25.11.16

Eu vi logo que “isto” tinha tido origem na Palermo portuguesa!


O Calimero do Fôsso, na edição de hoje, lança um aviso acompanhado de uma notícia sobre uma epidemia que ameaça seriamente a carneirada e que tem devastado muitos rebanhos a sul do Mondego.



Entretanto, a norte, a edição de hoje d’O Prostíbulo de D. Trogalho, noticia a ocorrência da mesma epidemia, com a particularidade de se ficar a saber a origem do surto. “Cientistas” ligados ao Apito Dourado descobriram recentemente que este vírus da língua azul, ao contrário de alguns que surgiram em macacos nas selvas profundas e impenetráveis da África Equatorial, é originário da Pocilga do Freixo e teve como vector o primata que pela primeira vez no Vaticano, deu um nó cego ao papa, transformando uma puta de uma amante numa sobrinha-afilhada a martelo.



A doença, contagiosa, lá vai infectando cada vez mais carneiros a sul.



GRÃO VASCO


Sem comentários:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...