10.11.16

Je suis Herrera…



No melhor momento da noite, no antro da corrupção, uma onda de solidariedade perpassou por todos aqueles que de uma maneira ou de outra já provaram as amarguras do infortúnio.

Raúl, numa linguagem gestual simples e de modo a ser entendida por todos aqueles morcões azuis e broncos que assistiram ao minuto 92’, resolveu expressar a sua solidariedade para com Herrera o seu colega mexicano de selecção, adversário de ocasião, e alargando com as suas mãos os seus pavilhões auriculares, disse:
- Herrera, eu também estou aqui, solidário contigo! Je suis Herrera!” 


GRÃO VASCO


Sem comentários:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...