4.11.19

TRÊTAS DA SILVA, “O Citador”



Por sugestão de um grande amigo e enorme Benfiquista acabei de ler o mais recente texto de Trêtas da Silva no esgoto geracional da blogosfera gloriosa.

Quando cheguei ao fim da leitura, questionei-me se estava perante um adepto sério e honesto do Sport Lisboa e Benfica ou um fanático obsessivo pelo poder e pelo apetitoso estatuto público que o Clube por inerência oferece. Para mais a mais, na maior, melhor e mais credenciada instituição desportiva e social que hoje Portugal detém, orgulho de mais de metade da população portuguesa e da maioria da sua Diáspora.

Já há muito tinha dispensado a leitura dos textos de Trêtas da Silva, bem como deixado de assistir às suas lastimáveis participações no programa televisivo “O Dia Seguinte”.
De início, na TV, ainda conseguia ouvi-lo, mas depressa o seu discurso sofreu uma marcante deterioração, por vezes com tiques apalhaçados, que nem as suas rebuscadas e repetitivas citações conseguiam inverter. E tudo isto se tornou mais notório quando, ao querer ser o delfim e sucessor de Luís Filipe Vieira no Sport Lisboa e Benfica, levou a pior nega da sua vida, iniciando com declarado despeito e azeda revolta, uma campanha ainda na TV, visando desacreditar tudo e todos no Clube.
Longe vão os tempos em que adulando o Presidente do Benfica, talvez pensando que este o promoveria a seu delfim, dizia alto e bom som que “a Luís Filipe Vieira só lhe faltava um título europeu para ser o melhor presidente da gloriosa História do Sport Lisboa e Benfica”.

Ao encontrar albergue no blogue que concentra o maior grupo de anti-benfiquistas que existe na blogosfera, do qual fazem parte, disfarçadamente, dezenas e dezenas de elementos subversivos dos coios do Freixo e de Al-kassêt que todos os dias aí comentam e desancam o Sport Lisboa e Benfica por tudo e por nada (é por isso que um bando de ignaros vai dizendo que é o mais lido, pudera!...), Trêtas da Silva tem vindo a prestar um enorme serviço aos inimigos do Benfica – o fruta corrupção & putêdo, vulgo fcp, os viscondes falidos de Al-kassêt, vulgo scp e muita CS, nomeadamente a desportiva que se aproveita deste sensacionalismo ordinário para transcrever on line, excertos da sua prosa. O seu objectivo é claro - derrubar o actual Presidente do SLBenfica e por arrasto o seu corpo directivo, alcandorando-se ele próprio e uma inenarrável pandilha de oportunistas, ao apetecido poder no Glorioso.

Trêtas da Silva não é oposição ao poder democraticamente eleito pelos sócios Benfiquistas. É antes de mais um detractor e um conspirador que se tem entretido a lançar cobardemente suspeições sobre suspeições, insinuações sobre insinuações com uma prosa vaga, evasiva, errática até, tentando por todas as formas apoucar, diminuir, minimizar a actual grandeza do SLBenfica, subvertendo uma poderosa e evidente realidade que está à vista de todos, até dos próprios inimigos, e que por mais que ele se esfalfe é do total mérito de quem tem estado à frente dos destinos do Glorioso.

Pega por tudo e por nada. Tudo lhe serve para largar a sua verrina demagógica. Se não é a relva, é o Lucas, se não é o Lucas é o Vinicius, se não é o Vinicius é o Jorge Mendes, se não é o Jorge Mendes é a retrete de sector Y do 3º anel que está entupida. É sempre a esgalhar até à sua derrocada final.
E não pense que é com a abordagem crítica a resultados desportivos menos esperados ou menos bons que terá alguma chance. Não. Os Benfiquistas, os Autênticos, já não vão nessa conversa, especialmente na da Europa, pois em consciência não haverá ninguém que se iluda. Todos queremos o que hoje podemos considerar utópico, mas é legítimo que todos expressemos esse sentimento de conquistar o título europeu máximo de clubes, independentemente de o fazermos deste ou daquele modo. Só um maledicente como Trêtas da Silva consegue fazê-lo de forma a enganar os incautos. Mas só os incautos e os parasitas que gravitam em seu redor e cujo desejo mórbido é arranjarem um tacho no Benfica que tanto invejam, é que partilham destes truques ilusórios.
Se porventura, e agora numa mera hipótese académica, Trêtas da Silva, fosse eleito presidente do SLBenfica, de uma coisa eu teria a certeza – começaria aí a delapidação de um património e o esbanjamento de um crédito que transformaria num ápice o Clube, num apetitoso pasto para os adeptos de ocasião e que sabemos acantonados em lugares como o famigerado e mais lido coio geracional da blogosfera.

Por agora não pretendo alongar-me em mais considerandos sobre Trêtas da Silva. Mas lá iremos novamente a ele e à sua pobre entourage, particularmente a alguns elementos que não passam de perservativos de má qualidade. Trêtas da Silva já começou a usá-los (mesmo nos seus textos) e quando achar oportuno irá jogá-los na sarjeta mais próxima.
No entanto, quero completar a “citação” inicial deste seu último texto no blogue geracional, em que escreve:
“Aquele que é infiel à sua própria consciência tem uma dívida impagável para consigo mesmo”.
Esta pequena citação faz parte de um capítulo do livro de um psiquiatra, professor, escritor brasileiro, doutorado em psicanálise – Augusto Jorge Cury - cujo título é “O Mestre dos Mestres” – uma abordagem a Jesus Cristo e que faz parte de uma teoria desenvolvida pelo autor, chamada de Teoria da Inteligência Multifocal.
Esse capítulo aborda o que o autor chama, a Síndrome de Pilatos.
E então a citação fica completa com o seguinte texto:
[A “Síndrome de Pilatos” tem varrido séculos e contaminado alguns políticos. É muito mais fácil escondermo-nos atrás de um discurso eloquente do que assumir com honestidade os nossos actos e as suas responsabilidades sociais.
A “Síndrome de Pilatos” caracteriza-se pela omissão, dissimulação, negação do direito, da dor e da história do outro].

Ora Caros Companheiros, a quem é que esta síndroma assenta que nem uma luva?

Até à próxima.

GRÃO VASCO




2 comentários:

GRÃO VASCO disse...

Gutizinho, palerminha,

Vai bardamerda, tu e o trêtas.
A democracia é o trêtas criticar o que quiser e eu fazê-lo da mesma forma.

Entendeste agora, ó minha besta?

És um garoto imberbe e estúpido.

Sabes lá tu o que é um "dislate"... mas pergunta à tua mãe que ela explica-te.

GRÃO VASCO disse...

Gutizeco, grande filho da puta,

Choné és tu e quem te talhou as orelhas. P’ró caralho vais tu, monte de merda!

Repito-te: - “dislates” foram os gritos da tua mãe quando te cagou!

Mete o “postulado de Voltaire” pelo teu olho do cu acima!

Mas tu julgas-te quem, para vomitares, sobre um texto meu, a palavra “dislates”?
Mas quem és tu, caralho?
Mas tu és alguma luminária? Serás antes de tudo uma alimária zurrando.

A tua democracia é uma trêta, como a do Silva e de mais alguns engraxadores. Clamas por ela como se fosse só tua.
O Trêtas tem tanto direito de criticar quem quer que seja como eu tenho de o criticar a ele. O que te fodeu foram as verdades críticas do meu texto sobre o Trêtas.
Já estás a ver agora como a verdadeira Democracia funciona, ou não?
Vai à merda, pá!

Doença da juventude?
Vai outra vez à merda, pá!

Poderia ser teu bisavô, ó imberbe dos “dislates”!

E “Dolbeth” é o teu pai, que usou um espermatozóide côxo, adulador do Trêtas, e fez um Gutidolbethzinho!

Baza daqui para fora, anormnal de merda e nunca mais utilizes a palavra conterrâneo.

PS – não te publico os teus reles comentários, porque foste indecente no palavreado que usaste no teu primeiro comentário. E já ficaste a saber que quando é preciso também faço uso dele como respostas a anormalidades como as tuas.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...