6.10.14

Um carroceiro jornalístico

 clicar para ampliar


O record das pêtas continua na sua cruzada anti-Benfica.

 

Hoje, pela manhã, num café do centro da cidade, ao desfolhar este mísero pasquim de sargeta, deparei com mais uma desonestidade jornalística sobre o jogo do Benfica-Arouca.

 

Nos “CASOS” do jogo, António Varela, essa alimária anti-Benfica conhecido pelas suas manipulações espúrias, sempre em desfavor do Glorioso, é o autor desta reles façanha que passo a apresentar-vos.

 

Por sua recreação, tem uma primeira miragem aos 25’ de jogo. Num lance igual a milhares, em que os jogadores disputam uma bola aérea dentro da área, escreve que Maxi abraça André Claro, impedindo-o de se fazer ao lance. Mentira! O jogador do Arouca joga a bola de cabeça e atira-se ao chão num gesto teatral.

Até Manuel Fernandes, ex-avançado do lagartêdo, no programa Play Off da SIC, lhe negou essa veleidade.

Mas convinha mostrar este lance como uma grande penalidade perdoada ao Maxi, como a mensagem subliminar de que os árbitros beneficiam o Benfica.

A estultícia atinge um ponto inimaginável e Varela é desonesto intelectualmente. Já antes, Maxi tinha levado uma “pantufada” 
à entrada da área adversária, nas barbas do apitadeiro Hugo Miguel e nada!

Depois, Varela, um chico-esperto ao serviço da fruta de Palermo e do lagartêdo do fôsso, não vai de modas e impõe um amarelo a Samaris aos 37’, para, por conveniência, dizer que aos 73’, Samaris deveria ter visto o segundo amarelo e consequente expulsão. Pudera!... O Benfica marcaria o seu 1º golo aos 75’…

Engraçado, não é?

Não, não é engraçado! É sim estúpido e manipulador!

E depois para validar a péssima arbitragem de Hugo Miguel e a pureza das jogadas do Arouca enfiou a “palha” habitual, dando destaque aos 55’, de uma jogada legal, sem off side, em que o Arouca criou algum perigo junto da baliza de Artur.

 

Mas o problema, o grande problema, é que Varela sofre de uma amnésia compulsiva anti-Gloriosa e “esqueceu-se” de um lance que poderia determinar outro destino ao desafio. Também antes do 1º golo do Benfica e aos 64’ com Bruno Amaro como protagonista num lance visível da estratosfera, este jogador do Arouca mete ostensivamente “mão” à bola. Hugo Miguel fez de conta, pois já tinha amarelado este jogador um minuto antes, aos 63’. Com certeza que nestes momentos, Varela estaria a “coçar a micose”, ou “a olhar para o balão”, pois nos “CASOS” do jogo por ele mencionados e que vêm descritos acima nas fotos, só há referências para as presumíveis faltas dos jogadores do Benfica.

E mais. Bruno Amaro andou durante todo o jogo a malhar no Talisca e só aos 63’, após mais uma “cacetada”, levou o amarelo, para depois Hugo Miguel fazer a tal “vista grossa” que evitou a sua expulsão. O treinador do Arouca não teve outro remédio senão substituí-lo para poder manter onze jogadores em campo, não fosse o Amaro fazer outra falta escandalosa semelhante àquela perdoada pelo apitadeiro.

 

Mas Varela não viu nada disto e assim vai vivendo em permanência na sua imbecilidade jornaltistica.

Varela não presta. Varela não vale a ponta de um corno!

 

 


GRÃO VASCO


6 comentários:

Águia Suiça disse...

Caro amigo é por estas e por outras que eu há muito tempo mas há bastante tempo deixei de comprar toda a merda de jornais que se publicam em Portugal
Um abraço carrega Benfica.

Papoila Saltitante disse...

Um post magnifico companheiro, a ladainha dos árbitros que beneficiam o Benfica vai ser ouvida até ao final da temporada, nem com os discursos a dar os parabéns ao Benfica dos treinadores derrotados fazem estes energúmenos que se dizem jornalistas alterar o discurso, é um constante vira o disco e toca o mesmo.

Anónimo disse...

Esse tal energumeno de António Varela e normal anda sempre bebado e sem direção q o guie ,tempo

Anónimo disse...

os antrolhos e as lentes deste opinador do reco reco são gastas com tinta azul e verde basta ler ..

Benfica 365dias disse...

Esse animal(b.amaro) passou o jogo inteiro a dar porrada no Talisca, a travar à margem da lei, o nosso jogador escapou de uma expulsão, foi substituído, curioso logo de seguida Talisca tem uma daquelas arrancadas de passada larga que já nos vai habituando e golo. Se o candidato a ocupar o lugar do proença no coração dos torcedores da agremiação corrupta, não fosse um burro selectivo nas faltas e no critério disciplinar talvez o jogo tivesse sido desbloqueado a nosso favor mais cedo. Mas para os desonestos serviçais (c.s.), o arbitro esteve bem ao aplicar um critério largo. Dar porrada, não assinalar falta e consequentemente não punir disciplinarmente não é ter um critério largo é ser selectivo.
No lance do Maxi,(aqui já não serve o critério largo) aquilo em termos práticos da lei do jogo é penalty, o problema é a dualidade de observação de certos indivíduos para lances semelhantes mas com a bola parada: cantos, livres laterais onde toda a gente se agarra em termos práticos da lei do jogo também seriam penalties. Não vi nenhum filho da puta de cumentadeiros defender que pelo menos o lance em leverkusen onde luisão foi puxado e agarrado foi penalty. Aí o que interessava foi a vergonhosa exibição do Benfica. Benfica que diga-se de passagem, não têm culpa que os adversários falhassem golos anedóticos,e mesmo com uma exibição paupérrima estávamos na discussão do resultado e fomos impedidos com a ocorrência de factos 3 penaltys, um mal assinalado contra nós e dois não assinalados a nosso favor. Mas nenhum filho da puta se mostrou indignado com a exibição do arbitro, a indignação era para com a exibição do Benfica!
Já vai longo, mas é que estes sacanas irritam-me profundamente.
Saudações

Anónimo disse...

E para alem do mais, esse tal Varela é roto!!!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...