24.7.16

Mais uma noite patética dos aurélios




O fôsso do lagartêdo continua a mostrar ao mundo espectáculos imperdíveis.

Desta vez foi a sessão de apresentação do seu futebol para a nova época que se avizinha.

Tudo “a ver estrelas” e vai daí, mais um sketch apimbalhado com o analfabeto dos peaners e o lipoaspirado do fôsso numa sessão pseudo-romântica e folclória, entrando embevecidos e de mão dada pelo relvado adentro. Só faltou vermos o pina de barba feita, chinó na mona e culottes verdes, meias brancas e sapatos de verniz junto com o eduardo baboso, pegando ambos na cauda da noiva, o anão côxo de papillon ao pescoço transportando a bandeja das alianças, o padre Malícias a abençoar tão puro e diáfano casal e o Quim Barreiros de juba postiça e rugido pífio pendurado no seu acordéon, cantando “quero cheirar teu bacalhau”…

O grandignácio, essa pérola do lagartêdo, andava desaparecido. Procurava afanosamente, no fundo do fôsso, a montblanc com que o Júlio César tinha assinado o seu último contrato para entregá-la ao ausente João Mário, lançando o barro à parede e tentando assim transformar uma séria e significativa ausência num milagre impossível…

Com o consultor motivacional em férias definitivas e a partir de agora a ver passar os comboios, pois no fôsso escasseia a massa para as fantasias e loucuras do mestre da táctica e seus acólitos, tudo aponta para a contratação de um coreógrafo de pacotilha, tal foi a parolice da entrada em cena daquele par tão amoroso…

Para cúmulo de um espectáculo tão pobretanas só faltou o nunito saraiva disfarçado de fauno e de megafone em punho gritando, “je suis un auréliô”!

O leão francês é que não esteve com meias medidas e mesmo com pouca fome, zás-trás, lá comeu mais uma vez a gataria do lagartêdo.

E a carneirada com novo hino “lá vai cantando e rindo”…copiando no que pode e sempre de uma forma grosseira o seu ódio de estimação!

Será que desta vez fizeram mais alguma alusão ao Glorioso ou já apanharam vergonha no focinho para terem mais tento na língua e nas atitudes?



GRÃO VASCO


1 comentário:

Frank disse...

GV um post cheio de humor com o qual muito me ri aquele par a entrar de maos dadas naquele recinto com relva verde ate que enfim vejo relvado no estadio comedia de Portugal e de fazer levantar o estadio com tanto riso,nao sabem mais o que fazer para convencerem a carneirada que aquilo e um clube a serio mas nao passam de uns parodiantes que muito fazem rir o Pais no proximo jogo ainda o Carvalhito vem as costas do reboleira man.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...