29.5.17

A barraca do vídeo-árbitro no Jamor…


A realidade é esta e ninguém a pode negar.
O vídeo-árbitro não é um vídeo. São dois árbitros que emitem a sua opinião baseada nas imagens televisivas em repetição.
A subjectividade e a dúvida estarão sempre presentes, mesmo nos lances dos off sides. Só no caso de o esférico poder ou não ultrapassar a linha de baliza é que a definição será totalmente esclarecedora.

A introdução urgente do vídeo-árbitro, tão apregoada pelos pseudopaladinos da verdade desportiva – até foi feita uma aliança espúria das gajadas do lagartêdo e do putêdo - já começou a fazer os seus efeitos, mas neste primeiro caso, em claro prejuízo do Benfica pela falta de coragem demonstrada por Jorge Sousa e Artur Soares Dias para alterarem erros crassos - pelo menos dois penaltys por marcar contra o Vitória de Guimarães - do árbitro do desafio, Hugo Miguel, branqueando assim uma decisão que mereceria da parte do tal “vídeo-árbitro”, imediata correcção.
Relembro, para os mais “ceguinhos”, que Jorge Sousa há um bom par de anos marcou uma grande penalidade em Aves, num Desportivo das Aves-Benfica, em que Karagounis, dentro da sua grande área junto à linha de fundo foi penalizado exactamente por ter caído e na queda ter tocado no esférico com o braço com que se apoiava no relvado. Mas desta vez, Jorge Sousa, “tá queto”!.......

Pois bem, se em vez desta dupla fascinante de apitadeiros estar algures – em local não revelado pela FPF – estivessem com a sua tia-avó, muito possivelmente veriam, tal como ela viu, a grande merda que Hugo Miguel andou a fazer durante todo o jogo da final da Taça de Portugal, em notório prejuízo do Benfica.

Mas tudo cantou hossanas ao vídeo-árbitro. Desde os papagaios da classe política até Duarte Gomes n’A BOLA de hoje, em que de uma forma que eu considero corporativa e desonesta intelectualmente, tentou por todos os meios justificar o injustificável. A defesa obcecada por esta inovação tecnológica tem destas coisas, mas quando suceder o contrário e o feitiço se virar contra o feiticeiro ou seus aprendizes, não venham com as tretas de que para além do vídeo-árbitro também terá de haver necessidade de usá-lo segundo as conveniências de circunstância.

Ora porra para o vídeo-árbitro!


GRÃO VASCO


2 comentários:

Abelourinha disse...

Lembro-me perfeitamente desse lance discuti até com um colega de trabalho que por sinal é da Vila das Aves,defendendo essa questão, mas o Souzita pumba, Penalti contra o Benfica. Com VAR ou sem BAR o putedo será sempre o mesmo.

frank disse...

Nao estou nada mesmo entusiasmado com o video arbitro do nalgas ele estava desesperado por esta porcaria,no Benfica vs Vitoria ficaram dois por marcar ai se fosse na area do Benfica teriamos perdido o jogo,video arbitro Jorge Sousa Soares Dias porra porque nao enfiaram la um gaijo do Benfica para contrapor a balança pelo menos um nao deixava o outro embalar agora dois do porto a fazerem de video arbitro num jogo do Benfica mas que brincadeira e esta meu.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...