24.4.11

O "salteador" da Ponte do Açude


Quando ontem, em Coimbra, no estádio municipal, ainda durante a primeira parte e com o Benfica a vencer por um a zero, Pedro Proença assinalou aquele penalty forçadíssimo a favor do Paços, defendido superiormente por Moreira, e após o dois a zero, fez vista grossa a uma falta sobre Saviola dentro da área e do tamanho do estádio, deu-me a sensação de que ali, nas barbas de milhares de gloriosos indefectíveis, estava novamente a ser projectado o filme, “O salteador da Ponte do Açude”.

A Proença só faltou meter a mão na carteira dos jogadores do Benfica, pois o jogo foi um fartar vilanagem. Restou ao Benfica, aos seus Bravos do Pelotão e aos numerosos adeptos que acorreram ao estádio, respondendo ao apelo da Direcção e técnicos, defender e preservar a sua dignidade e uma vantagem, que só com aquela Alma Imensa, à Benfica, foram conseguidas.

Pedro Proença roubou escandalosa e descaradamente o Glorioso desde o princípio ao fim do jogo, inclinando tanto o campo, que ao finalizar a primeira parte já os jogadores do Benfica tinham ido parar ao Rio Mondego com a água pelos joelhos. De um potencial, definitivo e tranquilo 3 a 0 a um azarado 2 a 1 foi um passo, e consequentemente, assistimos a um final atribulado, com o apitadeiro a empurrar o Benfica para trás, à força toda.
Os Bravos do Pelotão só não se afogaram, porque fizeram um jogo enorme em esforço e vontade. Garra não faltou, nem a Cardozo, que lamentávelmente foi assobiado por alguns anormais, quando denotava sinais evidentes de esgotamento e cansaço, e que ao contrário de Saviola não foi substituído, fazendo uma parte final penosa e de imenso sacrifício.
Pedro Proença e a dupla de habilidosos árbitros auxiliares mostraram mais uma vez que para trepar na carreira e ser árbitro internacional é mandatório prejudicar o Benfica e beneficiar o grémio da Fruta Corrupção & Putêdo, vulgo fcp. E é preciso, de vez em quando, de uma forma mediática demonstrá-lo. Fê-lo com todo o desplante e à vontade nesta final de mais uma taça da liga. Mais uma oportunidade de ouro que Proença não desperdiçou, quer na sua miserável actuação em campo, quer desdobrando-se em declarações antes e após o desafio. No final do jogo seria de bom tom, os placards terem mostrado o resultado do jogo, Benfica,2 – Pedro Proença,1.

Proença e seus acólitos tudo fizeram para que o Benfica não conseguisse ganhar esta taça. Taça que diga-se desde já, só deveria parar nos esgotos do Tejo, tal o nojo e a conspurcação que ela significa na pessoa do presidente da Liga e suas célebres conversas (escutas) telefónicas de antanho com o corrupto-mór, do seu braço direito na arbitragem, Vítor Pereira, passando pela escumalha que se apresentou para distribuir as medalhas, até ao design e cor que lhe deram vida e que mostrou mais uma vez um gosto intragável, bem à moda dos morcões azuis e broncos de Palermo.



Para a história fica a vitória do Benfica numa competição menor, em que Proença não conseguiu consumar a pilhagem completa.
Ganhou o Benfica, cumprindo com uma exigência dos adeptos. Tudo bem, não se passou nada. Também sabemos que caso acontecesse o contrário cairia o Carmo e a Trindade e Paços de Ferreira, por um dia, deixaria de ser a capital do móvel para ser a de Portugal. Tenho muita simpatia e consideração por muita gente de Paços de Ferreira. Muitos do Paços, outros do Benfica. Parabéns para eles. Parabéns aos Benfiquistas que lá jogam. Parabéns àqueles que são simultâneamente do Paços e do Benfica.

E assim, sem possibilidades de participarem numa festa que tanto desejariam, lá tiveram os habituais da SIC, da TSF e toda a miserável trampa que inunda os media como cogumelos venenosos, de se abastecerem de bicarbonato de sódio para combater mais uma crise de azia.
Não deixaram, isso é que não, de branquear o vergonhoso penalty sobre Saviola, passando por esse lance crucial do jogo, como cães por vinha vindimada. Uma vergonha!
Há sempre as recorrentes nódoas a caírem no melhor pano.
Num espectáculo de festa e acima de tudo pacífico, sem os habituais e zelosos subintendentes de Lisboa e a corja corrupta do caixote da Pocilga, teriam sempre de aparecer estas bestas da comunicação social afecta ao clube da fruta e dos chocolates para borrarem a pintura. Morcões azuis e broncos é coisa que nunca falta para tentar sujar qualquer festa, mas desta vez não tiveram hipóteses. O Povo do Norte, neste caso de Paços de Ferreira e arredores é bem diferente da escumalha podre e selvagem de Palermo.
E para a semana lá teremos essa corja de esfaimados anti-Benfica outra vez na Luz.

Avancemos para 5ª feira!

PS – Quem foram os escabrosos que dizendo-se adeptos do Benfica, em minoria, trataram mal Luisão e outros jogadores no final do jogo, quando estes se dirigiram às bancadas para agradecer o apoio?
Estes energúmenos não merecem sequer consideração nenhuma de ninguém, quanto mais do Luisão que tem honrado e de que maneira o Manto Sagrado.
RUA do Benfica, com estes miseráveis bastardos!

LUISÃO, GRANDE CAPITÃO,
OS BENFIQUISTAS, OS AUTÊNTICOS ESTÃO CONTIGO E COM TODOS OS BRAVOS DO PELOTÃO!!!

GRÃO VASCO


4 comentários:

ad.eternum SLB disse...

http://adeternumslb1904.blogspot.com/2011/04/benfiquistasuni-vos.html

Saudações Benfiquistas

Slb4ever disse...

E verdade GV rua com esses que se dizem benfiquistas e fizeram uma cena tao feia com o nosso Capitao ja nao basta termos tudo contra nos como descreveu e sabemos agora ate os nossos contra com cenas hipocritas, oh Benfica tudo te acontece mas essa do campo inclinado ate ao Mondego eu ri de gosto va la mesmo assim ganhamos porque sera que tudo fazem para nos l;ixarem sempre,fomos arrumados da
taça com um golo irregular e com um final de 3-3 no conjunto das duas maos,e como ainda nao estavam saciados nos queriam limpar esta tambem.
Pascoas Felizes para todos.

Joseph Lemos disse...

Por um Benfica mais limpo e saudável:

RUA COM A ESCUMALHA ARRUACEIRA E DELINQUENTE ESCUDADA NOS GRUPELHOS QUE DÃO PELO NOME DE CLAQUES!

Anónimo disse...

Enquanto o SL BENFICA não der um basta nestes roubos às claras em favor aos de sempre e seus satélites, isto existirá sempre. No último SLB - corruptos, o xistra nem se escondeu do que estava a fazer, foi tudo às claras. Moutinho, sapu e cebolada deveriam ter ido para a rua, 2º golo dos corruptos em fora-de-jogo e inúmeros foras-de-jogo inexistentes contra o SLB. Para além de alguns amarelos aos nossos jogadores de rir. E o que nós fizémos? 0 jogo seguinte: P. Ferreira, penalti contra nós para rir, mas quando o penalti a favor surgiu, o Proença devia estar a ver os passarinhos a cantar e não viu e continua e continua... Resposta? 0
Peço desculpa, fizémos, no jogo com os corruptos, os adeptos fizeram uhuhu ao hulk e chamaram filho da p... ao gr deles... que maravilha!!! Com o P. Ferreira, alguns energúmenos assobiaram os nossos jogadores e atiraram a camisola do nosso Grande Capitão de volta. Fabuloso!!!
Dei a ideia e com tempo, de gritarmos no jogo contra os corruptos, CORRUPTOS e muito pessoal disse que ía aderir, até com cartazes. 0 mais uma vez, ou seja, quando é para mostrar a realidade do futebol português não há resposta, mas para a mera idiotice, o pessoal adere.
Alguns dos nossos acreditam nos pasquins, tipo record, que lançam sempre votações estúpidas, falam mal de alguns jogadores, hoje bestas e ontem bestiais, etc, etc e o pessoal segue-os com as atitudes que depois se vêem. Quem é do SL BENFICA, tem que pensar pela sua cabeça e não atravez desses pasquins.
É hora de se deixar de comprar esses jornalecos. Nós SLB temos orgãos de comunicação, BENFICA TV, O BENFICA, Mística e net.

Miguel

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...