23.11.11

Contra 11+3 e... +2!



Old Trafford, 22 de Novembro de 2011.
United e Benfica num jogo intenso, intensíssimo!
Um jogo fervilhante de contínuas emoções.
Um duelo de campeões com grandes exibições!
Noventa minutos de mais um inesquecível jogo do Benfica em terras de sua majestade.
No final, junto ao meu mais novo – um indefectível Glorioso - de joelhos e a rezar para o meu Glorioso Benfica se apurar.
Já está!
Com honra, coragem, paixão e sacrifício!

Artur, Javi García, Luisão, Garay, Witsel, Aimar, Maxi, Emerson, Bruno César, Gaitán, Rodrigo, Miguel Vítor, Matic, Rúben Amorim, foram gigantes no Teatro do Sonhos.
Todos foram gigantes. Adeptos, jogadores e treinador.
JJ “sacudiu” o medo e incutiu audácia, palavra-chave para grandes feitos. Fê-lo bem, muito bem. Muito mérito para ele também.

Estamos de parabéns, mas as felicitações deverão ser em primeiro lugar para os jogadores, a equipa técnica e o seu treinador, todo o staff e todos os adeptos que em Old Trafford foram incansáveis no apoio à equipa, que se fizeram ouvir o tempo todo de jogo e que assim contribuíram para que o Benfica esteja já nos oitavos-de-final da Champions League, com a possibilidade de no final da fase de grupos, que terminará na próxima jornada – a 6ª – se sagrar vencedor também do grupo C, onde está inserido, vencendo o Otelul na Luz.

No entanto, na euforia da vitória e consequente apuramento para a fase de eliminatórias, há uma tendência normal para tudo se esquecer, para tudo se branquear.
Eu não vou fazê-lo.
Por isso, não vou deixar de denunciar já, uma arbitragem que deixou muito a desejar, fazendo lembrar as actuações de Benquerença e sus muchachos em muitos jogos do Benfica, ou não fosse também Cüneyt Çakur um trabalhador no ramo dos seguros em Istambul…



Assim, enquanto o Benfica jogou contra os onze do United, equilibrou, controlou e manteve a vantagem. Logo que o trio turco começou a entrar em acção, foi o que se viu. Os ingleses empataram irregularmente, com um golo em off-side de Berbatov e com o fiscal-de-linha a pensar, talvez, em fruta das terras de Gales e marisco do Mar do Norte.
De trinta minutos com alguma serenidade, passámos a uma meia hora – quinze minutos finais da primeira parte, mais os quinze iniciais da segunda – de pesadelo e sufoco.
Ficaram-me na retina muitos lances que começaram a deixar-me sèriamente perturbado.
Escandaloso!
Contra o Benfica valia tudo – empurrões, charutadas, cantos, livres, cartões, foras-de-jogo.
Vista grossa à grande!
A segunda parte foi mais do mesmo, com o Benfica muito encolhido e o turco sempre a ajudar à festa.
Foi uma arbitragem tendenciosa, e só não foi catastrófica para o Benfica, porque houve imensa coragem, determinação, audácia e muita, muita firmeza dos nossos jogadores. Mantiveram-se coesos e a forte estrutura mental das pedras basilares manteve-se intacta, contagiando os mais vulneráveis.
Esta resposta extraordinária de todo o grupo - uma resposta à Benfica dos good old days – culminou com Aimar a silenciar Old Trafford e com o Benfica a inverter os habituais “ventos da história”, só não o conseguindo na totalidade, porque Rodrigo com o seu melhor pé não afinou a pontaria no minuto final. Mas lá que cheirou e bem a framboesas e mirtilos de Gales e a marisco do Mar do Norte, lá isso cheirou, e até houve momentos que tresandou!

Uma pequena referência ao portuguezito que joga no United – há uma série de jogos que não tem feito peva e até a suplente tem ficado, mas ontem parecia que estava a jogar o desafio da vida dele. Até simulações para penaltys fez. O lagartêdo, durante a semana bem o estimulou. O salto mortal invertido ficou para as gajas da red zone de Manchester

Após o jogo gostei muito da atitude dos nossos jogadores na zona de entrevistas rápidas. Aimar, Garay, Rodrigo e Miguel Vítor foram a imagem da serenidade e da sobriedade, com as suas análises ao jogo a demonstrarem também muita maturidade.
Uma palavra final para Jorge Jesus. Parabéns pela coragem e pela simplicidade nas declarações e comentários sobre o jogo.

Os onze + 3 já estão escalpelizados.

Agora vamos aos outros 2 e também a quem lhes paga.

A RTP continua um verdadeiro desastre.
O destacamento alagartado lá foi cantando e rindo para Manchester fazendo aquelas reportagens sobre tudo e todos, menos sobre o Benfica.
Para Alexandre Albuquerque, também conhecido nos mentideros da bola pelo Albochechas da Urinoláxia XXI, Nani esteve sempre na crista da onda. Nani para cima, Nani para baixo, Nani para a esquerda, Nani para a direita, Nani no domingo, Nani na segunda, Nani na terça, Nani na cama, Nani no urinol, Nani na cagadeira, Nani a comer de garfo e faca, Nani nas putas, Nani e o çeportèn, Nani aos beijinhos nas bochechas de quem calhasse.
Porra para o Nani e para quem lhe beija o cu!
Albochechas e Tadeia – que sociedade! – acolitados pelo paquete Pedro Martins, actuaram vergonhosamente antes e durante o jogo.
E mais indecente foi a forma despudorada como actuaram durante toda a transmissão.
A incompetência foi e é tanta, que Tadeia, já no final do jogo, conformado com o empate, disse que tinha de “fazer as contas para confirmar se o Benfica estaria apurado ou não”. Isto tudo com a concordância do inefável Albochechas, outro ignorante e incompetente na matéria.
Mas estes gajos andam a brincar com isto ou quê?
O que é que eles andam a fazer com o nosso dinheiro, c=?a!#o?
Aquela execrável dupla nunca valorizou o jogo do Benfica. Para eles era o Manchester que jogava mal, com muitas dificuldades e lá continuavam, dizendo que um dos grandes problemas dos ingleses é não fazerem antecipadamente as análises detalhadas às equipas adversárias. Para eles, salientar o demérito do United era a prioridade. Destacar o bom jogo do Benfica é que “está queto”!...Nada!...
O triste do Albochechas não parou com o Nani ao colo. E o abuso continuou no flash interview, com a RTP, no programa das 23 horas, a passar a pergunta que lhe é feita, abordando o çeportèn e o seu o palpite para o jogo de sábado, onde este grémio submisso intervirá, dizendo com um sorriso cínico que o lagartêdo irá ganhar. Nani foi novamente imbecil. Já o tinha sido a meio da semana, voltou a sê-lo ontem, ainda com a azia do Benfica lhe ter pregado mais uma desfeita. Mas o que é que esta gajada tem a ver com a Champions?
Uma nojice total!
E infelizmente, não há quem acerte devidamente o passo a esta gentalha, a esta corja de fdp’s!

Depois, a partir das 23 horas, na RTP 1, mais do mesmo!
Lá veio outra vez a carinha laroca do Bulhoun…eee, Inês Gonçalves, acompanhada “à guitarra” por mais outro pastelão caído recentemente de pára-quedas no programa da Champions League daquela estação repleta de andrades azuis e broncos, um tal Nuno Dias…& dias à boa vida – mais uma escolha cirúrgica do departamento de Desporto da RTP, a sucursal em Lisboa da società das barracas de praia às riscas azuis e broncas de Palermo.
Com o apuramento do Benfica consumado, porque é que não lhe deram logo de início o devido destaque – passaram pelo acontecimento como canzoada por vinha vindimada, mostrando um fugaz flash interview com JJ – e espetaram sim, com um resumo alargadíssimo do Real Madrid-Dínamo de Zagreb, com o atrasadinho do Hélder Conduto na sua verborreia habitual dos fantásticos, galácticos, cagaláticos e fabulásticos, finalizando com uma entrevista ao especial de corrida?
Mas afinal o Real Madrid é que é um dos clubes portugueses na Champions?
Esta cobertura é um abuso.
Os editores e responsáveis por este programa deveriam ser identificados e chamados à pedra.
A seguir, mais do mesmo!
Uma dissertação extensa sobre a deslocação do grémio da fruta e do putêdo à Ucrânia.
Uma palhaçada infame.
Só depois de um intervalo é que lá apareceu um resumozito do jogo de Old Trafford com as entrevistas aos jogadores do Benfica e ao…omnipresente Nani!
O capítulo RTP deste apuramento do Benfica foi dos piores nojos que já presenciei. Uma azia camuflada mas que nestes pormenores é de um indisfarçável sectarismo.
A ridicularia atingiu o auge com o “positivo e o negativo” desta jornada da Champions e o melhor golo da noite.
Nuno Dias, zeloso e fiel a quem lhe dá de comer, continua a cumprir e opinou que o positivo foi o Real Madrid.
Um pouco antes, tinha dado a mão à palmatória dizendo que o resultado em Manchester tinha sido justo e reconhecendo o bom jogo do Benfica. Depois espalhou-se logo, não resistindo à flauta mágica do Freixo.
Então o destaque positivo da jornada não é indiscutivelmente, o apuramento do Benfica e do Bayern?
O negativo, claro está, foi o Otelul, ou não fossem os romenos do grupo do Benfica. Então e o Apoel? É alguma potência europeia?
Parcialidade e descaramento não faltam a esta gentinha!
Para Dias, o melhor golo, pela importância que teve, não foi um, mas foram dois – os de Cavani do Nápoles contra o Manchester City – mantendo o clube italiano na luta pelo apuramento.
Então ó Dias, pela importância, não foram os de Gaitán/Phil Jones e o de Aimar, que dão o apuramento ao Benfica?
Este Nuno Dias antes de ser mostrado num ecrã televisivo tem necessariamente que se catar!

Uma palavra final para o “chauvinismo” britânico de Alex Ferguson. As suas declarações antes e depois do jogo mostraram uma arrogância inglesa, bacoca e parola. Para ele, off sides não há, mas houve turco a rodos. Enquanto não vai à Suíça poderá fazer um tratamento à base de bicarbonato de sódio para tentar eliminar a azia com que ficou ontem após o jogo. Mas eu recomendo-lhe levar o frasco para Basileia. É que aí sim, a azia poderá ficar muito mais severa!
Bem à portuguesa quero que o Alex Ferguson vá bardamerda!

Os Benfiquistas têm a obrigação de escrutinar toda esta bandalheira, especialmente este e outros programas da RTP, e muito especialmente quando o Benfica ganha ou empata, e neste caso particular, quando esta corja incorrigível andou toda a semana a esfregar as mãos pensando numa copiosa derrota do Glorioso em Inglaterra e ainda possível posterior eliminação na última jornada!

Ponto final!

Avancemos para o lagartêdo!

PS. – Agradeço o favor que algum dos Gloriosos Companheiros que lê e participa neste blogue me indique um link onde possa extrair uma foto do onze inicial do Benfica em Old Trafford, no jogo de ontem. É que não consigo encontrar na net um site que disponibilize essa foto. Já no jogo de cá aconteceu-me a mesmíssima coisa. Pois se algum de Vós tiver conhecimento dessa foto, por favor indique-ma para eu guardar no meu álbum das equipas do Benfica.

Obrigado!

GRÃO VASCO

9 comentários:

Águia Skywalker disse...

Saudações Gloriosas, caro G. Vasco.
Concordo com o que aqui escreveu e gostaria de sublinhar dois pontos:
-Que é habitual o glorioso confrontar-se com 11+3 (e ainda 2 fiscais" de área), mais ainda com quantos não se vendo são tão ou mais perigosos, todavia tem sido suficientemente superior para reduzir a pouco mais que nada os seus opositores.
-A inqualificável prestação dos ditos "comentadores" da RTP. Inqualificável porque são tantos os adjectivos que lhes assentam, que nem me atrevo a escolher um. Está tudo muito bem descrito no post, mas a pérola da noite foi quando, já perto do intervalo, foi lembrada uma história de uma chuteira que terá atingido D.Beckham, então o "menino bonito". A seguir ouviu-se: Felizmente não aconteceu nada de mais, pois ele continua "lindissimo".
Mas o que é isto??? Quem é esta gente??? É para mater estes agrupamentos que me são pedidos sacrificios??? Repito: O que é isto???
Desde já deixo claro que manifestarei o meu mais profundo desagrado junto das autoridades competentes, dentro da RTP, e encorajo os verdadeiros Benfiquistas a fazerem o mesmo.
Viva o Benfica!!!

GRÃO VASCO disse...

Caríssimo Companheiro Águia Skywalker,

É gratificante para mim, ver que há Benfiquistas atentos a esta manobras.
Haveriam de existir muitos mais Águias Skywalkers, pois esta questão da informação em todas as suas vertentes é um campo onde o Benfica e os Benfiquistas terão de ser muito mais versáteis, atentos e inteligentes.
Ainda há pouco, lá veio mais um andrupto (andrade corrupto) insinuar um presumível penalty de Javi sobre Nani. Isto só à chapada!
Esta gajada de Palermo é uma autêntica pandilha de fdp's!

Saudaçoes, Caro Companheiro!

Anónimo disse...

Isto há cada um. E estão todos na televisão, chiça

independentemente dos números de circo dos DITOS CUJOS a RTP e uma CASA sem dono,pois quem paga e o povo ..


karlos

GuachosVermelhos disse...

Um asco ouvir o triumvirato da querida RTP!
No final do jogo, grande parte da euforia inicial, tinha-se esfumado como que por arte de Aimar, Artur, Witsel&companhia!
Uma equipa portuguesa tinha acabado de fazer um feito histórico!
Lamentos e mais lamentos! só o Manchester ocupava o coração daqueles trastes.
O que a imprensa portuguesa faz ao Real madrid, raia o doentio!
Chega a ser mais sabujo do que aquilo que fazem pelo clube das putas!
Execrável!

GuachosVermelhos disse...

Tens aqui a foto;
http://4.bp.blogspot.com/-0_dpnm23teg/TsyzE_-aApI/AAAAAAAADO8/EyTF3l81Bz8/s1600/384153_2197535342665_1375696627_1894449_641399181_n.jpg

Anónimo disse...

Serviço público a RTP1 !!!!!
Deixem-me rir.
Estes tipos têm noção do que é um verdadeiro serviço público no audio visual??
A RTP1 não passa actualmente de uma estação de televisão generalista comum e medíocre carregada de conteúdos da treta e gente sem carater etica e honra mas a comer milhões ao povo ....

Anónimo disse...

enquanto os portugueses estão a pagar impostos para manter a RTP o governo tira o abono de familia a 700 mil crianças..
vergonhoso ,vergonhoso ,vergonhoso.

UnumSLB disse...

É fim de festa caro Grão Vasco, é fim de festa!

Não há suporte em Portugal para tantos media desportivos. Menos haverá a breve trecho!

Estão a fazer pela vidinha no vão pressuposto de que o amigo do roupão os "absorverá"! Ignorantes, nem percebem que esse poderá até ser o que está ou estará em maiores dificuldades.

Vamos acabar a assitir de poltrona a um verdadeiro fraticidio entre estes mediocres, por qualquer lugarzito de capacho que reste em qualquer portaria. A ver vamos!

Abraço Glorioso

A'guia de Santo Tirso disse...

A'guia de Santo Tirso disse...
Como já disse , a rtp podia falir e pôr aqueles vendidos no desemprego .
No segundo golo do naite o gajo gritou golo antes de o jogador rematar , nojentos .
Temos que falar nisto ,eles durante cerca de 20 anos encobriram a batota do sistema corrupto , quando eram eles a transmitir os jogos todos , e continuam .
Temos que os receber mal no nosso estádio .
Será que o que foi descoberto no apito dourado não era evidente , e eles não viam a roubalheira ou estavam a olhar para o chão ,são corruptos e sempre foram.
Lembro esses clássicos comentadores não viam nada , o Ribeiro cristóvão , o Mário Zambujal , Gabriel Alves e outros , seriam isentos ou não percebem nada de futebol.
23 de Novembro de 2011 23:17

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...