29.3.11

'O JOGO', um coio de execráveis agitadores


A capa de hoje desta folha diária de propaganda do clube condenado por corrupção, vulgo FCP, traz hoje o que de mais baixo se pode imaginar de uma publicação que se diz “desportiva”.

Não é só a referência ao “túnel”, mas sim a alusão, em letras mais pequenas a uma “vingança”, visando branquear os actos de violência de Sapunaru no ano passado, no estádio da Luz, como se de uma injustiça se tivesse tratado.

Este é um modelo típico de terrorismo verbal que instiga sistemàticamente ao ódio, à vingança demencial, à conflitualidade, que serve às mil maravilhas a estratégia belicosa do grémio corrupto e da sua pandilha de criminosos e “snipers” em pontões de auto-estradas, em secretárias de conselhos de justiça ou no seu próprio estádio.
Há que BANIR radicalmente este tipo de atitudes de uma vez por todas do “jornalismo desportivo”.
E ainda só vamos em terça-feira…

Os autores desta miserável capa deveriam ser responsabilizados por mais este acto execrável. Como se já não bastassem as agressões com bolas-de-golfe, isqueiros e outros objectos, como se não bastassem as intimidações a dirigentes do Benfica em restaurantes da Invicta, como se não bastassem os actos criminosos de lançadores de sacos com pedras para cima de viaturas benfiquistas, ainda vem este bando de agitadores profissionais e pagos, lançar mais gasolina para a fogueira apelando a “vinganças” e “túneis”!

Mas, lamentàvelmente, é assim que se “formam” um corpo de uma milícia criminosa a norte – com alguns deles já condenados, outros eliminados e outros ainda à solta e impunes – "hooligans" medonhos e demais escumalha, fruto desta outra que transforma a capa desportiva de um jornaleco numa imundície absolutamente condenável.

A notícia, no interior, refere a possibilidade de Sapunaru não jogar por apresentar sintomas como vómitos e diarreia. Porventura, se o atleta fosse do Benfica, lá viria a alusão à brutal carraspana do jogador, causadora de sérios tumultos dentro de um avião aquando numa viagem de regresso da selecção romena após um jogo no estrangeiro. Assim, como é da cor azul corrupta, devem ter sido algumas tripas rançosas regadas com verde tinto, à moda de “Palermo”, as causadoras dessa forte indisposição, e não qualquer estado de embriaguez recente…

Quando se tem apelado ao bom senso, à serenidade e ao civismo de todos os intervenientes desportivos, lá vem esta pandilha de “O JOGO”, mostrar mais uma vez que a “Palermo” portuguesa está repleta de incendiários. Irresponsáveis e impunes, como de costume, pois esta linguagem atinge sùbtilmente os limites de um crime verbal, potenciando outro tipo de crimes.

O que quer esta trupe com esta estratégia?

Que ao regarem com gasolina os preparativos para o jogo de domingo se obtenha um clima de efervescência tal no Estádio da Luz que este venha a ser interditado para o jogo da meia-final de Taça de Portugal, que tem os mesmos intervenientes?

Que Sapunaru e seus “compagnons de route”, aleijem definitivamente Salvio, Gaitàn, Saviola, Cardozo, Aimar, Jara ou mais jogadores do Benfica?

Que os jogadores do grémio corrupto entrem como cães enraivecidos e desvairados e mandem umas peitadas ao árbitro?
E que consigam impedir o Benfica de ter a equipa inteira e na máxima força para o jogo de quinta-feira com o PSV de Eindhoven?

A verdade é que Sapunaru, no grémio corrupto é só mais um. Haverá sempre outro emplastro trauliteiro, nem que venha das bancadas ou de uma precária da cadeia de Custóias, que pode bem fazer o papel que lhe querem incumbir ou atribuir.

É um DEVER IMPERIOSO que o BENFICA e os BENFIQUISTAS adoptem medidas firmes e adequadas para estes actos provocatórios e para os respectivos responsáveis desta publicação diária.

E na minha opinião, a melhor medida, é coarctar-lhes o acesso a tudo o que diga respeito ao Benfica e às suas Gentes e avisá-los de que como personae non gratae, nunca serão bem-vindos à Casa do Glorioso. Esta pandilha de incendiários ao manter esta linguagem arruaceira e provocatória, esta postura de conflitualidade, não pode contar, nem por mais um segundo, com o silêncio das pessoas boas. Isto é gentalha que nem numa sarjeta!

O que me assusta não são as acções e os gritos das pessoas más, mas a indiferença e o silêncio das pessoas boas – MARTIN LUTHER KING

BASTA!!!

GRÃO VASCO

2 comentários:

Ricardo Oliveira disse...

DÊ a sua opinião na noticia de Bruno César.

http://benditasortedeserbenfica.blogspot.com/

GuachosVermelhos disse...

Peçonhentos, tinhosos,cobardes...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...