7.11.16

A excomunhão de Herrera…




No rescaldo do desafio de ontem, foi comovente ver Raúl Jiménez confortando o infortunado Héctor Herrera, seu adversário de campo.
Um nobre gesto de solidariedade, de mexicano para mexicano.

Mas a turba azul e bronca não perdeu tempo e escolheu-o como alvo, culpando-o pelo golo do empate do Benfica, marcado aos 90’+2’. Humilhado e escorraçado por essa execrável escumalha, não perdeu tempo, metendo-se no primeiro comboio-expresso que partia da Campanhã para a capital.
Segundo as nossa “fontes”, aí chegado solicitou imediatamente o estatuto de asilado político.

“Em nome do pai, do filho e do Nuno Espírito Santo!”
“Abrenúncio!”


GRÃO VASCO


1 comentário:

anónimo disse...

Esse gajo é feio de mais para ser jogador do Benfica.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...