6.10.10

OS BALÁZIOS DA SEMANA (III) - (Parte 1)

DESNORTE TOTAL!

À BEIRA DE UM ATAQUE DE … ESCUTAS!

Os dois programas desportivos de maior audiência, às 2ªs e 3ªs feiras, na SIC Notícias e na RTP N, respectivamente O Dia Seguinte e Trio d’Ataque, mostraram bem, neste princípio de semana, a forma como aí se comportam os representantes do grémio condenado por corrupção quando confrontados com verdades inequívocas e provas factuais das quais não podem fugir.
Por isso, um, o intragável Aguiar, na 2ª feira, embatucou, enfiou uma grande carapuça e limitou-se a sorrir tímida e envergonhadamente para as câmaras, sem argumentos, perante a firmeza do representante do seu ódio de estimação, Gomes da Silva. Dias Ferreira, o lagarto do célebre palito, arengou umas patacoadas e ruminou com as evidências. O outro, no programa desta noite, à beira de um ataque de nervos, alçou o rabinho da cadeira e deu de frosques, pois a conversa não lhe cheirava e toca a desandar do programa, porque senão, seria mais chamuscadela pela certa.

Já há muito tempo que não via um programa destes, completo, na televisão, mas palpitou-me que iria ser uma daquelas noites imperdíveis. Até porque A-P Vasconcelos se encontra em boa forma e já entendeu (até que enfim!...) que não é com falinhas mansas e a dar tiros nos próprios pés, nem com aquela postura frouxa e inconcebível que arrastou durante anos e anos, que faria a defesa que se exige sempre do Benfica, em qualquer circunstância que seja, para mais a mais, como neste caso, em termos puramente mediáticos. Inclusivamente, levou-me, há perto de dois anos, a dedicar-lhe um post muito crítico - “Quo vadis, A-P V?” - em relação à sua postura como Benfiquista e de representante do Benfica como elemento integrante de painéis em programas desportivos de televisão.

Bem, meus caros Companheiros, foi o bom e o bonito!...
Em resposta ao seu adversário andrade de painel, o Ruizinho das Vigílias, que começou com a verborreia habitual, colocando estrategicamente, nos píncaros da Lua, o desacreditado e decrépito presidente da fruta e dos chocolatinhos e estùpidamente rebaixando e criticando o árbitro que em Guimarães beneficiou, mais uma vez, e de uma forma escandalosa o seu clube de coração, A-P Vasconcelos num fortíssimo e violento contra-ataque, lançou o rastilho de um incêndio que o seu opositor andrade jamais conseguiu apagar.
A-P Vasconcelos arriou-lhe forte e feio, sem dó nem piedade, devolvendo-lhe fruta, chá e café com leite, ao tocar-lhe na chaga incurável das escutas, esse pântano mortífero onde todos os andrades, corruptos ou não, se afundam, sem salvação possível.
“Um grito de dor” perpassou pelo estúdio e o Ruizinho das Vigílias, tal como muitos cagões, abandonou cobardemente a peleja, vergado ao peso de VERDADES incontestáveis e inequívocas - sustentadas pela revolta de quem se sente lesado e com razão e que luta contra as manigâncias de muitos homens de leis deste país que quando convém, invalidam tudo o que possa comprometer tubarões e dragões - e da inevitabilidade do conhecimento público e de viva voz, das execráveis escutas do Apito Dourado ou Final, como queiram chamar-lhes.

A-P Vasconcelos desmascarou-o, e também a quem o Ruizinho das Vigílias manhosamente defende. Desmontou-lhe os habilidosos álibis bem burilados e estudados prèviamente nos antros que conhecemos, que traz sempre na manga e que são sem dúvida os seus trabalhos de casa, deixando-o sem argumentação perante a evidência das escutas. Doeu-lhe. Foi quase como bater severamente com um bordão, num cão raivoso e falacioso.

A-P Vasconcelos não se ficou por aqui, e perante as fanfarronadas do outro pateta submisso, o das sondagens, que a certa altura ficando azedo também, parecendo um gato de pêlo eriçado, queria censurar comentários seus, disse-lhe firmemente:
- “Tu falas naquilo que queres, eu falo naquilo que quero!”
Remédio santo! Pôs no devido lugar esse outro Ruizinho, o das sondagens, que não faz outra coisa nestes programas, do que apoiar tàcitamente o seu comparsa e homónimo da côrte do norte, tentando de uma forma ridícula alfinetar o Benfica sempre que pode. Uma mera figura decorativa que para gáudio dos telespectadores lá vai fazendo umas palhaçadas para todo o mundo se rir um pouco.

Nem o ponta-de-lança Hugo Gilberto, substituto à última da hora, do Ruizinho das Vigílias escapou. Vasconcelos foi um autêntico tsunami! Varreu tudo!

Nesta noite de 3ª feira, 20 valores para António-Pedro Vasconcelos.

A REALIDADE DE UMA NOITE QUE EU VI

Mas vi mais. Vi algo que perpassou contìnuamente no meu imaginário, na minha mente.
Vi um Benfiquista defender com unhas e dentes a Verdade, vi um falacioso, descarado e incorrigível andrade a tentar branquear veladamente a mentira, a corrupção e o crime, e no final, um miserável sportinguista com a espinha dorsal dobrada e vergada à badalhoquice de uma corja que continua impune no nosso futebol.

Mas foi bom ver como se tenta desesperadamente dar cobertura aos filhos-da-puta, aos vermes e aos bandidos, e por outro lado quem tem a coragem de denunciar as leis do gangsterismo ou uma justiça descredibilizada à moda de Palermo!

BARRACA!!!

Os protagonistas das lamentáveis cenas de ontem, em Guimarães, mais concretamente o treinadorzeco do clube condenado por corrupção e a sua sombra sinistra que é o responsável pela comunicação desse mesmo grémio, retractaram-se (em parte) através de um comunicado atabalhoado, com as habituais habilidades e piruetas.
Retractaram-se e mal! À toa, tentando grosseiramente emendar a mão!
Não podemos esquecer que as atitudes de anteontem foram antes de tudo mais um ataque feroz e soez ao Benfica, via Vítor Pereira.
Giorgio, que ontem, precipitadamente, tentou largar uns peidos ressequidos e requentados, via estação de rádio, vai ter que encolhê-los e descê-los à corda, pedindo a alguém que acenda uma cigarrada para disfarçar o cheiro de mais uma sabujice - velhos tempos, velhos tempos!
Vergonhoso! Esta trupe espelha bem a bandalheira que grassa neste país. Vale tudo. Antes e depois! Ontem, hoje e pelos vistos, amanhã, depois e depois!
Já estou mesmo a vê-los e a ouvi-los:
- “Mas estão o Xistra não errou naqueles lances..e tal?
Ai não? Se não errou, que tivesse errado! Come à mesma, pela medida grande! Errou à mesma, nem que se inventem outras histórias!… Tá feito, tá feito!”
Completamente desacreditada esta gentalha sem escrúpulos!
É o desnorte total! E ainda só perderam dois pontos!
(continua)

GRÃO VASCO




4 comentários:

M a s t e r G r o o v e disse...

Caro Grão Vasco,
Obrigado por mais uma demonstração de extraordinária lucidez da realidade.
De facto APV este impecável.
Se calhar foi à conta do "Túnel da Madalena", que lhe enviei.

Abraço,

MG

mastergroove2010.blogspot.com

Anónimo disse...

O mais curioso é que o António Pedro Vasconcelos até utilizou um discurso bastante suave, razoável, correcto e nada agressivo nem ofensivo. Isso é que é estranho!
Mas aquela gente do clube da fruta, vem logo com as teorias da PIDE da Inquisição, da Tortura, da legalidade das escutas, enfim... o levantamento da poeira habitual.
Para essa gente a VERDADE NÂO INTERESSA!!! Para essa gente o que interessa é desviar as atenções! Já ontem no “Dia Seguinte” o Guilherme Aguiar, perante este facto conseguiu realizar o maior numero de circo retórico a que alguma vez assisti ao vivo… é de bradar aos céus tanta hipocrisia intelectual aliada ao engulho! Este Rui Moreira, é claro, SABE MUITO BEM do que se estava a tratar e não aguentou a veracidade dos factos, refugiando-se em tretas de legalidades e o cacete! A sua atitude final só prova isso!
O que me irrita é a prosápia destes pseudo-democratazinhos de meia tijela e as sua alusões de tipo anti-fascista... pois as suas analogias, pela causa e pelo conteúdo, só ofendem gravemente os verdadeiros anti-fascistas! Claro, nesta "democracia de corruptos tudo se espera! Até a distorção da verdade! É o que me apetece dizer!
E a VERDADE? Sim...essa fica arredada da nossa própria condição de país e de sociedade. O senhor Rui Moreira "picou-se" e bem, porque tem consciência pesada, não como agente activo, mas como conivente intelectual. Tem a consciência plena de que essa verdade é mesmo real!

Almada-Zau

manosguachos disse...

ganda post.
A escumalha corrupta é o que sabemos usam de todas as artimanhas possíveis e imaginarias para atingir os fins.
O representante das "osgas mais que submissas" é como sempre a favor do cheiro lambusando-se na trampa!! diz o ToTó das táticas que não lava a cara no bidé e eu acredito...lava-a na sanita!

Bimbosfera disse...

Isto está uma vergonha, e o A-PV foi de uma hombridade enorme... Enorme! E como reagiu a tudo foi de grande senhor, grande Benfiquista!

Abraço

Márcio Guerra, aliás, Bimbosfera

Bimbosfera.blogspot.com

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...