29.3.17

Ele vai lá estar!



Caros Companheiros,

Confesso-vos que no sábado fui tomado por uma enorme emoção.
Eusébio e o Benfica de 60 deram-me muitas, muitas e grandes alegrias. Revivê-las de vez em quando também nos faz bem.

Mas, hoje, o que conta é o presente e o futuro. O presente é uma realidade da qual todos os Benfiquistas se devem orgulhar.

“O futuro a Deus Pertence”, mas a realidade do presente, permite-nos acalentar fortes esperanças de novos e grandes sucessos no que há-de vir.

Sábado há mais uma etapa dessa gloriosa caminhada na Luz.
Ele vai lá estar transformando-a mais uma vez num palco imortal.
Ele vai lá estar como o primeiro Guardião do Templo Sagrado que nunca nem ninguém profanará.

Para cima deles “Bravos do Pelotão”!


GRÃO VASCO


5 comentários:

Anónimo disse...

PARA MEDITAR BEM
ISTO É COMO O ALGODÃO
NÃO ENGANA

"Pelo que se ouve dizer,
se têm sido marcados os 485 penálties
que reclama só nesta temporada,
por esta altura,
o Porto liderava o campeonato nacional
e seria favorito a vencer a Champions.
Mas como penálties por marcar
há para todos os gostos
e todas as repetições televisivas,
talvez valha a pena fazer outro exercício:

olhar para os penáltis efectivamente marcados.

Os números, de facto, impressionam.

Nos últimos quatro anos,
o Sporting
teve 36 penálties a favor;
o Porto 32
e o Benfica 26.

Será que este indicador
nos diz alguma coisa?
Se pensarmos que o Benfica foi
a equipa que mais venceu
e também a mais atacante
nos últimos anos
(288 golos marcados contra 256 do Porto e 249 do Sporting),
é estranho que esta dinâmica atacante
resulte num número inferior
de grandes penalidades.

Tão relevante como o número de penálties é,
como é sabido,
o momento em que são assinalados.
E aqui, de novo,
uma série longa
causa estranheza:

dos 36 penáltis de que o Sporting beneficiou,
14 foram assinalados com o jogo empatado;

no caso do Porto, o rácio é ainda mais favorável,
17 em 32 (isto é, mais de metade);

já o Benfica, em 26 penalidades,
apenas seis foram marcadas
com o marcador empatado.

Projectemos agora o exercício à actual temporada.

Enquanto o Porto
teve seis penáltis a favor,
cinco deles foram assinalados
com o resultado empatado;

já o Benfica beneficiou de quatro penálties,
mas apenas um com o jogo empatado.

É estatisticamente curioso
que a equipa que mais atacou
nos últimos anos

seja aquela que tem menos penáltis,

e ainda mais curioso
que estes
sejam menos decisivos
para a marcha do marcador.

Querem mesmo continuar a falar de penáltis?"

Pedro Adão e Silva, in record

BS: Está tudo dito,

as estatísticas não enganam,

a maior parte dos junta letras
e pés de microfone
é que as ignoram propositadamente,

é caso para dizer, na mouche.""

Anónimo disse...

COPIADO
""Bacelar Gouveia denuncia "métodos pidescos" de dirigentes brunistas

Ricardo Leão, em 30.03.17

O ex-presidente do Conselho fiscal e Disciplinar do Sporting, Jorge Bacelar Gouveia,
não poupa quem rodeia Azevedo de Carvalho
na entrevista que deu ao Diário de Notícias.
Ora vejamos:

" Essa "ligação estreita" (Nota nossa, a André Ventura, paineleiro afecto ao clube de Carnide),
como diz, foi objecto de intervenções que não me agradaram porque, a partir de certa altura,
ia recebendo comentários e inquirições
de dirigentes intermédios do Sporting
questionando o grau de proximidade que tinha com esse comentador, ao que eu respondia sempre
com a verdade das coisas,
mas sentia que essas perguntas tinham,
na sua essência, uma suspeita inadmissível quanto à minha lealdade e ao meu sportinguismo.
E, a partir desse momento, comecei a encarar
a minha continuidade no CFD de outra maneira. (...)

(...) Isso começou a partir de Setembro, Outubro, em que várias pessoas, num ambiente "pidesco"
desagradável, me questionaram...(...)

(...) Estou a falar de dirigentes intermédios, que me perguntavam, em tom "pidesco",
o que é que eu tinha com esse comentador.
Até logo me recordei, a esse propósito,
que o presidente da Assembleia Geral
é amigo de Luís Filipe Vieira.
Costuma jantar ou almoçar com ele... bem,
talvez agora já não possa...
Aqui tem de haver bom senso e o mínimo de respeito.
Uma coisa são as nossas relações académicas,
profissionais e privadas,
outra coisa são as nossas relações institucionais e de lealdade.
Portanto, a partir do momento em que essas pessoas,
agindo por conta própria ou não...(...)

(...) Esse ambiente foi muito desagradável
e eu não podia tolerar isso.
Não podia continuar com a minha lealdade sob suspeita.(...)

Mas disse mais à pergunta do jornalista do DN "Houve mais episódios de desconforto?"

Anónimo disse...

Houve sim.
O primeiro foi logo ao princípio quando o Dr. Bruno de Carvalho desejou apresentar aos sócios as contas consolidadas do clube.
E ele pediu aos membros do CFD
um termo de confidencialidade
para terem acesso às contas da SAD
no âmbito da reestruturação financeira.
Houve alguns membros do CFD que não assinaram
e eu achava que não tinha de assinar porque,
tendo sido eleito,
a minha legitimidade democrática directa
dispensaria qualquer tipo de assinatura.
E eu estou à vontade nestes procedimentos
porque já fiscalizei segredos bem mais importantes
- quando fui eleito pela Assembleia da República
presidente do Conselho de Fiscalização
do Sistema de Informação
da República Portuguesa
- e nunca assinei qualquer documento de confidencialidade para ter acesso a segredos de Estado.
Não era no Sporting que ia assinar...

Então, não assinou?

Acabei por assinar
porque considerei que se não o fizesse
iria gerar uma perturbação muito grande
e estávamos no início do mandato.
Por uma questão de paz interna,
pensei que devia assinar e assinei.
Já mais tarde, outro episódio que não correu muito bem
foi uma tentativa
- felizmente frustrada - de fazer uma alteração
estatutária (e da qual o CFD só teve conhecimento pela leitura das atas)
que tinha como uma das medidas
o absurdo de retirar o poder disciplinar
ao Conselho Fiscal e transferi-lo
para o Conselho Directivo.
Isso, além de ilegal e inconstitucional,
seria gravíssimo porque violaria a separação de poderes.
A entidade que administra um clube
não pode ser a entidade que pune os seus associados.
Se essa medida tivesse ido para a frente,
o Conselho Fiscal teria ficado sem o poder disciplinar.
E, na altura, houve mesmo alguns membros do CFD
que puseram em cima da mesa
a sua demissão imediata.
Ainda bem que foi algo que se resolveu rapidamente
e tornou-se uma medida esquecida e espero que esquecida se mantenha para sempre.

E como geriu essa situação com Bruno de Carvalho, já que não houve uma comunicação entre órgãos?

O CFD e eu próprio ficámos preocupados
porque nos disseram que o CD tinha aprovado essa proposta de alteração estatutária.
Foi assim que soubemos e a partir desse momento
pedimos acesso às atas para saber o que lá estava
porque ninguém me tinha dito nada.
E ficámos muito espantados com essa alteração estatutária a ser proposta em Assembleia Geral
e na qual o Conselho Fiscal deixaria de ser "Disciplinar"."

Mais palavras para quê?""

Anónimo disse...

NÃO HÁ COMO ESCONDER. ELES NÃO QUEREM
O SLB CAMPEÃO

FAMOSO RELATÓRIO DE XISTRA

Relatório de Carlos Xistra, do jogo Benfica - Beira-Mar, da época 2006/07

"O jogador da equipa visitada, Micolli, desmandou-se em velocidade tentando desobstruir-se no intuito de desfeitear o guarda-redes visitante.

Um adversário à ilharga procurou desisolá-lo, desacelerando-o com auxílio à utilização indevida dos membros superiores, o que conseguiu.

O jogador Micolli procurou destravar-se com recurso a movimentos tendentes à prosecução de uma situação de desaperto mas o adversário não o desagarrava.

Quando finalmente atingiu o desimpedimento desenlargando-se, destemperou-se e tentou tirar desforço, amandando-lhe o membro superior direito à zona do externo, felizmente desacertando-lhe.

Derivado a esta atitude, demonstrei-lhe a cartolina correspectiva."

(Extracto do relatório do árbitro Carlos Xistra relativo à apresentação do cartão amarelo ao jogador Micolli do Benfica)

É ESTE APITADOR SPORTINGUISTA QUE CHORAVA NA PRIMÁRIA QUANDO O SEU CLUBE PERDIA (DISSE A IRMÃ AO CM) QUE VAI APITAR O SLB X FCP

Este apitador que este ano SALVOU o FCP contra o Braga e em Guimarães, vai pela terceira vez fazer o mesmo????

Não esquecer que nos dois campeonatos do Vitor Pereira, xistralhou o SLB num ano em Guimarães e no outro em Coimbra

Quem o conhece de Castelo Branco assegura: é lagartíssimo, mas tem uma dívida eterna para com o Fruta Corrupção Pancadaria e com o Papa...foi quem o promoveu até à primeira liga...a qualidade que não tem nunca chegaria para passar das divisões secundárias...

Em nove anos, 20 jogos arbitrados do FCP. Zero penaltis contra e 4 expulsões contra. Duas das expulsões já nos últimos minutos de jogo com o mesmo resolvido. Estatisticamente o FCP vence 85% dos pontos disputados em jogos arbitrados pelo Xistra. O Benfica 67%. Percentagem do FCP muito acima da média, a do Benfica muito abaixo da sua média.

CAIU A MÁSCARA AO FONTELAS
ELES NÃO QUEREM O SLB CAMPEÃO

Abelourinha disse...

Chamem a policia que vem aí o Xistra. A Sério, bem sei que a escolha era dificil, pois são todos oriundos do pito dourado, ainda me lembro do Javi Garcia em Braga, do golo em fora de jogo do Hulk, da taça de Portugal contra os fruteiros na Luz,já este ano o mergulhador André Silva ganhou uma penalidade ao Braga no dragoum,em Guimarães o Mini Pereira puxou o Bernard e o Xistra fechou os olhos, tá visto, entreguem o Tetra ao Porto.O Ruim Santos também aprova o Xistra ele lá saberá porquê.Tamos feitos vamos ter mergulhadores na Luz....

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...