4.1.16

A banda filarmónica do Toc’ó Bicho


(clicar para ver melhor)

- Ignácio, toc’ó bicho! – ordena Barrote de Carvalho.

O lacaio, bem mandado, inicia as hostilidades, arengando mentiras e patacoadas. Destrambelhado, a roçar a paranóia anti-Gloriosa, não pára, continuando a esgalhar, arfando como um galgo de corrida.

Rodo o botão e oiço imediatamente um grito de Barrote de Carvalho:

- Roc, larg’ó tinto e toc’ó bicho!

Este, já bêbedo, com a voz entaramelada pela graduação do néctar, exala uns quantos vapores etílicos, arrota umas postas fritas de pescada congelada e começa, também ele, a esgalhar sem dó nem piedade nos Gloriosos Lampiões, esses malandros xistrosos.

Avanço para a estação da boiada. Oiço um som parecido com um peido sêco. É o avejão do Freitas a agradecer “às fontes”. Logo a seguir é servido um catering e uma voz ainda um pouco azeda de alguns pecados velhos ecoa pelo estúdio vinda dos bastidores.

- Zé, toc’ó bicho e não páres! Mostra ao vesgo e ao mostrengo azul e bronco que quem manda sou eu, Barrote de Carvalho!

A masturbação é total, o orgasmo é que não! Tudo em nome de Barrote, o querido líder do lagartêdo do fôsso. Felizes, de pança cheia de bazófia, mas tesos que nem uns carapaus. Barrote manda tocar ao bicho e toda a gente toc'ó bicho!

 

A banda filarmónica do Toc’ó Bicho está em todas as TV’s. Nem o “The Voice” lhe chega aos calacanhares. A música é toda a mesma, como se fosse uma ladaínha decorada e ensaiada nos corredores do grémio de Barrote. É a música da mentira, da insinuação, da difamação, do embuste, da trapaça – é o Çeportèn Lagartêdo do Fôsso em todo o seu esplendor, numa estratégia comunicacional concertada e copiada integralmente do nacional-socialismo hitleriano, com Goebbells sempre presente, retratado na ridícula figurinha octaviana de um traste baixo e feio, também coxo, cópia actual e fiel do ministro da propaganda nazi. Só lhe falta o boné, a farda e as botas de cano alto bem engraxadas, de cabedal preto. Um miserável sectário, faccioso, provocador de confrontos e coacções, sempre pronto a tentar tirar dividendos da podridão e da lama. A seguir surgem os esbirros, todos da filarmónica do toc’ó bicho. São os “cães-de-fila” que sempre que a caravana passa, ladram a mando do seu dono. O seu lema é, “Uma mentira repetida mil vezes torna-se uma verdade”.

 

Hoje à noite será mais do mesmo. É o “dia seguinte” a domingo e lá estará em exibição a prosápia do professor Ludovico Alves, com a cumplicidade manhosa da equipa liderada por um lagartinóide encapotado que de uma forma súbtil tem feito a apologia da doutrina anti-Glorioso. No outro chafurdo televisivo, estará outro alucinado. Um careca, de barba e bigode, aos pinotes e de megafone em punho, bolçando um chorrilho de parvoíces ditadas por um computador. Um cabulão que não pensa por si, mas sim por aqueles que lhe dão dicas pela internet. Um autêntico estafermo. Um tonto disfarçado de palhaço humorístico, revestido com as primeiras páginas de “A BOLA” e com as parangonas sobre o Glorioso escarrapachadas na sua fronha. Já as do lagartêdo, como é óbvio, escondê-las-á atrás da sua dorida peida leonina, pois “skenderbeu”, “sp. braga” e “união da madeira” são sodomias demasiado obscenas para serem mostradas naquela rubrica futeboleira.

 

Só falta o solista. O hipocritazita-mór. O “je suis merde”. O jornalista anão. O impoluto da “verdade desportiva” que paradoxalmente faz dela uma farsa. Esse não toc’ó bicho mandado. Bate umas punhetas solitárias, à descarada e sem contradita. Tem uma agenda própria mas que coincide com a de Barrote. É o mesmo brilhantina santolas de sempre, que se diz isento, mas que todo o mundo sabe que é uma verrinosa e velhaca lagartixa anã. Um gajo mesquinho que se ri alarvemente do Glorioso ao domingo e que mente sobre ele à terça-feira.

 

Toc’ó bicho, toc’ó bicho,

Toc’ó bicho sem mêdo!

A canalhice é connosco,

Somos a banda do lagartêdo!

 

Quando é que a banda vai ao ar?

Têm a palavra os Gloriosos das camisolas berrantes .

 


GRÃO VASCO


4 comentários:

Zico disse...


Caro GRÃO VASCO, este teu texto está FENOMENAL. O teu SARCASMO é INIGUALÁVEL. Devias estar na Direcção do Benfica e comandares o Dep. de Comunicação do Clube. Tudo o que escreveste dessa forma tão brilhante é ABSOLUTAMENTE VERDADE.
A esses répteis todos, a começar pelo que fala sózinho, sim o anão de óculos e graxa de sapatos na cabeça, e a acabar no TRINCA BOLOTAS burro de parvalho que faz que preside ao riporting de alvaMERDA, só lhes desejo TUDO do PIOR.
Por mim, esses GFDP, já tinha sido todos RECOLHIDOS por Deus.
ODEIO-OS, mas é que ODEIO-OS A TODOS DE MORTE.

BENFICA BENFICA BENFICA Sempreeeeeeeeeeeeeeeeeee. o Maior e o Melhor..

Frank disse...

Barrote de Carvalho ta boa lol,isso e uma cambada do caraças nao podia haver melhor para liderar um clube de futebol mas que toc oh bicho lol fartei-me de rir pois GV da nessa cambada eu ajudo deste lado agora ate nos esquecemos do peido la de cima o barrote vai bem lançado nao passa dum badochas mal cagado.

Anónimo disse...

BEM PENSADO

Anónimo disse...

Genial. Parabéns.
Pedro Benfiquista.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...