão cerebral crónica, de que foi o seu grémio, por indicações de um pistoleiro assanhado que preside aos destinos do mesmo, que se auto excluiu de tudo e de todas as deliberações que foram tomadas. A “lesão” também lhe provoca uma amnésia severa, pois como foi referenciado pelo porta-voz das reuniões, as deliberações foram tomadas por consenso entre todos os 26 participantes.

 

Como sócio do Glorioso, vou solicitar ao nosso presidente que tenha compaixão deste miserável jornalista e que faça uma pequena obra de caridade – que crie em conjunto com o Departamento Médico do Benfica, um sector pediátrico especializado em neurologia, neurocirurgia e psiquiatria, onde o rapazito e todos os ruis santos deste país possam ser tratados devidamente a estas lesões cerebrais crónicas

 

Afinfa-lhe António Simões! Trata-lhe da saúde!

 

Nota: Um pequeno apontamento a outro prosélito do lagartêdo – Paulo Garcia. Este melro com camuflagem isenta mas bem verde por dentro, tem alinhado despudoradamente pelo mesmo diapasão de rui santos. O seu nome ainda vai a maiúsculas, mas por este andar e pela manhosice exibida nas últimas edições do Dia Seguinte, passará, mais tarde ou mais cedo a ser tratado como outro rato de esgoto do fôsso do lagartêdo, pois é notória a manipulação canalha que tem feito dos acontecimentos sobre a liga de clubes, falando também de aliança entre o Benfica e os corruptos da Palermo portuguesa, o que é uma falsidade abominável. Tem a palavra RGS que tem por obrigação corrigi-lo e desmistificar essas reles manipulações no imediato.

 

 

GRÃO VASCO



3 comentários:

Anónimo disse...

esse paineleiro de caracolinhos ensebados de merda, se tivesse tomates e brio profissional dedicava-se era ao caso do diretor dos andrades corruptos que foi encontrado já cadáver com um furo no chapeu de cabra, no interior da Etar de Contumil, vai fazer dois anos em 20 de novembro próximo. É que, quanto a este assunto a CS assobiou para o lado!

Perfeito Correia disse...

Eu, no lugar do nosso querido Simões, já tinha abandonado aquela merda de programa. Com o badalhoco corrupto do rudolfo e com o merdas do anão rui santos, não vale a pena, o Simões, com a idade que tem, estar para ali a demonstrar a sua Grandeza e a Grandeza do Benfica a quem não merece.

Era da maneira que o dito "programa" acabava logo, pela perda de audiências.

Viva o Benfica!

Anónimo disse...

O Simões tem mostrado muita classe

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...