6.5.11

A derrota de uma estratégia e do seu líder


O Benfica, no seu todo, tinha esta noite uma oportunidade de ouro para mudar os ventos da história.
Era à partida uma tarefa muito difícil e não o conseguiu. E a curto ou mesmo a médio prazo não o conseguirá fazer. Só se algumas coisas importantes forem alteradas, e ràpidamente.

No jogo de hoje, os nossos jogadores deram tudo o que tinham para dar. Não se pode pedir mais a quem não tem mais para dar.

O histórico destes últimos dois meses e meio não deixava antever muitas dúvidas quanto aos desfechos que aconteceram em catadupa – muito embora o Povo Benfiquista, na sua maioria, fosse acalentando algumas ilusões, incluindo eu próprio – e que constituem uma série única e negra de insucessos e derrotas humilhantes que irão ficar para sempre ligados a esta direcção, incluindo LFV e o staff técnico responsável pela equipa de futebol.

“Quando as coisas nascem tortas, tarde ou nunca se endireitam” – este é um velho adágio popular que se ajusta na perfeição ao descalabro desta época.

O defeso atribulado foi o início de um longo calvário que só parou na eliminação do Benfica, esta noite, da Europa League. Começou com Jesus num balancé, à espera do empurrão de LFV, acabando por tombar para o lado do Benfica, esquecendo o clube da fruta por uns tempos, mas recheando a sua conta bancária com o dobro do que ganhava e consequentemente a preparar a época de uma forma atabalhoada. As suas constantes fanfarronadas sobre a Champions League e mais algumas para consumo interno vieram a revelar-se perniciosas para o Clube, e mais uma vez e de forma chocante, foram patentes suas limitações a diversos níveis.
O deslumbramento quanto à época anterior foi total e reflectiu-se imediatamente na derrota na supertaça.

A par deste estilo, declarações dele e dos responsáveis directivos, incluindo o presidente, de que “somos os maiores”, “o Benfica é muito grande”, “somos o melhor clube do mundo”, “lutamos pela transparência”, “não vamos falar sobre árbitros”, fizeram e infelizmente continuam a fazer parte de uma estratégia, que está visto, não ajuda nada a concretizar as metas a que o Benfica se propõe. E essas metas são os títulos. E o que se verificou este ano, mais uma vez, é que houve um falhanço em toda a linha dessa mesma estratégia.

Tomo como exemplo Jorge Jesus, que há muito abandonou a atitude guerrilheira que era a sua imagem de marca em Braga, antes de ingressar no Benfica.

Será que esta postura tem a ver com as linhas estratégicas mestras delineadas pelo nosso presidente e pela sua direcção?

O que poderemos dizer é que este ano o nosso futebol, e não só, perdeu sem apelo nem agravo para o futebol do norte e para ambos os competidores directos – fcp e brácaros.

Podemos acrescentar que também foi por demais evidente que Jorge Jesus e o seu staff técnico perderam categòricamente o duelo que mantiveram com os dois treinadores e respectivos staffs dos competidores directos a norte – dentro e fora das quatro linhas.

E a nossa direcção? E LFV?
A nossa direcção foi claramente derrotada. Copiosamente, incluindo o director técnico e o director de comunicação e as próprias estratégias pessoais.

Quanto a Luís Filipe Vieira, e numa alegoria ao jogo de sueca que ele gosta tanto de jogar, é óbvio que levou três ou quatro chitos – rapadas – dos seus homólogos da Palermo portuguesa e de Braga.
Nem uma vasa fez…entreteve-se a distribuir, isso sim, casas na ilha da Madeira, mostrou as suas qualidades de filantropo, fez périplos pelo país e pelo Atlântico Sul, com condecorações e parcerias à mistura. Passeou a sua imagem como bem quis e melhor entendeu.
Mas, e a do Benfica?

A estratégia global e não só a do futebol falhou. Em toda a linha.
O estilo de liderança que se tem identificado com o presidente, tem, quer queiramos quer não, uma influência decisiva nas estratégias delineadas, na sua implementação e consequentemente nos resultados que todo o mundo Benfiquista anseia e pretende.

Quando os resultados não aparecem, tudo começa a ser questionado. É que no Benfica os resultados não podem ser indefinidamente obtidos a longo prazo e os Benfiquistas já deram muito crédito e tempo que baste para se verificarem sucessos consistentes e não pontuais como têm sido as vitórias esporádicas nos campeonatos.

O fascínio pelo poder é algo que transcende as próprias pessoas, mesmo aquelas que dizem que não estão agarradas a ele.
Mas no Benfica, a escolha faz-se livre e democràticamente, e quem pensa que pode perpetuar-se no poder conforme lhe convém, fazendo muitas vezes orelhas moucas de diversos alertas e críticas construtivas, está redondamente enganado.
A mudança quando ocorre, tem habitualmente a ver com as pessoas e se há alguém que hoje pensa que está de pedra e cal no Benfica, não pode nem deve esquecer-se disso.

E na realidade há que MUDAR alguma coisa – ou a liderança, ou o seu estilo, ou as estratégias e quem as implementa. Ou mesmo tudo. E convenhamos que o crédito será só de mais uma época.
Para mim é o timing limite.

GRÃO VASCO
 

5 comentários:

Anónimo disse...

muito bem gv.hoje ninguem imagina a minha tristeza,eu ja nao tenho logica nenhuma nao consigo ter,so consigo pensar num so plano,e esse plano é que a 10 anos que temos esta direçao e sao apenas 2 titulos com varias vergonhas pelo meio..isto no benfica nao pode ser,da mesma maneira que vale e azevedo nao podia ser,ou o outro nao podia ser,isto nao pode ser assim tambem.nos merecemos e temos potencial para muito mais,somos mal geridos,pura e simplesmente

Anónimo disse...

1-QUERO QUE O JESUS SE F...

2-FOSSEM ONZE COMO O COENTRÃO
E SERIAMOS CAMPEÕES
DO SISTEMA SOLAR

3-A SORTE TEM ANDADO ARREDADA.
NUMA ELIMINATÓRIA MANDAR
3 BOLAS NOS POSTES
É ABUSO DO AZAR

4-HÁ JOGADORES DO BENFICA
QUE PARECEM TER A CABEÇA
NOUTRO LUGAR !!!!!!!!!!!!!!!
MAS NO FIM DO MÊS SABEM
ONDE FICA O BALCÃO PARA RECEBER

5-A LESÃO DO SÁLVIO
E O ESTOURO DO GAITAN
DECIDIRAM O DESTINO DO BENFICA.
FICÁMOS SEM OS DOIS JOGADORES
NUCLEARES DESTA ÉPOCA

6-O TREINADOR GERIU MAL
A CONDIÇÃO FÍSICA DA EQUIPA
NO MOMENTO DECISIVO DA ÉPOCA
ESTAVAM REBENTADOS

7-OU É IMPRESSÃO MINHA
OU TREINADOR E BALNEÁRIO
JÁ ERA
E HÁ MUITO TEMPO
MAS ATENÇÃO QUE ELE NÃO
TERÁ A CULPA TODA

8-MAS NÃO ESQUECEMOS QUE PARA ISTO MUITO
CONTRIBUIRAM AS MISERÁVEIS ARBITRAGENS
QUE OCORRERAM NESTA ÉPOCA
ISSO NUNCA VAMOS ESQUECER

BENFIQUISTA DO CORAÇÃO

Anónimo disse...

É hora de cerrar fileiras e reflectir o que correu mal esta época.
Para mim houve seis coisas que fizeram esta época e passo a dizer:

1ª O Mundial - Grande parte dos nossos jogadores estiveram lá e vieram cansados e fora de forma;

2ª O campeonato já estava entregue aos corruptos na 4ª jornada, devido a autenticos roubos da arbitragem contra nós, assim como, o beneficiar os corruptos sempre que estes sentiam dificuldades num jogo, ou antes mesmo delas, ex; penaltis inexistentes conforme a necessidade, foras-de-jogos contra o adversário, etc, etc;

3ª As saídas de Di Maria e Ramirez não foram colmatadas a preceito, ou chegaram tarde, Salvio. Onde anda o Fernandez??? O Urreta fez uma falta extraordinária ao plantel esta época, como foi possível ser emprestado?

4ª A questão dos emprestados - Como é possível os corruptos encherem vários clubes de emprestados e se lesionarem dois dias antes de jogarem com a corrupção. AS equipas com os ditos emprestados também se tornam muito "macias" ao jogarem com eles. Estes correm com emprestados desde os clubes do norte até aos do sul, ex: Braga, Portimonense, Setúbal, Nacional, etc. Verdade desportiva, onde? Só deviam jogar em divisões inferiores, como é óbvio.

5ª Despachar jogadores sem categoria para envergar o manto sagrado, ex: Menezes, Luís Filipe, Zoro, Balboa. Revêr os emprestados, quem serve ou quem não serve.
Contratar jogadores mais experientes na alta roda, não podemos só ter miúdos de vinte e poucos anos, porque senão, nas competições europeias acontece o mesmo desta época e até no campeonato.

6ª Pôr os srs. do apito na ordem. Conferências de imprensa, iniciativas anti-corrupção só através da Direcção, ou também com o apoio da massa adepta, ex: não ir a outros estádios e cumprir-se, etc.

Miguel

Águia Eterna disse...

Grande GRÃO VASCO, admiro e respeito a sua perseverança em dar crédito a este nosso Presidente de Direcção, mas infelizmente essa sua luta é uma luta condenada ao insucesso porque está mais que visto que de futebol profissional o Sr. L.F. Vieira percebe ZERO.
Ele e este treinador JJ que me enganou REDONDAMENTE quanto às suas capacidades são exactamente a FOME e a VONTADE de COMER.
Já o disse e repito:
Este nosso Presidente já fez no Clube o que tinha a fazer e fê-lo bem feito; No presente está ULTRAPASSADO, pois não tem nem CORAGEM, NEM ESTRATÉGIA, NEM CARISMA, NEM INTELIGÊNCIA, NEM DETERMINAÇÃO, enfim, NEM NADA para OFERECER EM DEFESA INTRANSIGENTE dos SUPERIORES INTERESSES DO NOSSO BENFICA.
Para mim serve apenas para fazer número em jantares, almoços e funerais, ou então para presidir a uma entidade tipo convento de Freiras da 3ª idade.
O BENFICA, o NOSSO BENFICA precisa de gente com SANGUE NOVO, BEM VERMELHO, VERMELHO FORTE E VIVO, COM PODER DE COMUNICAÇÃO e ARGUMENTAÇÃO, que seja capaz de DEFENDER O NOSSO BENFICA em qualquer lugar e em qualquer circunstância.
Infelizmente não vejo nada disso neste sr. Vieira.
Muito mais teria para dizer sobre esta temática mas por agora fico-me por aqui.
Um abraço desta ÁGUIA ETERNA, para TODOS, os que verdadeiramente AMAM e DEFENDEM o Nosso Glorioso e Inigualável BENFICA.

Anónimo disse...

Águia eterna, quem está com a tua ideia ama o clube, mas com quem não está já é diferente, é assim?
Pois eu não estou e gosto tanto do clube, que sei quem o levantou e quem está a lutar por ele, contra os corruptos que jogam em campo com 14, ou seja, mais a arbitrágem.
Queremos ganhar mais, queremos e a culpa é de LFV? Não meu caro, é que durante 30 anos o nosso futebol andou na merda e continua lá, mas o único clube que tenta atacar o problema é o SL BENFICA. O problema é que mais ninguém rema para o nosso lado, quer pela satelização dos clubes pelos corruptos, quer pelos ódios fidagais ao nosso clube, falo aqui dos lagartos que preferem ver o SLB perder, do que eles próprios ganharem um jogo. É chegada a altura de fazer algo para que a próxima temporada não seja igual a esta. Devemos mostrar a nossa força e ir à luta, ex: não ir a outros estádios, pois nós sustentamos esses clubes todos da 1ª liga, equipas que jogam connosco nas taças, mostrar-mos nós, no nosso estádio a vergonha instalada n nosso futebol com a nossa palavra em cânticos, cartazes, etc.
Aqui, há umas semanas, eu próprio espalhei por montes de blogs benfiquistas, o chamar corruptos durante o jogo com os mesmos; muita gente disse que sim, mas no final foi 0. Limitaram-se a gritar uhuhuh ao hulk e filho da p*** ao gr. Fabuloso, mostrámos a nossa indignação sem dúvida, mas com estupidez, para não dizer mais.
Agora querem pôr LFV no cepo pelo que se passou no campeonato??? A Liga Europa??? O campeonato estava perdido na 4ª jornada e sabemos até agora como foi e a LE, o Braga jogou melhor e ponto final.
Vamos lutar, isso sim, para que a próxima época não seja a sem vergonhice desta e temos força e inteligência para isso, basta usar as duas.

Miguel

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...