28.12.12

Perdigoto turco

 
 

Ontem, pelas notícias expedidas de Istambul enriqueci o meu vocabulário e fiquei a conhecer uma nova descoberta científica.


 

A primeira, relaciona-se com questões linguísticas e para já, ficámos a saber que o verdadeiro significado de “cuspidela” em turco, é “perdigoto”, e a segunda é que o cuspo, na Turquia, é tão volátil como o éter.


 

Factos recentes, levaram uma grosseira caricatura de um índio Cherokee que manda uns pontapés na chincha, a recorrer da pesada bordoada que levou por abusos e ofensas à “autoridade”. As imagens não mentem, mas depois das últimas deliberações da “comissão de disciplina e de arbitragem” de lá do sítio – lá como cá - teremos que concluir que nem todas as imagens visionadas foram aquelas que nós no YouTube tivemos oportunidade de ver.


Assim, e depois de ter escarafunchado literalmente o site da federação turca de futebol, lá fui encontrar um relambório justificativo de uma redução da pena aplicada ao dito índio. Bem tentei uma tradução cabal, mas o que concluí é que foi tudo uma questão de “líquido”. O “líquido” não é visível, logo não se pode provar a existência de uma verdadeira cuspidela. E ao que parece, na Turquia, o cuspo volatiliza-se tão ràpidamente que quando se observa, por duas vezes, o árbitro a limpar a face, foi mais, porque um perdigoto turco lhe estaria a causar uma comichão tremenda e nada teve a ver com o impulso labial do infractor que projectou pressupostamente uma chuva de excreções salivares na direcção do juiz de campo, vulgo cuspidela.


 


A “comissão” analisou a cena de cinco ângulos diferentes, correspondentes a cinco câmaras. Esqueceram-se de ir ver ao YouTube, com certeza…


 


Esta história faz-me lembrar o ocorrido há alguns anos atrás com Deco do grémio da fruta & dos chocolatinhos.

Num diálogo entre dois morcões azuis e broncos dizia um:

- É pá, mas afinal o Deco atirou ou não a bota ao fiscal-de-linha?

Rápido, respondeu-lhe o outro:

- Nãããããããão! E deixa-te disso, aquilo não era uma bota, era uma peúga turca!


 


PS.


Quantos jogos de suspensão é que o árbitro turco vai apanhar?

É que quer se queira, quer não, os doutos juízes acabaram por dizer que ele no relatório, mentiu com os dentes todos!



GRÃO VASCO

Sem comentários:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...